A falta que faz o trem

O maior problema logístico do Brasil é a a falta de ferrovias para transportar a produção. E por isso toda comparação com outros países fica prejudicada. É quando se compara, por exemplo, o Brasil com os EUA.

O Rio Grande do Sul gasta 18% de tudo o que produz – do PIB – para transportar a produção. Os EUA só 8,5%. E o gasto maior é com o transporte de longa distância. Nos EUA e Europa é feito por trem. Aqui pelo caminhão. Um trem carrega sozinho mais de 3 mil toneladas de produtos em uma única viagem. Ele substitui quase 100 caminhões. Outro desperdício é o pouco uso dos rios e lagoas, onde o Rio Grande do Sul tem a maior malha navegável do país, hoje um pouco menos abandonada porque usada por embarcações do polo petroquímico. Mas os calçados e outros produtos exportados vão ao porto de Rio Grande, levados ao longo da Lagoa dos Patos em caminhões.

Affonso Ritter



Categorias:ferrovias, Meios de Transporte / Trânsito

Tags:, , , ,

17 respostas

  1. Compartilho da opinião sobre a necessidade de investimento na infra hidro e ferroviária.
    Na realidade é difícil nominar qual é o maior problema logístico do Brasil.
    Se pudesse opinar sobre o estilo da redação eu diria que matérias que começam com “o maior”,”o melhor”,”o pior” acabam por cair em descrédito por não citar a fonte.
    Temos vários outros problemas logísticos no Brasil. Falta de ferrovias e hidrovias é apenas um deles.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: