Fortunati reeleito – veja a composição da nova Câmara Municipal

Reeleito como prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT) contará com maioria na Câmara de Vereadores. Sua coligação, Avança Porto Alegre, teve 12 candidatos eleitos. Além deles, outros dez vereadores estão na base do prefeito. O Legislativo da Capital tem 36 cadeiras.

Para a próxima legislatura, que começará em 1º de janeiro, Jussara Cony (PCdoB) voltará à Câmara, 30 anos depois de sua primeira eleição para a vereança. Na oposição, a bancada do PT teve cinco vereadores eleitos – um a menos que a atual gestão. O PSol manteve as duas cadeiras na casa.

Pedro Ruas, do PSol, foi o vereador mais votado da Capital, com 14.609 votos. Ele vai para o segundo mandato consecutivo. O segundo que mais recebeu votos foi o ex-judoca João Derly (PCdoB), com 14.032 votos.

Lista de vereadores eleitos em Porto Alegre:

Avança Porto Alegre

  • Guilherme Villela (PP);
  • Márcio Bins Ely (PDT);
  • Dr. Thiago Duarte (PDT);
  • Kevin Krieger (PP);
  • Mauro Zacher (PDT);
  • Cláudio Janta (PDT);
  • João Bosco Vaz (PDT);
  • Walder Canal (PRB);
  • Luciano Marcantônio (PDT);
  • João Carlos Nedel (PP);
  • José Freitas (PRB);
  • Delegato Cleiton (PDT);

PT

  • Sofia Cavedon;
  • Mauro Pinheiro;
  • Marcelo Sgarbossa;
  • Engenheiro Comassetto;
  • Alberto Kopittke.

Juntos por Porto Alegre

  • João Derly (PCdoB);
  • Jussara Cony (PCdoB);
  • Bernardino Vendrúsculo (PSD);
  • Tarciso Flecha Negra (PSD).

PMDB

  • Valter Nagelstein;
  • Idenir Cecchim;
  • Professor Garcia;
  • Lourdes Sprenger.

PTB

  • Cássio Trogildo;
  • Dr. Goulart;
  • Elizandro Sabino;
  • Paulo Brum.

Frente Política Cidadã

  • Any Ortiz (PPS);
  • Reginaldo Pujol (DEM).

PSol

  • Pedro Ruas;
  • Fernanda Melchionna.

Unidos por Porto Alegre

  • Airto Ferronato (PSB);
  • Paulinho Motorista (PSB).

Porto Alegre para Todos

  • Mario Manfro (PSDB).

Correio do Povo

_________________________________

Destaco dois fatos negativos nesta eleição, em relação aos vereadores:

  • Adeli Sell não foi reeleito, após 4 mandatos com grande atuação na Câmara;
  • Pedro Ruas e Fernanda Melchiona, representantes do atraso em Porto Alegre, foram reeleitos;

__________________________________

Fortunati promete “salto de qualidade” a Porto Alegre

Prefeito projeta governo “reformulado” para atender à exigência da população

Fortunati ao lado de seu vice, Sebastião Melo, no comitê central Crédito: Mauro Schaefer

Um comitê de campanha lotado, neste domingo na avenida João Pessoa, recebeu o prefeito José Fortunati, para a festa da vitória em Porto Alegre. Em seu discurso, o pedetista afirmou que não pretende realizar um governo de continuidade e sim um projeto reformulado de gestão: “Temos a obrigação de dar um salto de qualidade pois essa é a exigência do povo de Porto Alegre”, enfatizou.

“É um governo que será repensado, otimizado e requalificado para que dentro da experiência a gente possa qualificar ainda mais a cidade”, salientou o prefeito. “Reconhecemos várias falhas e deficiências em nossa estrutura. Há desafios a serem superados e para isso precisamos avançar. Por isso o tema de campanhar era fazer mais, fazer melhor”, analisou Fortunati.

O pedetista fez um cumprimento especial ao ex-prefeito José Fogaça, do qual recebeu o mandato no momento em que este se candidatou a governador. Ele creditou a Fogaça permanecer na política. “Em 2007 havia tomado uma decisão muito séria: havia desistido de concorrer a qualquer cargo público”, lembrou. “Tinha voltado para o Banco do Brasil e buscava novos caminhos profissionais, como administrador e advogado. Quem me resgatou para a política, foi me buscar no banco: José Fogaça”, explicou.

Fortunati frisou que, apesar do discurso de renovação, seguirá o método implantado pelo ex-prefeito. “Ele teve o cuidado de montar um novo modelo de gestão para a cidade, que continua sendo aperfeiçoado. Como titular, dentro do mesmo espírito que rodeou o governo Fogaça, estou investindo no aperfeiçoamento da máquina pública”, analisou.

O prefeito eleito salientou que a vitória em primeiro turno gera grande responsabilidade para os próximos quatro anos. “O resultado impõe a cada um de nós a responsabilidade maior de continuar avançando. Somos humanos, temos nossas fragilidades e vamos errar muito. Mas sempre teremos a grandeza para de cabeça erguida fazer a cidade evoluir cada vez mais”, discursou.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , ,

84 respostas

  1. “Todos esses assuntos tratados de forma crítica e sem caráter ideológico ou partidário”

    Percebi… Que comédia!

    Curtir

    • Gustavo, escrevi isto lá em cima e fui execrado. Estou percebendo grande contradição neste blog. Eu estava achando um trabalho muito legal, um espaço para colocações, mas de repente as coisas não são assim.

      Outra coisa que faz parte da etiqueta virtual é que em fóruns, blogs, redes sociais etc, com espaço aberto para opiniões, aquele que não concordar com o que o “colega” escreveu não deve jamais contestar desaforadamente, com falta de respeito ou educação. Para isso o melhor é usar termos como: “desculpa, mas não concordo com tua opinião pois…”, “veja bem, mas a situação me parece que não é bem assim…” etc etc.

      Já fui agredido aqui! Teve um cara, não vou citar quem, contestou-me dizendo: “que mundo tu vive”, “aposto que tu nem conheces estas cidades”. Bah, o cara foi supergrosseiro!

      Curtir

  2. Parabéns Fortunatti,
    Tchau PT…
    Tchau léndia PT.
    Já pagamos muito caro pela “herança maldita dos 16 anos PT”,
    Quem sabe agora a textura urbana da cidade melhore.
    Aranhas-céu em P.Alegre já.
    1,4 milhões de habitantes e apenas um prédio com mais de 30 andares.
    È muito pouco para a nossa cidade.

    Curtir

    • Kaká, vc falou pouco mas FALOU TUDO!!!
      Faço minhas tuas palavras!!! Tchau grupo do atraso que só fud. com POA por 16 anos, e tb que este novo governo revise seu plano diretor para permitir em alguns locais da cidade, alguns eu disse, nao na cidade toda, gdes obras como pelo menos uma meia dúzia de arranha-céus, e nao com 30 andares, ppois isso não é arranha céu!!!
      Arranha céus integrados ao turismo da cidade, com restaurantes ou algo do gÊnero nos últimos andares e com mirantes com vista pra cidade e gde Poa, agregariam demais ao nosso turismo regional e em arrecadação pra cidade, e mudaria a realidade de áreas como o centro da cidade.
      Realmente, 1.400.000 mil habitantes e um prédio apenas com 30 andares é de chorar, os prefeitos de alguma cidades africanas devem morrer de rir ao saber disso, haha
      Parabéns Fortunatti!!! Espero tb que além de começar a obra do metrô, consiga recursos e tenha um projeto real para a linha dois do metrô, que começaria lá pela Azenha!!!

      Curtir

      • Porto Alegre tem 1.400.000 e não chega aos pés em termos de cultura de várias cidades com 500.000 mundo afora. E se bem entendo, cultura tem tanto a ver com turismo quanto arranha céus. E beneficia mais gente. Mas ok, não vamos criar dualismos. Tu quer arranha céus, eu quero cultura. Que todos consigamos o que queremos 🙂

        Curtir

        • Caro Walter, tudo está interligado, tanto cultura qto marcos arquitetônicos que ampliem o turismo, gerando renda e arrecadação!!!
          Creio que vc está separando situações que nao podem ser separadas, pois sao complementares! Cultura por si só é um conceito muito amplo, podendo ser agregada e potencializada em uma comunidade, cidade, Estado, de vários modos, em vários tempos e em vários contextos!
          Acho que estamos falando das mesmas situações!
          Creio que teu comentário nao esteja em contradição ao meu de cima, pois marcos arquitetônicos hj em dia são importantíssimos em qquer cidade, seja ela do tamanho que for, pequena, média, gde, supercidade, enfim …
          Esses dias li um artigo no Estadão do arquiteto responsável pelo planejamento urbano da Manhattan/NY, e ele se ficou estupefato com o fato de SP capital ter um índice construtivo (nao se é exatamente esse o termo) tão baixo se comparad a gdes cidades do mundo, principalmente NY. Esse índice reflete o tamanho da edificação proporcionalmente ao tamanho do terreno. Enquanto NY é de 30 o índice, SP é de 5, ou algo do gênero (os números são aproximados pois nao lembro com precisão).
          Ele argumentou que hj já é meio que consenso que o adensamento urbano é muito positivo em comparação a um crescimento desordenado em direção aos llmites/periferias das cidades, tendo em vista que o custo de infraestrutura em uma cidade adensada fica muito menos oneroso do que levar infraestrutura/serviçõs básicos por gdes extensões territoriais, podendo se investir mais, desse modo, em outros serivços fundamentais a população, ccomo saneamento, educação, segurança, tranportes público moderno,limpo, confortável e de qualidade, como metrôs, vlts, etc …
          Acho que o adensamento é a solução se vier junto da infraestrutura urbana necessaria, e isso que o poder público tem que disciplinar, proibindo expressamente de se construir mil rossis pombais caixotes a cada quateirão … Esses “arranha-céus” sim, tem sido o pergido pra Poa e outras cidades brasileiras, e nao os ARRANHA-CÉUS que proponho …
          Reflita um pouco amigo, se quisermos coisa velha temos buenos aires e montevidéo por perto, minha Poa eu quero moderna, bonita e limpa!!!

          Curtir

      • Engraçado é que em outro tópico, fiz a mesma colocação a respeito do atraso de POA em limitar a altura dos prédios, dando como exemplo algumas cidades sul americanas e brasileiras que hoje se desenvolvem com mais qualidade, e fui crucificado. O cara foi grosseiro perguntando-me que “mundo eu vivia”. Tô contigo!

        Curtir

  3. Feliz que o adeli sell tá fora!
    E muito contente com a reeleição da Fernanda Melcchiona.
    Este blog se torna medíocre ao entender que o Psol representa o atraso.
    Atraso se chama Válter Nagelstein, Cecchin, Pujol, e toda esta patota.

    Curtir

  4. Só nao gosto dessa turminha do PDT. É o tipo de político que ganha voto na base de arranjar ambulancia e sanduiche nas vilas.

    E Valter Naigelstein eleito foi a pior notícia da cidade. Talvez pelo menos ele nao apareca mais pela SMIC.

    Curtir

  5. Desculpe, mas uma coisa é não concordar com o posicionamento de alguns vereadores, como a Fernanda Melchiona e o Pedro Ruas, outra coisa é falar que seria melhor não terem sido eleitos.

    Em uma democracia, devemos escutar todas as vozes, inclusive aquelas nas quais não concordamos. Além disso, não podemos negar a importância deles na câmera, impedindo o aumento dos vereadores para o próximo mandato. E ao contrário do que li em algum comentário, isso não foi uma medida para ganhar popularidade, se vocês notarem, o Psol sempre foi contrário ao aumento dos salários de vereadores, deputados etc, seja no RS ou em qualquer parte do Brasil.

    Curtir

    • Douglas, repito o que copiei e colei lá em cima e fui amplamente negativado: os IDEALIZADORES do BLOG se comprometeram em “tratar assuntos de forma crítica e sem caráter ideológico ou partidário”, mas , como tu observaste, não é bem assim.

      Curtir

  6. Se preparem que agora a avenida Castelo Branco vai mudar de nome.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: