Ao cair, árvore libera fachada de prédio histórico

Talvez um dos prédios históricos mais bonitos da cidade, o Instituto de Educação Gen. Flores da Cunha, na Av. Osvaldo Aranha, inaugurado em 1935,  possuía em sua frente duas grandes árvores que de certa forma prejudicavam a sua visualização integral.

Na última terça-feira, 18/09, por ocasião de pesadas chuvas e ventos, uma delas caiu sobre a grade do prédio.

Um desagradável fato da natureza, mas que serviu pra liberar a fachada do lindo prédio.

Agora falta ainda a pintura e restauração do prédio.

Veja as imagens:

ANTES

AGORA

Fotos atuais: Gilberto Simon – Porto Imagem

A árvore, logo após cair, em foto do Jornal Zero Hora:



Categorias:Patrimônio Histórico

Tags:, ,

47 respostas

  1. Lindo prédio, obra de um grande arquiteto, Fernando Corona. Um cara super versátil que é autor e co-autor ao mesmo tempo de obras como o Edifício Guaspari e o Edifício Jaguaribe!

    Curtir

  2. Antes de me condenar, deem uma olhada no centro histórico de Berlin, cidade mundialmente conceituada em todos os sentidos, se tem algum prédio desse porte com alguma árvore escondendo a sua fachada.Comparem as duas cidades do alto pelo Google Earth e verão que os prédios bonitos daquela região toda parecem estarem brotando dentro de um mato. Gosto de ávores, mas nos seus devidos lugares, e isso tem que chega em Poa com suas ruas tombadas… e parques…

    Curtir

  3. Até a natureza agindo para o bem do patrimonio histórico de Poa, que venham mais quedas desse tipo que estão escondendo lindos prédios de Poa .Na praça da Alfândega seriam bem vindas algumas quedas para liberar mais espaço para contemplação de seus belos prédios que apesar da reforma e algumas podas e cortes continuam muito escondidos.

    Curtir

  4. Pobre prédio marginalizado. Deviam arrumar a calçada ali na frente, parece uma pista de motocross quando chove.

    Curtir

  5. O prédio é lindo, o que não quer dizer que uma árvore estragaria isso…penso nos verões quentes de POA, e como ali é um colégio e tem muito trânsito de pessoas, uma sombra sempre é bem vinda.

    Curtir

    • Então troca as mil palmeiras da Oswaldo por árvores frondosas e terás kms de sombra e flores… e ficaria muito mais bonita a rua também, mas não chora por uma árvore que estava bem dizer com as raízes brotando da parede do edifício

      Curtir

      • Entre as mil palmeiras da Oswaldo Aranha foram plantados Jacarandás, que não se tornaram frondosos justamente por terem sido plantados intercalados com elas.
        Eu não entendo a mentalidade das pessoas que postam neste Blog e que são tão contra as árvores, o que se passa nestas cabeças, garanto que vocês nem passeiem pelo Parque da Redenção.
        Como é que vocês fazem no verão tórrido de Port Alegre? Acredito que procurem somente ruas sem árvores para passearem no sol e admirarem as construções…..não, com certeza todos vocês vão para Sta Catarina, porque é certo que acham nossas praias no litoral norte muito feias…

        Curtir

  6. O negócio é torcer que isso aconteça mais nos prédios históricos hehe

    Curtir

  7. Nunca deixei de admirar o prédio por causa daquela árvore. Por outro lado, se a árvore caiu de forma natural, não há nada a se lamentar. Bem diferente quando o governo mutila arvores como no caso das do dilúvio (CEEE) e da praça Otavio Rocha.

    Curtir

    • PS – Na foto do ANTES nota-se diversas pessoas aproveitando a sombra da finada árvore.

      Curtir

      • hahahaha grande beneficio pra região essa sombra… planta uma árvore do lado do edifício então, mas não na frente da fachada para tapá-la toda…

        Curtir

        • Aqueles ali são alunos do IE provavelmente, e teriam que ira até a lateral do prédio para aproveitar a sombra, só pro bonitão poder ver melhor o prédio, pensando que está nas zoropa!

          Curtir

        • Os alunos teriam que ir até a lateral do prédio? Onde fica isso, é muito longe? rsrsrs

          Curtir

        • Tá bom Renan, boa atrás do prédio, ou nao bota, já que a Redenção não é tão longe também. Ah, mas na Redenção também querem derrubar as árvores, para “recuperar o projeto original”. Árvore só atrapalha mesmo. Vamos derrubar tudo!

          Curtir

        • Bah, se um estudante não pode caminhar 10 metros para chegar numa sombra esse mundo tá perdido mesmo.

          Curtir

        • 10 metros é a distância de onde a árvore ficava da entrada principal. 50 metros, e na LATERAL do prédio (pro Renan contemplar e prédio histórico de 100 metros de largura que estava totalmente escondido por 1 unica arvore) simplesmente NÃO SERIA USADA A SOMBRA, não só pela distancia, mas poucos saberiam que haveria sombra lá. A sombra de uma árvore não é algo que as pessoas racionalmente planejam “vamos embaixo daquela sombra que eu sei que tem ao lado do prédio”. A sombra da árvore tem que ser algo conveniente. Não é como uma área para fumantes que tu bota num canto do prédio. A árvore ali não tirava em nada a beleza do prédio, ao contrário. Já as pichações, a grade, o piso detonado e enlameado sim. Mas como eu disse, como foi uma queda natural, não há nada a lamentar nem ninguém a culpar. Essa historia de achar bom que arvores caiam (ou sejam cortadas) só para o amigão se sentir mais europeu pois consegue contemplar a bela fachada neoclássica é que não dá pra entender.

          Curtir

        • Bah, se um estudante não pode caminhar 50 metros para chegar numa sombra esse mundo tá perdido mesmo. 😛

          Curtir

        • ” Essa historia de achar bom que arvores caiam (ou sejam cortadas) só para o amigão se sentir mais europeu pois consegue contemplar a bela fachada neoclássica é que não dá pra entender.” – típica frase fácil de bolar que parece intelectual mas não diz nada. Esse raciocínio é muito preto no braco: árvores são muito bem vindas mas não quer dizer que a cidade deve virar um mato.

          Curtir

  8. A fachada desse prédio está um nojo de pichações… Acho que foi por isso que o cercaram.

    Curtir

  9. Que boa noticia !

    Tomara que caiam as arvores que escondem COMPLETAMENTE o predio historico da Secret da Fazenda, predio lindissimo ali na Sete de Setembro.

    Curtir

  10. Logo mais vão aparecer as mensagens de luto sobre a arvore.

    Espero que não plantem nada no local, no maximo alguma arvore baixa, por que o prédio é lindo, e infelizmente sempre foi escondido.

    Alias, agora da pra ver melhor, isso vai criar até mais segurança pro local.

    Curtir

    • Respondo, para ficar bem no começo, eu lastimo a queda deste Guapuruvu, que nem chegou a florir nesta primavera, encobria o prédio e dai, ninguem se importa em mantê-lo, nem seus próprios alunos, esta pichado, sujo.
      A árvore não tinha mais sustentação há muito tempo pois estava muito inclinada.
      Passo por ali todos os dias e sempre a admirava quando floria, era muito bela…..

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: