Governador Tarso Genro emite nota sobre a a atuação da Brigada nos conflitos de quinta-feira

Milton Ribeiro – SUL 21

Neste domingo (7), o governador do estado Tarso Genro emitiu Nota de Esclarecimento a respeito dos acontecimentos da última quinta-feira durante a realização do evento Defesa Pública da Alegria. A Nota segue uma outra, onde a Secretaria da Segurança Pública – SSP/RS justifica a atuação da Brigada Militar. A nota do Governador é a que segue:

Nota de Esclarecimento

No dia de hoje, recebi, pela primeira vez no gabinete, mensagens formais e um e-mail informando a respeito de procedimentos lesivos aos direitos humanos e à dignidade das pessoas que teriam ocorrido após a ação realizada pela Guarda Municipal e Brigada Militar no dia 4 de outubro, e que não tiveram registro de imagens.

Determinei ao secretário da Segurança Pública, ainda hoje (7), que, a partir dessas informações que foram encaminhadas ao Governo e ao governador, busque, independentemente do inquérito policial, da ação da corregedoria da BM e de aferições administrativas que estejam sendo feitas, localizar e convidar estes cidadãos e cidadãs para que venham à Ouvidoria da Segurança Pública (Rua Sete de Setembro, 666, 2º andar, fone 0800-6465432) para informar detalhadamente suas denúncias.

Determinei, ainda, que, durante as escutas, estejam presentes uma representação credenciada da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e da Assessoria Superior do Governador.

Reputo que é extremamente importante que as informações sejam trazidas o mais rápido possível, diretamente a essa instância. A orientação de princípio do atual governo em relação ao comportamento das forças de segurança vai no sentido de garantir integralmente os direitos da cidadania, bem como qualificar permanentemente as ações de segurança dentro dos parâmetros da lei e da Constituição. Daí, temos por dever individualizar o comportamento de cada agente público policial para as respectivas decorrências legais e o próprio aprimoramento das nossas ações de segurança pública.

Desde logo, colocamos à disposição o endereço eletrônico do Gabinete Digital (gabinetedigital@gg.rs.gov.br) para que as pessoas que eventualmente sofreram lesões aos seus direitos possam fazer o seu registro de forma direta.

Finalmente, informo que esta medida não interrompe as demais providências que já estão em andamento dentro dos trâmites legais e administrativos que regulam situações como a referida.

Esta medida adicional visa a ampliar o conhecimento dos fatos precisamente a partir da perspectiva do respeito aos direitos humanos, que só podem ser garantidos com a plena informação e disposição das pessoas atingidas. Mesmo que, à primeira vista, o procedimento de um agente público não configure delito, uma atitude de prepotência e autoritarismo não pode ser aceita por qualquer governo democrático.

Tarso Genro

Governador do Rio Grande do Sul



Categorias:Outros assuntos

41 respostas

  1. Nada mais neoliberal que as redes sociais !!!! Bah facebook e o twitter mais ainda.
    São ferramentas do mkt digital oferecidas por empresas americanas.
    E o bobos do PT adoradores de cuba e queimadores do relógio organizando eventos pelo facebook…kkkk

    Curtir

  2. Em qquer país democrático qdo se afronta a Polícia se afronta as estruturas do Estado Democrático de Direito, pois queiram ou não, a polícia deve e representa ordem, caso contrário há a desordem e a desagregação do tecido social!!!
    Não importa se a coca-cola, o padre ou quem quer que seja que reformaram a praça, o que importa é que o tal do Tatu ali presente representa a confiança da FIFA num espetáculo mundial que ocorrerá no Brasil, e como tal o Brasil deve zelar pela imagem, segurança e paz do evento.
    E a Polícia, no exercício de sua função, já sabendo das consequências que poderiam advir da reunião de membros radiciais anarquistas de uma esquerda ultrapassada, estava ali presente, como Polícia Administrativa que é a Polícia Militar, ou seja, de cunho preventivo.
    Pois bem, a Polícia Militar muito bem fez de estar presente, pois como vários vídeos mostram, independente se tinha gente boa se manifestando tb, vários marginais foram pra cima da BM, e quem vai pra cima de Polícia quer o que?????? Respondam, quem vai pro pau com Polícia quer apenas manifestar se ponto de vista na paz ou quer guerra e destruição?????
    Se quisessem se manifestar pacificamente jamais iriam pra cima da BM, pois nao tem porque a BM chegar quebrando de pau sem motivo, nao tem lógica!
    Em qquer país democrático a polícia teria quebrado de pau mesmo quem afronta e bate em Polícia!!! Ví em vídeos no youtube a BM sendo empurrada e os anarquistas jogando barras de ferro na BM!!!
    Olha, isso é anarquia e ponto final!!!Não gostam do modelo “capitalista” vão pra Cuba, seus sujos!!!
    Que porra é essa de abraçar o Tatu?!?!????
    Tá loco em, qta gente alienada!!! Mas é uma minoria bem minoria de alienados que ainda tem Poa e estão quase em extinção, por sinal, haja vista os resultados das urnas!!!
    E esse governo do Estado que faz só blá blá blá, e gente morrendo direto em roubos de carros em Poa e nao se toma uma atitude real na segurança pública!!!
    Não se vê uma viatura da Brigada nas ruas, e isso se ocorre por uma estratégia política de esquerda retrógrada, do qto pior melhor!!!
    Pois a BM faz muito bem feito seu trabalho, tendo em vista o que ganham e as condições em que atuam.
    Agora a BM recebe ordens do Executivo, está de mãos atadas qto a orçamento, concurso pra novos soldados e capacitação dos batalhões e melhor remuneração!!!
    Em todos Governos PT e segurança pública é feita desse modo …

    Curtir

    • Felipe
      .
      Mandei para o Gilberto um longo artigo que procura dar uma visão completamente diferenciada de todas as que aqui permearam, talvez devido a extensão do mesmo ele fuja ao escopo deste blog, se o Gilberto não achar conveniente a sua publicação, posso enviar após a recusa por e-mail o artigo, mas pode-se simplesmente mostrar que as coisas não são tão simples como ambos os lados defendem, porque infelizmente (ou felizmente) não há mocinhos ou bandidos.

      Curtir

      • Rogério, ta indo pro ar o teu artigo mais tarde, tipo 8:30… já to agendando-o pra esse horário.

        Curtir

        • Chefia.
          .
          Mais uma vez obrigado, sei que o artigo meio que foge do espírito do Blog, mas devido ao teu espírito democrático e cidadão, mais uma vez vejo que as tuas intensões perpassam longamente a interesses pessoais.
          .
          Parabéns.

          Curtir

      • Sim, Rogério, a situação não é simples, e há mais de um lado na história sim, ninguém é inocente de achar que não … mas eu sinto que em Porto Alegre esse tipo de situação toma uma proporção que nao deveria tomar! Falo isso pois sou paulistano, e no momento moro um pouco em floripa e outro pouco em Poa, e vejo que a questão ideológica tem um peso muito forte na atuaçao das polícias que estão sob Administrações de esquerda!
        Agora, tinha muita criançada ali tb, pelas imagens se vê, que nem sabiam o que estavam fazendo, sem noção do perigo que pode advir de um tumulto que poderia vir a ocorrer e acabou, lamentavelmente, ocorrendo!
        Contudo, qdo se enfrenta a Polícia, mesmo que pelos motivos mais justos que sejam, e vejo que no caso nao havia motivo justo, nem algo que pudesse se considerar real motivo, é de se esperar que a situação possa ficar afressiva ou sair do controle!
        Achei até os policiais, pelas imagens digo, conseguiram se conter, e pouca gente ficou ferida, tendo em vista que agrediram policiais!
        Mas espero teu artigo entao, é sempre bom ver todos os lados de uma questão para se tentar chegar num entendimento melhor.
        Outra questão que percebi, a Polícia Militar de Poa, nao me pareceu treinada em termos de pelotão de choque pro tipo de situação, me pareceu uma atuação desordenada, sem padrão, com pouco efetivo policial, etc etc, mas isso é o comando da BM que tem que apurar!
        Mas mais uma vez, admiro demais o trabalho da BM, em vista da realidade que lhes é apresentada pra atuar.
        Abraço

        Curtir

        • Policia manter a ordem não é sinônimo de sentar o laço.

          Curtir

        • Felipes (esta é boa, pluralizar na resposta).
          .
          As polícias sempre tiveram e tem um forte componente ideológico na sua ação, quando assume um governo dito de esquerda ou popular, a mudança de orientação deixa claro este componente ideológico. Não se nota em governos conservadores porque a postura das forças policiais simplesmente replicam os comportamentos do passado.
          .
          Quanto a manutenção da ordem, uma polícia como a de choque tem várias formas de mostrar a população para que chegou sem precisar começar a baixar o porrete.
          .
          Só para dar um exemplo do passado, lá por volta de 1965, no meio de toda a confusão que havia na época (muitíssimas vezes maior do que dos dias atuais), as forças da ordem tinham determinadas atitudes que demonstrava que era a hora de dar no pé. Os infantes na época, calavam suas baionetas nos fuzis, e os cavalariços retiravam as espadas das bainhas (veja que as coisas eram bem mais sérias), mas isto era o sinal que a coisa ia engrossar, mas estas forças sempre deixavam livre uma rota de fuga para o pessoal dar no pé. Isto foi adotado até o momento em que a polícia começou a atirar (e não existiam balas de borracha) sem aviso, dando sinal que o tempo dos avisos tinha terminado e manifestantes seriam tratados não como cidadãos descontentes, mas como inimigos numa guerra. Depois disto é que começaram a chamada guerrilha urbana, não havia mais espaço para a manifestação democrática.

          Curtir

    • Perfeito, Felipe!

      Curtir

  3. A culpa foi inteiramente dos vagabundos que estavam a protestar.

    Curtir

    • Os idealizadores do protesto de quinta passada eram apartidários: músicos, pessoal de teatro e afins, só que como qualquer protesto sempre pessoas partidárias se infiltram para tirar algum tipo de vantagem para seus objetivos políticos. Pra mim houve erro em ir em direção ao Tatu, mas ao mesmo tempo a polícia começou a bater nas pessoas antes mesmo do Tatu ser furado, houve procedimento errado dos dois lados: dos manifestantes que até aquele momento faziam um protesto válido e civilizado e do nada resolveram ir na direção do boneco onde havia dezenas de brigadianos e da brigada pois não soube conversar e lidar inteligentemente com a situação e já saiu distribuindo cacetadas e balas de borracha. Tenho certeza que os que furaram o tatu foram os partidários infiltrados e irresponsáveis, pois mais de 20 pessoas ficaram feridas, sendo que muitos amigos meus e conhecidos foram espancados por tentar apaziguar os ânimos e defender seus amigos da reação desmedida da brigada. Final da história, todos perderam, Fortunati se reelegeu e o protesto pode ter perdido seu efeito prático por causa desse final desastroso.

      Curtir

      • apartidarios nada, é bem facil notar vendo os vídeos e lendo o que escreve.

        Curtir

      • Mas afinal, se o objetivo do protesto era uma ciranda pacífica ao redor do Tatu, por que foi retirada a cerca que o protegia? O erro começou aí… E pelo que sei não foi a PM que tirou a cerca, não é?

        Então agora é todo mundo vítima, mas na hora de se invadir um espaço limitado ninguém pensa nas consequências.

        E só para constar, acho que houve excesso de ALGUNS PM`s. Mas daí a condenar a ação tem uma distância enorme.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: