Feira do Empreendedor começa nesta quinta na Fiergs

Centro de Exposições da Fiergs abriga nova Feira do Empreendedor. Foto: Fiergs

A 17ª Feira do Empreendedor, promovida pelo Sebrae-RS, começa nesta quinta-feira com a expectativa de receber 25 mil pessoas nos quatro dias de evento. As atividades ocorrem até domingo no centro de exposições da Fiergs, das 14h às 21h. Para entrar no local, é necessário doar 1 quilo de alimento não perecível. Neste ano, serão realizadas 110 capacitações, entre palestras, oficinas, seminários, debates e encontros empresariais. Além disso, os participantes poderão tirar dúvidas sobre empreendedorismo com técnicos e visitar os estandes de 86 expositores.

“A feira é preparada tanto para quem já tem um negócio e quer incrementá-lo quanto para quem quer começar a empreender”, destaca a supervisora do Sebrae-RS Viviane Ferran. As atrações contemplarão temas como marketing, liderança, inovação, comércio eletrônico e técnicas de vendas. Os negócios ligados à tecnologia receberão atenção especial, através da participação de representantes de incubadoras e aceleradoras e empreendedores que conseguiram bons resultados nesse setor.

Viviane recomenda que os interessados em assistir às palestras e participar das oficinas realizem uma pré-inscrição no site da feira (www.feiradoempreendedor-rs.com.br) para assegurar uma vaga. As oportunidades geradas pela Copa do Mundo de 2014 também serão abordadas na ocasião. “Vamos disponibilizar um jogo eletrônico para ajudar o empreendedor a identificar oportunidades com a Copa”, diz.

O centro de exposições também contará com empresas ligadas às áreas de vendas diretas, negócios digitais, oportunidades e representações comerciais, franquias e máquinas e equipamentos. Uma das companhias que terá estande no evento é a Ondaweb, que trabalha com comunicação digital. “Vamos levar informações para o mercado sobre como uma empresa pode criar uma imagem positiva na internet”, afirma Moysés Costa, sócio-diretor da companhia.

Costa acredita que, para criar uma estratégia online, uma empresa precisa se atentar para três pontos. O primeiro se refere à construção da imagem da empresa em seu site oficial. “Não adianta seguir o mesmo padrão dos concorrentes. É preciso ter uma identidade própria, que corresponda àquilo que a empresa é”, afirma. As demais características necessárias, segundo ele, são um forte trabalho de divulgação online e a criação de um projeto de integração do site com os perfis em redes sociais.

Jornal do Comércio

_____________________________

Estarei na Feira na sexta-feira, 28, das 14 às 21h (espaço da Prefeitura). Quem quiser passar, tomar um café e conversar ….  



Categorias:Economia, Eventos

Tags:, , ,

1 resposta

  1. Depois que acabaram com a denominação industrial e comerciante para denominar a categoria de pessoas que tinham indústrias (pequenas, médias e grandes) ou comércio, e denominaram tudo de empresários ou empreendedores o negócio zoneou, antes dona de bordéu não era empresária, era madame ou cafetina, hoje em dia elas são empresárias do ramo da diversão! Ou até empreendedoras do setor terciário.
    .
    Não sei o que a FIERGS vai denominar empreendedores, era bem mais fácil fazer uma feira da indústria e comércio (como se fazia em 1933), pois ias visitar e verias industriais e comerciantes, agora com o nome empreendedor não se sabe o que vai se encontrar!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: