Mudança na licitação prorroga obra do aeromóvel em Porto Alegre

Nova alteração no cronograma elevará valores para conclusão do projeto

Conclusão da obra está prevista para primeiro semestre de 2013 Crédito: Paulo Nunes

A inauguração do primeiro aeromóvel comercial do Brasil, que deverá fazer a ligação entre a Estação Aeroporto do Trensurb e o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, foi novamente prorrogada. A conclusão das obras prevista inicialmente para ocorrer em janeiro deste ano, depois adiada para a metade de 2012, agora está prometida para o final do primeiro semestre de 2013 e com custo de R$ 5 milhões além do orçado, que era de R$ 29 milhões.

Conforme o diretor-presidente da Trensurb, Humberto Kasper, que coordena o empreendimento, a mudança em uma das licitações gerou o atraso. A obra é composta por quatro contratos: o primeiro com a Aeromóvel Brasil, empresa gaúcha responsável pela tecnologia, pelo projeto e pelo sistema de propulsão, com todos os controles em funcionamento. A empresa carioca T’Trans ficou responsável pela produção de dois veículos, um com capacidade para 150 e outro para 300 passageiros, ao custo de R$ 2,81 milhões. A Premold, de Sapucaia do Sul, venceu a licitação da construção da via por R$ 7,22 milhões. A Rumo Engenharia deve finalizar as duas estações por R$ 3 milhões.

Segundo Kasper, a licitação da empresa dos dois terminais causou os atrasos. Inicialmente, a vencedora foi a Arcol Engenharia, que ofereceu o serviço por R$ 2,27 milhões, assinou o contrato em novembro de 2011, mas depois desistiu. A nova empresa contratada, a Rumo Engenharia, assinou o contrato quase um ano depois, em junho de 2012, e teria que entregar a obra em seis meses, até dezembro deste ano. Além disso, o custo do projeto subiu dos R$ 2,27 milhões proposto pela Arcol, para R$ 3 milhões.

A T’Trans Sistemas de Transportes deveria entregar os veículos em outubro do ano passado, já que assinou o contrato em abril de 2011 com prazo de seis meses. A Premold firmou a empreitada em maio do ano passado, com previsão de oito meses para construir a pista, mas o prazo venceu em janeiro de 2012. Somando os valores dos três contratos citados, chega-se à cifra de R$ 13 milhões, quase a metade dos R$ 29 milhões orçados para o projeto no ano de 2011. Hoje, o investimento previsto alcança a casa dos R$ 34 milhões. ‘Estamos com todas as etapas sendo finalizadas simultaneamente e, na metade do ano que vem, estaremos com os testes concluídos e poderemos começar as viagens’, declara Kasper.

Correio do Povo



Categorias:Aeromóvel

Tags:,

40 respostas

  1. 2,81 milhoes? por dois trens?duas estações…3 milhões….vão ser feitos de que…ouro?é impressão minha ou ninguém está notando que estes preços estão fora da realidade….

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: