Bares da Cidade Baixa tem horário especial no verão

Funcionamento ampliado na Cidade Baixa vale até o fim do horário de verão Foto: Cristine Rochol/PMPA

O primeiro fim de semana de funcionamento ampliado na Cidade Baixa foi tranquilo. As equipes de fiscalização não receberam denúncias e também não flagraram nenhum estabelecimento fora do horário permitido ou com outras irregularidades. Desde a última semana, um acordo do Grupo de Trabalho Cidade Baixa permite que, durante o horário de verão, bares e restaurantes funcionem até às 3 horas da madrugada de quinta a sábado e em vésperas de feriados. A medida é restrita a parte interna dos estabelecimentos e está prevista para ocorrer até 17 de fevereiro de 2013.

Mesas e cadeiras que estiverem em locais externos deverão ser recolhidos até as 2 horas. De domingo a quarta-feira permanece o horário determinado em decreto, até a 1h, com ocupação da área externa até a meia-noite. O acordo tem caráter experimental e as equipes de fiscalização da Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio estão monitorando as empresas no bairro. Nas próximas reuniões do GT, Smic, moradores e empresários vão avaliar os primeiros dias do funcionamento ampliado.

“Durante o verão, as pessoas costumam sair mais tarde e ficar até mais tarde na rua. Além disso muita gente viaja nos fins de semana. Então estendemos o horário para que os bares possam se ajustar a esse comportamento dos porto-alegrenses e colocamos as quintas-feiras no acordo porque o movimento diminui nos fins de semana. Não é uma lei, não é um decreto! Vamos monitorar e se essa experiência der certo, podemos tornar a norma definitiva para os próximos anos.” disse o secretário da Smic, Omar Ferri Júnior.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

20 respostas

  1. Mas nada contra quem goste de mendigos, podem dormir com eles, não vejo problemas… desde que façam suas nececidades na entrada da residencia de quem os ama.
    😀

    Curtir

  2. Roubos de carros são realmente feitos por gente bem vestidas… mas as ultimas duas vezes em que fui assaltado, foram por mendigos, e nas ultimas duas vezes, tentaram me esfaquear, sendo que numa delas, ele estava drogado.

    Alias, minto, no meio termo, teve uma em que um carro parou, não consegui ver a cara de ninguem, mas acho que o carro era roubado, ja que deveriam ser absurdamente burros pra assaltar alguem com o carro da mamãe…

    Curtir

  3. Não vejo necessidade para calçadões na Cidade Baixa, principalmente depois que a SMIC conseguiu matar o bairro.
    Agora eles estão tentando correr atrás do prejuízo, com essa mudança mas o reflexo da coisa foi bem o que relataram nos comentários anteriores: com menos gente indo na cidade baixa, menos circulação de pessoas, mais criminalidade. É uma álgebra fácil de fazer.

    Curtir

    • Que drama. Estou sempre por lá e está bem longe de morto. E ainda estou para ver algum índice que demonstre aumento de criminalidade, só vejo fofoca.

      Curtir

      • Antes da éSMICarajo o bairro tinha boêmia todos os dias da semana, agora tem só de quinta a sabado e olha lá…só quero ver no forte do verão: ninguém a vista…
        Quanto a criminalidade é simples, desde que as ruas sejam bem iluminadas e tenham grande movimento de pessoas, todos estarão seguros…no entanto na CB tem – como na cidade toda – vários pontos com luz fraca…e a polícia só passava por la quando foi instaurado o toque de recolher – vide dezembro de 2011 – munida de escopetas 12 e armas outras de grosso calibre…

        Curtir

  4. Realmente, poderiam fazer um estacionamento subterraneo e um mega calçadão ali pela CB, ficaria show..

    Com mesas nas calçadas, um bom espaço para as pessoas caminharem, e uma faixa pra cada lado, para carros, sem estacionamento… seria show…

    Curtir

  5. CB precisa de calçadas mais largas.

    Curtir

    • Podiam transformar a quadra da República perto da J. Pessoa em um calçadão, assim como o trecho Venâncio-Loureiro da Lima e Silva e deixar a João Alfredo com calçadas bem largas e apenas uma pista para carros.

      Curtir

      • Aha!! Lá em Lagos (Portugal) tinha uns calçadões assim, com bares e lojas… se for bem estruturado (acho difícil) ficaria bem legal.

        Curtir

      • A João Alfredo realmente precisa de calçadas mais largas, a República até tá ok. A verdade é que as ruas de Porto Alegre são muito estreitas, não dá pra colocar duas pistas pra carros que as calçadas já ficam estreitas!

        Curtir

  6. mimimi à vista

    Curtir

  7. Excelente.

    Por que ta horrivel a cidade baixa, só vejo mendigos nas ruas, ta louco…

    Alias, o que vi de BOLSAS largadas com resto de maquiagens e cartões pelas ruas nesse final de semana…. la na cidade baixa….

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: