Em Londres, Brasil divulga imagem e busca negócios visando Copa 2014 – mas o RS não

País está participando da Feira Mundial de Turismo, na capital britânica

Feira Mundial de Turismo – Londres – Foto: Gerson Ibias

Como sempre, o estande do Brasil era bem “pobrinho”. Tinha muito pouco material para distribuição, ainda mais comparado com países como Chile, México, Cuba, etc.
 
São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Ceará, Pernambuco e Brasília, entre outros, foram representados com seus prospectos, folhetos e mapas em seus respectivos balcões de divulgação.

Da Região Sul somente o Paraná possuía um. 

Esse já é o 3º ano, pelo menos, que não temos um balcão do RS vendendo o estado.

Gerson Ibias

Feira Mundial de Turismo – Londres – Foto: Gerson Ibias

_____________________

Matéria do Portal 2014:

De olho na Copa do Mundo de 2014, o Brasil está participando da Feira Mundial de Turismo (World Travel Market), em Londres, visando fechar novos contratos e divulgar ainda mais a imagem do país no exterior.

Neste ano, o stand de exposição do país no evento é maior do que nas suas edições anteriores. Uma grande bola de futebol foi colocada na entrada da área brasileira na feira.

“Nós temos a mesma informação turística de sempre, por isso, quando vem alguém interessado em aspectos relativos ao Mundial, o dirigimos à área de operadores turísticos”, explicou à Agência Efe, Elisabeth Cordeiro, uma das encarregadas de promover a cidade de Rio de Janeiro.

Elisabeth reconhece que muitas das informações solicitadas neste ano não se referem apenas a pontos tradicionalmente atrativos, como a praia de Copacabana, mas também dizem respeito à preparação da cidade para a Copa e, depois, para os Jogos Olímpicos de 2016.

“Há muitas áreas renovadas, novos hotéis, novas vias de acesso, mas tudo isso está em processo. Quanto às competições forem começar, teremos que estar preparados para mostrar todas as novidades”, explicou.

No fundo do stand brasileiro, mais de 20 profissionais do setor busca promover suas empresas visando os eventos esportivos. É o caso de Robson Maciel, responsável de operações internacionais da Vialandauto, especializada em transportes de pessoas, com sede em São Paulo. Atuando em toda a América Latina, é a primeira vez que a empresa está na Feira.

O representante afirmou que o evento serve para divulgar o empreendimento mais do que para fechar contratos, embora reconheça que, um ano e meio antes da Copa, já conta com cinco grandes grupos confirmados. Segundo Robson, a principal dúvida com relação ao Mundial do Brasil, diz respeito à segurança.

“Nunca tivemos um problema de segurança no transporte, mas para aqueles preocupados também oferecemos deslocamentos em veículos blindados como o que utilizava o ex-presidente Lula”, disse.

Portal 2014, com participação de Gerson Ibias, direto do World Travel Market, Londres

Fotos: Gerson Ibias



Categorias:Eventos, TURISMO

Tags:, ,

13 respostas

  1. Sinceramente acho que apenas Gramado teria condições de representar o RS em termos turísticos…mas como é uma “cópia” da Europa (isso não é pejorativo) talvez não atraia tanto aos europeus em si…Porém os nossos últimos governadores são um zero à esquerda quando o assunto é promover o estado, seja turismo ou negócios!

    Curtir

  2. é por que o nosso excelentisso governador foi pra cuba fazer não sei o que em vez de ir pra londres divulgar nosso estado…sem comentarios. por isso que esse estado não anda mesmo

    Curtir

    • Vcs se deram conta pq falta material de divulgação?
      Agora é a Feira em Londres, semana passada foi a FIT em Buenos Aires, anteriormente a ABAV no Rio de Janeiro e agora dia 22 vamos ter o Festival do Turismo de Gramado…e ai??? falta material… É muita badalação e pouco resultado. Não temos material, mapas principalmente para os turistas que fazem City Tour. Nrm o Bureau do AER tem material… o estagiário rsrsrs diz simplesmente que não tem e pronto. Por mim podia fechar!

      Curtir

  3. Vamos falar a verdade, o Brasil nao e’ tao atrativo quanto muitos certamente pensam. O que ha’ de melhor sao as praias e, mesmo estas, perdem para opcoes melhores mais perto dos gringos (Caribe e Mediterraneo, por exemplo, sem falar de Tailandia etc). Mesmo Salvador, que e’ um dos locais mais visitados no pais, e’ um pessimo destino turistico, com aquela praia urbana que mais parece o piscinao de Ramos, fora a pobreza geral e o lixo nas ruas.

    Curtir

  4. @ Marcelo Bumbel: Eu frequento essa feira a pelo menos uns 12 anos. E ate’ uns 5 anos atras o RS sempre era representado…nao sei pq pararam!?!?
    Quanto a “vender” o RS para alemaes e italianos isso nao procede, ate pq as milhares de pessoas que frequentam a feira vem de todos os cantos do mundo.

    PS: Os estandes de NYC, Catalunia, Ilhas Canarias, Baleares, Sicilia, Dubai e tantos outros eram muito maiores do que o do Brasil INTEIRO(como sempre!). Alem de, como ja disse, a fartura de catalogos, fotos, mapas de outors paises/regioes eram de uma qualidade e quantidade de deixarem o pais da Copa e das Olimpiadas com vergonha.

    Curtir

  5. Não é querendo ser bairrista, mas, sendo um pouco, o fato é que direta, ou indiretamente, o Rio Grande do Sul, não faz muita parte do Brazil !

    Curtir

  6. O RS quer negócio é com Cuba, não é Governador???

    Curtir

  7. A questão é que a Inglaterra é o berço do capitalismo, então nosso estado marxista vai a Cuba se promover. Não é brincadeira.

    Curtir

    • Verdade hauhauhaua se bem que ninguém dava nada pra China anos atrás, e se um dia houver um revés do tipo em Cuba eles serão uma baita potência, tem boa educação, mão-de-obra barata e uma baita localização.

      Curtir

  8. Olha, não sei o que o RS pode ter para divulgar e atrair turistas da Europa. Italianos pra ver Caxias, alemães para passearem por Gramado? Nossas praias são feias, o pampa argentino é muito mais vasto que o nosso, POA é zero em matéria turística, enfim, não acho que temos material pra montar estande na feira.

    Curtir

  9. Quanto a materia, o que Porto Alegre teria a cara de pau de divulgar para atrair um turista a vir aqui? Claro, seria nossa maior propaganda: o por do sol.
    A questao eh que esta cidade nao oferece nehum lugar para sentar e poder assistir sua maior propaganda.

    Curtir

  10. Que chique, uma materia do nosso correspodente de Londres!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: