lha da Pintada recebe Paradas Seguras para o Catamarã

Novas linhas devem iniciar em outubro Foto: Mário Costa/Divulgação PMPA

Equipes de mobiliário urbano da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) concluíram a instalação de dois modelos de Parada Segura na Ilha da Pintada, para as novas linhas do Catamarã de Porto Alegre. Os abrigos possuem bancos, lixeira, iluminação protegida com grades e cobertura de aço pré-pintado, que oferece maior durabilidade. As Paradas Seguras atendem aos requisitos técnicos de segurança e acessibilidade da EPTC.

A operação do Catamarã deve iniciar em outubro. O valor da tarifa será de R$ 3 (Centro – Ilha da Pintada) e R$ 5 (Centro – Cristal-BarraShopping). O tempo de travessia será de cerca de 10 minutos para cada trecho, e os horários serão estipulados conforme a demanda das rotas. Há previsão de integração, mediante bilhetagem eletrônica, com os outros modais.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:hidrovias, Meios de Transporte / Trânsito

Tags:, ,

18 respostas

  1. esta parada causou grande transtorno esta de costa para margem as lampadas e reatores roubados semanais.Pois quem anda na rua a noite prefere o escuro para suas atividades.Acho um erro total e prejudicial,

    Curtir

  2. A coordenadora do Gabinete de Articulação Institucional da prefeitura, Ana Pellini nao tinha prometido padronizacao e novos conceitos do mobiliario urbano da cidade??

    Ainda continuam com essas paradas de latao colorido?
    CREDO!!!!!!!!!!

    Curtir

  3. 4 lugares deve ser a lotação máxima do catamarã…não cabe 20 pessoas nessa parada nem querendo!!!

    Curtir

  4. Agora sim as pessoas estarão protegidas no meio do inverno..as 7 horas da manhã…chuva e muito vento…na ilha da pintada….na beira do Guaíba!!

    Curtir

  5. Nossa, tem capacidade para quatro pessoas sentarem. Não são bancos demais?

    Curtir

  6. Hmmmm…o entorno, o pier cais, o chão, etc tudo isso será posto abaixo e construído o pier cais de verdade, né?

    Curtir

  7. Detalhe para o acabamento do caminho entre a parada e o píer. Tem exatamente uma lajota de largura. Se essa foto representar o estado final da obra, está perfeitamente acessível para cadeirantes, so que ao contrário.

    Curtir

    • Antes que digam que eu só reclamo, eu só reclamo de coisa feita nas coxas. O problema é que se faz MUITA coisa nas coxas nessa cidade.

      Curtir

      • Eu admiro muito teu senso crítico, inclusive acho que é que isso falta na maioria das pessoas. Talvez por isso as coisas são feitas de qualquer jeito, ninguém reclama mesmo.

        Nesse caso da parada, acho que não está pronta ainda. (espero)

        Curtir

    • Pela foto parece que o piso ainda tá sendo feito, não tem rejunte ainda e tem areia no chão.

      Curtir

  8. Muito legal! Tomara que seja um sucesso tão grande que inspire a ampliação total deste tipo de transporte. As cidades crescem em torno da água. Porto Alegre é abraçada por este lago. Belém Novo poderia ser o hub da Restinga. Mais ao norte, pertinho, temos Canoas, Esteio e São Leopoldo, cujos crescimentos tendem à esquerda, em função da Rodovia do Parque, que vai puxar a ocidente o eixo de urbanização. Pelo Gravataí, temos Cachoeirinha e Gravataí, cidades que mais crescem na área metropolitana.

    Um dia, meus caros, teremos barcos, ônibus, lotações, bicicletas, metrôs e aeromóveis interligados por toda a Região Metropolitana de Porto Alegre. Cartão único e mobilidade total, e a população tomando posse da cidade.

    “I have a dream”.

    Curtir

  9. Legalzinho… mas as novas paradas de Poa não vão ser assim, né?

    Curtir

  10. Simples, práticas e funcionais. Gostei.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: