Lotações iniciam testes da bilhetagem eletrônica

 

Jornal Metro – Porto Alegre



Categorias:Bilhetagem Eletrônica

Tags:, ,

16 respostas

  1. Faço coro ao que o fmobus disse.
    Se recarregamos com dinheiro (R$), qual a dificuldade de fazer o sistema debitar o valor correto para cada tipo de transporte e cada dia da semana?

    Curtir

  2. Isso vai dar uma confusão legal de se ver.

    Curtir

    • Não deixas de ter uma certa razão Felipe X, mas isso é mais ou menos na tua faixa etária até pq, a maioria dos nossos clientes considerados de ótimo poder aquisitivo (turísmo), não usam computador e vão pagar diretamente na empresa. Em contrapartida, minha neta que não tem ainda 3 anos domina um Note como gente grande. E tua sugestão é muito boa…se existe recarga de cel em qualquer lugar, pq não comprar cartão
      de transporte, micro, bus,catamarã, metrô e vai sendo descontado no teu cartão de Banco, ai não precisa nem do cobrador….

      Curtir

  3. Antigamente havia somente o cobrador dentro do ônibus, hoje em dia existe o cobrador dentro do ônibus e mais um enorme infra-estrutura cara, pouco automatizada e cheia de gente trabalhando.

    No fundo o TRI serviu para encarecer mais ainda o transporte coletivo e não tornar o transporte coletivo mais econômico e eficiente.

    Curtir

    • Resumindo, aumentou-se a quantidade de pessoas mamando no sistema de transporte coletivo.

      Curtir

      • Realmente, se fosse para não ter cobrador e todos usuários usassem cartões (estudantes, melhor idade, deficientes) e sobra uma minoria que paga. `Poderia ter um cartão para essa pessoas tb. e o Micro, eu ando de vêz em quando, ainda preciso do carro… não vou ir atrás de cartão e comprar pela internet, lembrem-se que existe uma minoria( não tanto) que não tem internet e se tem não compra absolutamente nada, pq o sistema ainda não é totalmente confiável…tenho o mínimo dos mínimos de cartões na bolsa!

        Curtir

        • Quem não tem internet e usa lotação deve ser uma minoria da minoria da minoria, na boa…

          Mas sempre achei uma bobagem essa história de smartcard. Para mim os vales deviam ser cartões iguais aos de orelhão, a venda em qualquer banca, farmácia e lojinha da esquina.

          Curtir

    • A questão é que, nos países criadores do sistema, existem espécies de caixas eletrônicos para compra/recarga e aqui não, é uma baita burocracia, além de não poder pagar a porcaria do boleto em qualquer banco e muito menos no caixa eletrônico, ainda por cima o local de recarga tem um horário inviável para quem trabalha e estuda, não funcionando nos finais de semana. Quando vou recarregar tenho que pedir permissão no serviço, antigamente eu pedia permissão pra ir ao médico, agora é isso….

      Curtir

  4. Até hoje eu não entendi essa maluquice do TRI de diferenciar o que você pode fazer com cada cartão. O cartão carrega créditos com equivalência em Reais; se o uso daquele cartão não é liberado no modo de transporte (caso dos estudantes no lotação) ou no horário (caso dos estudantes no domingo), parece-me que a lógica seria simplesmente debitar a tarifa normalmente do crédito existente no cartão.

    Curtir

  5. Repito o que já disse algumas vezes aqui: conseguiram criar um sistema de cartão pré-pago em um transporte seletivo que exige que o usuário compareça em um dos dois postos de compra de passe antecipado da cidade. Se for um fracasso o motivo é bem claro para mim.

    Curtir

    • Lembro que recebi no material de campanha do Fortunati que vai ser implantando a compra de créditos pela internet, realmente não entendo porque tanta demora para fazer o obvio.

      Curtir

    • Se eu pudesse curtir mil vezes o seu comentário, eu faria. Este sistema é ridículo, é sempre uma dor de cabeça pra fazer a recarga.

      Curtir

    • Queria ver uma estatística de quantas pessoas realmente usam o Vale-Antecipado. É tanta mão pra usar que simplesmente não vale a pena, fica melhor pagar em dinheiro na roleta.

      Curtir

      • Muita gente usa, pois ganha da empresa, então no caso não precisa fazer tudo isso. Como eu sou estudante só assim mesmo para conseguir o desconto, e para renovar a carteirinha é outro sacrifício, tens que preencher formulário todo ano.

        Curtir

      • Eu uso, e acho melhor que pagar com dinheiro, porque é ruim ter que ficar catando moedinhas todos os dias, assim como as antigas fichas, o problema é realmente essa “parceria” na hora de pagar os créditos. Mas como sou uma pessoa otimista acredito que isso será solucionado brevemente até 2020.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: