Smam planta arbustos em 89 pontos ao longo da Ipiranga

Além do embelezamento, plantios têm com objetivo evitar o depósito de resíduos Foto: Sérgio Louruz/Divulgação PMPA

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) está realizando plantio de arbustos em 89 pontos, ao longo de toda a extensão da avenida Ipiranga.

Em cada canteiro, são colocadas de cinco a seis mudas de dez espécies diferentes Foto: Sérgio Louruz/Divulgação PMPA

Os arbustos estão sendo plantados nas 89 estruturas de proteção, em concreto, localizadas na base dos postes da rede de alta tensão. São colocadas de cinco a seis mudas em cada canteiro, de dez espécies diferentes, como primavera, piracanta e bérberis.

Os trabalhos foram iniciados no final de setembro e deverão estar concluídos até 15 de novembro. Além do embelezamento paisagístico, os plantios, realizados pelos funciobários da Zonal Centro, têm como objetivo evitar o depósito irregular de resíduos nesses locais.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Paisagismo

Tags:,

25 respostas

  1. A minha decepção é grande. Tirar a erva de passarinho das árvores da Av. Ipiranga a Zonal Centro não tira e agora plantam arbustos que nunca receberão manutenção nem poda, crescerão e se tornarão árvores. Todo o arbusto com o tempo vira árvore…. (lembrem-se da pça Otavio Rocha). Que alegria ver a foto de Chicago e que tristeza pensar em minha cidade….

    Curtir

  2. Certo. E quando a árvore crescer, acontece o que com esse cimento? Meu deus é um bola fora atrás do outro, alguém não sabe o que significa PLANEJAR e PROJETAR…

    Curtir

    • Uma solução para evitar que as raízes das árvores estraguem as calçadas e ruas é usar um cano ao redor da árvore, para forçar que as raízes aprofundem na terra e se espalhem por baixo da terra e não na superfície.

      Se fizeram corretamente, enterrando o cano e a árvore até a medida certa e preparando o terreno abaixo do cano para permitir que as raízes se espalhem eu não sei… espero que sim.

      Curtir

  3. A iniciativa é louvável, mas e a ciclovia???

    Curtir

  4. É nisso que gastam o dinheiro arrecadado com as compensações de corte de árvores que deixaram de usar em replantio?

    Curtir

  5. Bah, na boa, essas tubulações de concreto protegendo os postes são o supra-sumo da enjambração… credo…

    Curtir

  6. Essa proteção é uma arma pra qualquer veiculo que passa.

    Qualquer perca de controle nessa desgraça pode ser fatal.

    Poderiam muito bem por algo de plastico com água ou areia dentro, por que não, algo como um vaso?
    Assim coloca as plantas e flores dentro, no caso de acidente, as chances de alguem sobreviver ficam maiores, e com as plantas e os vasos, tudo fica mais bonito.

    Mas né, esperar o que de uma cidade onde avenidas viram casas de mendigos?

    Curtir

    • Tu tem toda a razão Guilherme, bateu naquela “floreira cano” tá morto. É mais provável sobreviver caindo no Dilúvio do que batendo neste cano.

      Curtir

    • A proteção é uma arma para qualquer veículo que passa, assim como os largos postes da rede de alta tensão, centímetros depois. Não tem jeito.

      Curtir

  7. Mas a ciclovia não ia passar por estes pontos?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: