Primeiro lançamento da parceria Nex Group e MaxHaus em Porto Alegre – na “Nova Carlos Gomes”

A Nex Group, maior incorporadora gaúcha do segmento da construção civil acaba de firmar parceria com a MaxHaus, empresa que está trazendo ao país um novo conceito de morar.

Segundo Carlos Alberto Schettert, diretor-presidente da Nex, a empresa procurou parceiros que tenham os mesmos princípios éticos do Grupo, com qualificação técnica e credibilidade financeira para obter a eficiência dos processos. Para José Paim, presidente da MaxHaus, a parceria trará aos gaúchos um produto diferenciado, com um novo conceito de morar e que foi case de vendas em São Paulo. “Levaremos uma grande novidade ao Sul e a Nex Group será nossa parceria em mais uma inovação para o segmento imobiliário”

A parceria está firmada para os três estados do sul do país e a previsão do primeiro empreendimento no Rio Grande do Sul será em Porto Alegre, próximo à casa noturna Café de La Musique.

A NEX GROUP foi criada no início de 2011, com a fusão das empresas Capa Engenharia, DHZ, EGL e Lomando Aita. A empresa está construindo atualmente 601.020 m², correspondentes ao VGV de R$ 968.548.000,00. A previsão do Grupo para esse ano é de lançar mais 10 empreendimentos passando para quase R$ 2 bilhões de VGV.  

NEX GROUP

O pré-lançamento

A localização

O vídeo



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Prédios

Tags:, , ,

43 respostas

  1. Essa mania de criticar uma coisa sem conhecer… Achei as fotos usadas neste post bem fraquinhas, mas entrei no site da maxhaus e me cairam os butiá do bolso! Poa nunca teve projeto semelhante a este. Por fora concordo que não atrai em nada, mas por dentro (que para mim é o que importa, pois vou viver dentro do apto, e não do lado de fora olhando para ele) é muito diferente do que tem por aí. Parabéns pela coragem de investir neste tipo de projeto na nossa cidade. Porto Alegre está precisando mudar seus paradigmas de moradia. (Em tempo, olhem o site da maxhaus antes de me atirarem pedras…)

    Curtir

    • Olha, o apartamento pode até ser muito bonito por dentro, mas é o cúmulo do egoísmo urbano dizer que “eu não me importo com o visual de fora”. A cidade se importa e, por consequência, nós aqui nos importamos. É bem melhor pra cidade ter prédios que harmonizem com seu entorno e estejam bem integrados à rua, dialogando com ela. Com certeza bem melhor do que fortalezas de luxo e muros intermináveis.

      A MaxHaus clama estar seguindo um estilo alemão, mas foca-se apenas nos interiores. Nunca vi prédios isolados da cidade desse jeito na Alemanha.

      Curtir

    • Como assim imagens fraquinhas ? Foram essas as imagens divulgadas !!!!

      Curtir

    • Bom, gostaria de me apresentar como Tanara Cardoso, sou consultora de investimentos e corretora de imóveis da imobiliária Ducati, esse empreendimento é único no mercado gaúcho, e case de sucesso em SP e SC. Respeito todas as opiniões, pois cada um com seu gosto e seu senso critico, porém, cabe lembrar que qualquer empreendimento tem por lei uma área de preservação de no minimo 30% sobre a área total do terreno. O produto é magnifico e com grandes diferencias e o valor de M² nem é tanto assim! Não foge nada do que estamos acostumados á comercializar, lembrando que o m² hoje tem um valor considerável devido a valorização dos imóveis. Quem for corajoso e inteligente o suficiente para ver que estamos no melhor momento para se investir em imóveis, ganhará muito dinheiro pois quem compra para morar tem um patrimônio super valorizado e quem investi para giro ganha no minimo 100% sobre o capital investido! O segredo do investimento de giro é ser muito bem direcionado pelo seu consultor que conhece o mercado e saberá exatamente qual o melhor produto para te rentabilizar os 100%. O MAX HAUS, por ser um produto com grandes diferenciais e estar numa das regiões mais valorizadas de Porto Alegre é sim um baita negócio tanto para giro quanto para patrimônio.
      Fico á disposição para maiores informações, meu email é tanara.cardoso@imobiliariaducati.com.br

      Curtir

  2. Algumas informações estão equívocadas, realmente não é possível agradar todos os desejos das pessoas, cada indíviduo tem suas características e necessidades, e suas moradias devem agregar, ao máximo, facilidades ao seu cotidiano. O fato é que os erros começam pelo mapa de localização que está errado, a outra é que a região tem APP, área de preservação permanente, não irão eliminar todo o “matagal”, e concordo até certo ponto em quesitos como um projeto melhor, aproveitando as caracteristicas de expansão comerciais da região. Mas existem fatores que fazem com que incorporadoras optem por projetos específicos em locais determinados, e neste caso, dentro do “Land Bank” (banco de terrenos), a Nex Group avaliou que este seria o melhor ponto, dentro do seu Land Bank, para a implementação deste projeto. A Nex Group foi a empresa escolhida pela Max Haus para representar a sua marca aqui no Sul. E pela enorme oferta de imóveis na cidade, sempre existirá um que agregue características suficientes para a sua escolha.

    Curtir

  3. acho o lugar excelente, principalmente por causa do matagal… poderiam ter projetado algo melhor em sintonia com o verde da região. mas como sempre encontram quem paga fortunas pela mesmice, vão continuar projetando caixas, que são mais simples e baratas para construir proporcionando maior rentabilidade para os construtores.

    Curtir

  4. Próximo lançamento da Nex Group… Três caixas de sapatos com janelas! E mais, todas são iguais. Garanta já seu apartamento!!!!

    Curtir

  5. Acho que não é que falte talento e competência, mas sobram pessoas que se submetem a pagar preços exorbitantes por prédios que nao oferecem nada mais do que o convencional, pois a “grife” é mais importante.

    Curtir

    • Walter, se tem algum conceito imobiliário que não é convencional é o maxhaus… entra no site deles para ver exatamente do que se trata. tenho certeza que vai te surpreender. Concordo que por fora eles não tem nada de mais, mas por dentro eles são totalmente diferentes do que tem hoje aqui em Poa… e nada convencionais.

      Curtir

  6. Achei arquitetonicamente débeis. Projeto fraco demais. Fato é que nossa arquitetura perde até para a de países como Angola, sério. Basta ver através do skyscrapercity Luanda. Definitivamente falta talento e competência.

    Curtir

  7. Aquelas 2 torres atras das concessionarias Ford e Nissan sao muito piores. Nao achei eles taoooo feios assim.

    Curtir

  8. Pra mim é um desperdício de área nobre. Podia ser muito melhor aproveitado, até o “NEO 360º” na frente é muito mais bonito. (e olha que não é grande coisa tbm)

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: