Na cidade das fontes secas, fontes do Glênio ficam desligadas (atualizado)

Acabei de ler no Metro, as fontes do Largo Glênio Peres ficarão desligadas. Só terá água ali ao meio dia e às 19:00. Pode????????

Emails por favor a:

156:  156@smgl.prefpoa.com.br

Secretário de Turismo:  raulmendes@turismo.prefpoa.com.br

Diretor do Viva o Centro: glenio.bohrer@gpe.prefpoa.com.br

____________________________________________

CONTRAPONTO DA PREFEITURA:

Jandira Feijó envia a resposta elaborada pelo Coordenador do Projeto Viva o Centro e Gerente do Programa Cidade Integrada, Glênio Bohrer, da Prefeitura de Porto Alegre (15:30)

“Este é um equipamento novo para a cidade e ainda caberá uma avaliação sobre seu regime de funcionamento buscando retirar do mesmo o melhor retorno para a qualificação do local e da cidade. Na maioria dos locais em que operam desta maneira é comum que tenham horários de funcionamento uma vez que sua utilização implica em desgaste natural do equipamento e em custos de operação. Inicialmente pensamos em operar nos horários do meio-dia e do final de tarde tendo em vista que são horários em que a população está mais presente nas ruas e pode desfrutar de seu funcionamento, em especial no início da noite, quando o efeito da iluminação fica mais visível e há intensa ocupação de bares e restaurantes do local.

No entanto, caso o período inicial de funcionamento do equipamento demonstre ser de interesse o aumento de seus horários de operação ou mesmo aponte para que seu uso seja intermitente estes poderão ser implantados imediatamente. Esperamos inclusive a contribuição da própria população para que o regime de uso seja estabelecido”.

Atenciosamente, Jandira Feijó

Coordenadora do Núcleo Web e Mídias Digitais da Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

30 respostas

  1. Sou a favor do chafariz nunca funcionar.
    Largo popular não é lugar para chafariz.
    Obra sem noção, e dispensável.
    Tomara que estrague logo.

    Curtir

  2. Gente amada do Ceu!! O que aquele cimentao que fizeram no entorno dos jatos d’agua? Credo. Nunca vi uma coisa tao horrorosa e mal feita. PqP. Nem com a iniciativa privada a coisa melhora???…Os chafarizes estao parecendo ralos pra chuva. Jesusss!

    Curtir

  3. CITAÇÃO: “Inicialmente pensamos em operar nos horários do meio-dia e do final de tarde tendo em vista que são horários em que a população está mais presente nas ruas e pode desfrutar de seu funcionamento”. – Jandira Feijó

    Sexta-feira passada fui ao centro e fiz questão que caminhar um pouco (até que bastante) além da minha rota só para ver as fontes funcionando e para mostrar à minha esposa (que não é daqui do RS). Imaginem minha cara de espanto comigo mesmo ao ver que estavam todas desligadas… E sabem que tinha bastante movimento naquela hora? Eram 14 horas, ou seja, podia estar ligado que teria um bom (bom mesmo!) público. Mas… não estava… =/

    Curtir

    • Isso é o que eu temo. As pessoas visitarem o lugar a procura das fontes e elas estarem desligadas 90% do tempo. Por favor mande um email para os emails da prefeitura acima pra manifestar tua posição.

      Curtir

  4. Esse assunto vai render….

    Curtir

  5. Prezado Marcelo, segue a resposta do Coordenador do Projeto Viva o Centro e Gerente do Programa Cidade Integrada, Glênio Bohrer, da Prefeitura de Porto Alegre

    “Este é um equipamento novo para a cidade e ainda caberá uma avaliação sobre seu regime de funcionamento buscando retirar do mesmo o melhor retorno para a qualificação do local e da cidade. Na maioria dos locais em que operam desta maneira é comum que tenham horários de funcionamento uma vez que sua utilização implica em desgaste natural do equipamento e em custos de operação. Inicialmente pensamos em operar nos horários do meio-dia e do final de tarde tendo em vista que são horários em que a população está mais presente nas ruas e pode desfrutar de seu funcionamento, em especial no início da noite, quando o efeito da iluminação fica mais visível e há intensa ocupação de bares e restaurantes do local.
    No entanto, caso o período inicial de funcionamento do equipamento demonstre ser de interesse o aumento de seus horários de operação ou mesmo aponte para que seu uso seja intermitente estes poderão ser implantados imediatamente. Esperamos inclusive a contribuição da própria população para que o regime de uso seja estabelecido”.
    Atenciosamente, Jandira Feijó
    Coordenadora do Núcleo Web e Mídias Digitais da Prefeitura de Porto Alegre

    Curtir

    • Jandira, obrigado pela pronta resposta!!!
      Pelos comentários que estão e serão postados aqui poderás medir a vontade da população, mas penso já que a maioria das pessoas gostaria de vê-las ligadas quase sempre, pois seria muito difícil (quase impossível, dependeria da sorte) de passar por ali e ver as fontes ligadas. Precisaríamos MARCAR HORA para vê-las. E os turistas que irem ali pela manhã toda e pela tarde?

      PELO MENOS poderiam ficar ligadas meia hora sim, meia hora não? (existe MESMO perigo de desgaste?) A maioria das fontes das cidades que tem fontes ficam ligadas sempre. Morei em Londres durante 4 anos e só via as fontes da Trafalgar Square desligadas para limpeza e manutenção técnica.

      Curtir

      • Marcelo, vou repassar ao pessoal que gerencia o projeto, mas de todo o modo, agradecemos teu post e os comentários. É bacana ver que cada vez mais mais pessoas demonstram carinho e preocupação com a cidade. Manifestações como as tuas são importantes e bem vindas, todos nós queremos ter orgulho das inúmeras coisas bonitas e bacanas que Porto Alegre tem para oferecer.

        Curtir

  6. @johnnie:
    Londres e Paris tem taxas de homicidio maiores do que Zurich, Copenhagen e Oslo.
    Na tua logica, deveriamos desligar todas as fontes de Londres e Paris, ne???
    hummmmmm…….

    Curtir

  7. E’ incrivel.
    Conheco varios e belos chafarizes em Londres, Cordoba, Berna etc…todos ligados o dia todo…mas aqui na provincia!!….aiaiai.

    PS: Alem do pessimo acabamento do entorno!

    PORTO ALEGRE E’ TRI.ste.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: