UPA Zona Norte e Hospital Independência abrem amanhã

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte, localizada na Praça Ernest Ludwig Herman, junto ao Terminal Triângulo da avenida Assis Brasil, será entregue à população nesta sexta-feira, 28, às 16h. Planejada para ampliar a oferta de serviços de urgência e emergência, a obra é resultado de parceria entre a prefeitura de Porto Alegre, os governos federal e estadual e o Grupo Hospitalar Conceição (GHC). O Ministério da Saúde estará representado pela diretora do Departamento de Atenção Especializada (DAE) da Secretaria de Atenção à Saúde (à qual estão vinculadas as UPAs), Alzira Jorge.

Em agosto, logo depois de o Estado ter entregue o prédio (construído com recursos repassados pelo governo federal), a prefeitura iniciou a instalação dos equipamentos e do mobiliário. Ao GHC, coube a responsabilidade de gestão dos recursos humanos para o atendimento aos usuários.

A nova UPA ocupa 1,5 mil metros quadrados de área construída e poderá atender de 300 a 450 casos de baixa e média complexidades por dia, contando com 15 leitos para adultos, 5 pediátricos, 4 para estabilização de pacientes e 2 de isolamento.

Para construção do prédio, foram repassados R$ 3,5 milhões pelo governo federal ao Estado, que incluiu mais R$ 1,72 milhão no projeto. Em equipamentos e mobiliário, a prefeitura investiu R$ 1,5 milhão. O município ficará encarregado também do suprimento de materiais permanentes.

Travessia de pedestres – Para facilitar o deslocamento de pedestres em torno da UPA Zona Norte, a travessia entre a avenida Benno Mentz e a rua Dom Cláudio José Gonçalves Ponce de Leão, no sentido centro-bairro, foi deslocada para 30 metros à frente. Na direção bairro-centro, foi criada uma nova travessia, próxima à rua Jeronymo Zelmanovitz, e a passagem localizada perto da avenida Benno Mentz foi mantida.

O canteiro central da avenida Assis Brasil foi prolongado em aproximadamente 54 metros. Para segurança dos pedestres, foram instaladas sinaleiras, faixas de segurança, gradis metálicos e espaços de acessibilidade. O acesso de passageiros de ônibus ao Terminal Triângulo continuará sendo feito pela área subterrânea.

Hospital Independência reabre com 100 leitos para o SUS

A população de Porto Alegre recebe nesta sexta-feira, 28, às 11h, mais uma opção de atendimento especializado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com a reabertura do Hospital Independência. O prédio foi totalmente remodelado para prestar assistência em traumatologia e ortopedia, com 100 novos leitos regulados pelo SUS e oferta de exames e atendimento laboratorial.

Serão 90 leitos para internação e dez para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Um projeto de ampliação já está em negociação com o Ministério da Saúde, para abertura de outros 200 leitos até 2014, também exclusivamente para o SUS. O atendimento será realizado inicialmente com a prestação de consultas especializadas, exames e serviços de laboratório. Em 30 dias, estarão sendo feitas as primeiras cirurgias e internações.

Por se tratar de um hospital 100% regulado, todos os pacientes serão encaminhados por intermédio da Gerência de Regulação de Serviços em Saúde, tanto para consultas especializadas em ortopedia, como para exames e cirurgias.

Localizado na avenida Antônio de Carvalho, 450, bairro Jardim Carvalho, o Hospital Independência terá uma equipe médica de 34 especialistas de diferentes áreas, além de profissionais de UTI, totalizando mais de 400 funcionários.

A obra, realizada em oito meses, corrigiu problemas estruturais do prédio de 7 mil metros quadrados e três pavimentos (que em muitos locais estava totalmente comprometido), respeitando as normas técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Incluiu etapas como renovação de 80% da tubulação de gás, recuperação do telhado e da sustentação do prédio, renovação completa das redes de energia e água, adaptação dos espaços para acessibilidade e a criação de um novo sistema de circulação de ar.

O hospital tinha sido fechado em abril de 2009 e teve a reabertura viabilizada por um processo realizado com a participação do município, do Estado e do governo federal. Será administrado agora pela Sociedade Sulina Divina Providência, vencedora de chamamento público feito pela prefeitura.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Saúde

Tags:, , ,

4 respostas

  1. Vamos esperar que as filas não seja virtuais,em vez de físicas

    Curtir

  2. Claro, não poderia faltar o estacionamento , privatizando o espaço da praça para os carros dos servidores …

    Curtir

  3. A demora foi de um ano, inauguração era prevista para setembro de 2011.
    Mas antes tarde do que nunca.

    Curtir

  4. Somos bois indo pro abate… Nunca fomos tão manipulados .

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: