Falta de estacionamentos força adaptações para inauguração da Arena

A nova casa do time possui capacidade para cerca de 60,7 mil torcedores
Foto: Lucas Uebel – Blog Grêmio Arena – 07/11/2012

Faltando menos de um mês para a inauguração do novo estádio do Grêmio, uma questão vem preocupando os organizadores do evento: o baixo número de vagas de estacionamento para a demanda de público que o jogo exigirá. A nova casa do time possui capacidade para cerca de 60,7 mil torcedores. A inauguração ocorrerá no dia 8 de dezembro e contará com shows, apresentações teatrais e reedição do Mundial de 1983, em um amistoso diante do Hamburgo.

O que se tem, atualmente, é um estacionamento interno da Arena com 2,3 mil vagas, que já estão reservadas à convidados e aos sócios que possuem camarotes e as chamadas “cadeiras gold”. Também está sendo preparado um estacionamento na área onde ficaram os blocos pré-moldados durante a obra, que comportará 3,5 mil veículos, sendo que desta quantidade 2 mil já foram comercializados e o restante foi reservado para convidados.

Para o restante do público estão sendo alugados bolsões de terrenos para servir de estacionamento no entorno do estádio, localizado no bairro Humaitá. Mesmo com a locação desses terrenos, não se chegará ao total de 30 mil vagas, número adequado para a demanda de carros esperados para um jogo de casa lotada, conforme a EPTC.

Com isso, os organizadores do evento estão estudando medidas para incentivar o uso de transportes coletivos. Está prevista uma avenida de acesso da estação Anchieta até o estádio, onde o trajeto é de 1100 metros. Além disso, haverá uma linha especial de ônibus que deslocará torcedores do Centro até o estádio antes e após a inauguração.

Para os torcedores que vêm do interior do Estado, a orientação é de que se desloquem por meio de caravanas. Segundo a EPTC, haverá estacionamentos próprios para essas conduções vindas de fora de Porto Alegre. O presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação, Vanderlei Cappellari, alerta para o fato da região não estar acostumada a receber grandes eventos. “Nos primeiros jogos as pessoas necessitarão de uma forte orientação para poder se localizar sem dificuldades. É uma área desconhecida da população”, ressalta Cappellari.

“Estamos preparados”, diz presidente da Arena Porto Alegrense

O presidente da Arena Porto Alegrense – empresa que faz a gestão do novo estádio – Eduardo Pinto, demonstra maior otimismo quanto a organização do entorno do estádio e não prevê grandes transtornos. “Estamos preparados para funcionar em um evento de 60 mil pessoas”, afirma. Porém, ele pede paciência aos torcedores na evacuação do estádio e para que utilizem transporte coletivo ou misto para acessar o local.

Ele sugere, por exemplo, que o torcedor deixe seu carro próximo a uma estação de trem e utilize o transporte público para completar o trajeto. “Futuramente as estações vão sofrer adaptações e serão melhoradas. Há discussões com a Trensurb de se privatizar as estações Farrapos e Anchieta, em função do aumento de usuários que ocorrerão nelas em função do estádio”, revela o presidente da Arena.

Está previsto no projeto da Arena ainda a construção de um edifício garagem com capacidade para 3,5 mil vagas e que será administrado pela construtora OAS, responsável pela construção do estádio. As vagas serão compartilhadas por torcedores do clube e para quem for utilizar o shopping, outro empreendimento previsto no complexo. Não há estimativa de data para a conclusão dessas obras.

Eduardo Pinto confirma que os procedimentos serão os mesmos caso o Grêmio chegue à final da Sul-Americana – marcada para os dias 5 e 12 de dezembro – e opte por jogar a decisão na Arena.

Nícolas Pasinato = SUL 21

_________________________________

Não entendi bem o que significa “privatizar as estações Farrapos e Anchieta”.  O que será isso ?  



Categorias:Arena do Grêmio, Grandes Projetos

Tags:, ,

29 respostas

  1. A Arena foi feita em lugar ruim de chegada e saída, ou à pé, de busão, de metrô, ou carro, já chega o Beira-Rio. Acessibilidade é prioritária nos grandes eventos. Este povo só que ganhar dinheiro, e atender mal os visitantes..

    Curtir

  2. Se existe “inteligência coletiva” então deve existir “ignorância coletiva” também. Como é que ninguém até agora lembrou que parte dos torcedores pode ir de bicicleta? Só precisa fazer um bicicletário – cada vaga de automóvel pode ser transformada em 10 de bicicleta.

    Curtir

  3. 701, 703, 704, 704.1, B25, B55, T2A.1, Futebol…. só aí são 8 linhas de ônibus, o torcedor tem que deixar de ser dondoquinha e querer ir de carro até “dentro do campo”. Só que a EPTC precisa se mexer, no próprio Olímpico já fiquei sem conseguir pegar o T2 porque o último era 00:00 e o jogo terminou 00:20 (disputa de penaltis).

    O jogo de inauguração iniciará às 22:30, isto é, terminará 00:30.

    Outra sugestão interessante é estender/alterar o trajeto lotações, poderia muito bem ter as linhas da Zona Norte (Leopoldina, Pq dos Maias, Sarandi) indo da Arena para o bairro e até aquelas da Zona Sul poderiam sair extraordinariamente da Arena, passando pelo Centro e seguindo sua rota normal.

    Olha, é só refletir 5 minutos que me surgiu estas ideias, tem gente que ganha para isto e não faz nada.

    Curtir

  4. e cade a passarela pra estacionar do outro lado? ou acham que ninguem vai estacionar la e passar correndo a freeway…e o pier pra que vem de barco da zona sul?

    Curtir

    • Não entendi, você quer estacionar numa fre-way?

      Curtir

    • Mas se você está falando da rua do outro lado da fre-way, até que seria uma boa ideia já que naquela região existem muitas área desocupada. A gestora da Arena poderia alugar algumas daquelas áreas junto ao futuro CT, cobrando um valor para estacionar e oferecendo acesso para a Arena através de ônibus circulares.

      Curtir

  5. O principal ja’ esta’ feito, que e’ um estadio novo, moderno, sem rachaduras, com a torcida proxima ao campo e tudo de mais moderno do planeta; o secundario agora e’ continuar arrumando as vias de acesso e ampliar a estacao Anchieta do trensurb. Todo mundo ja’ sabia que na inauguracao as vias nao estariam prontas ainda; alias, o estadio tambem nao estara’ totalmente pronto.

    Curtir

  6. Trensurb será a melhor alternativa de longe. Esperamos pelo aeromóvel que faca a ligacão entre o trensurb e a arena.

    Curtir

  7. Eu acho que precisa apenas de um grande estacionamento para ônibus de excursões do interior, já que sabidamente boa parte da torcida do Grêmio, vinda de fora, usa esse meio de transporte para chegar ao estádio do seu clube. Além disso, com a Arena, os gremistas do Vale dos sinos também poderaõ vir de trem.

    Curtir

  8. Acho que, mais uma vez, houve falta de ousadia. Poderia-se talvez, num pensamento rápido que estou tendo agora, ter sido construido uma linha de aeromóvel (com bilhete integrado único) entre a estação trensurb da Farrapos pela AJ Renner até o estádio? Ou do aeroporto até a Arena? (ou Anchieta-Arena)

    Curtir

    • Exatamente Marcelo, já havia pensado nesta possibilidade. Deveriam os dirigentes da Gremio Empreendimentos já ter discutido com a Prefeitura este tipo de solução e aproveitar a construção do trecho da estação Farrapos até o aeroporto e fazer a mesma coisa do outro lado, até a Arena. Seria muito prático e serviria também para os moradores daquela região.

      Curtir

  9. Eu vou ir aos jogos na Arena de Trensurb… e sem estresse.

    Curtir

    • Como já disse aqui o Trensurb tem capacidade de transportar 30 a 40 mil passageiros/hora. Ou seja, em 2 horas de trensurb, usando 25% da capacidade do trem, já dá para encher 1/3 da Arena.

      A estação Anchieta é acanhada, mas ninguém vai ficar passeando por lá, pois que usar o trensurb para ir aos jogos do Grêmio vai querer ir logo para o estádio novo.

      Curtir

  10. Cara, Estação Farrapos pra ir à Arena? Mas fica mais de 3km do estádio. E tendo que atravessar a vila Farrapos. É sério isso?

    Curtir

    • Estação Anchieta, e não a Farrapos.

      A Anchieta fica a 1,5km dali. É a opção mais perto.

      Se fosse a Farrapos, concordaria contigo: tá louco! hehehehe

      Curtir

      • Cara, leia de novo a notícia: “Há discussões com a Trensurb de se privatizar as estações Farrapos e Anchieta, em função do aumento de usuários que ocorrerão nelas em função do estádio”.

        Curtir

        • “Está prevista uma avenida de acesso da estação Anchieta até o estádio, onde o trajeto é de 1100 metros.”

          Quarto parágrafo.

          Claro que a estação Farrapos poderá ser alternativa, mas não a pé!

          Curtir

  11. Os gremistas seguirão seu hino ao pé da letra!

    “Até a pé nós iremos. Para o que der e vier. …”

    Estádio quase pronto e muito, muito bonito! Porém, faltam vias de acesso, sinalização, transporte público, segurança, estacionamento, calçamento …

    Os gremistas e os portoalegrenses que quiserem aproveitar o estádio ainda terão que esperar um bom tempo para terem uma infraestrutura adequada.

    Até lá, não adianta encherem o peito de orgulho e saírem dizendo que têm o melhor estádio do país, pois “o que a boca fala o ** paga” !

    Curtir

    • Responsabilidade da Prefeitura. Total falta de responsabilidade, melhor dizendo.

      Curtir

      • Pô GIlberto, convenhamos, a prefeitura doou terrenos pro Grêmio (http://www.portal2014.org.br/noticias/2131/PREFEITURA+DOA+AO+GREMIO+TERRENO+DO+OLIMPICO.html) e ainda alterou o plano diretor da área da Arena e do Olímpico e tu ainda acha ruim que ela não fez o entorno? A OAS que devia fazer como o Praia de Belas e o Bourbon Wallig fizeram com seus entornos em contrapartida de regalias dadas pela prefeitura.

        Curtir

        • Até pode ser, mas a iniciativa pra que isso acontecesse é da Prefeitura. Ou tu queria que o Grêmio privatizasse o entorno? Presta atenção no que vocês falam.

          Curtir

        • Não, nem a arena, nem o Bourbon, nem o Praia de belas deveriam fazer essas mudanças, isso é papel da prefeitura.

          Essas obras ajudaram a valorizar a região, eles fizeram apenas o papel deles investindo e fazendo o deles, a parte de fora é da prefeitura.

          Curtir

        • Até concordaria com vocês dois, Gilberto e Guilherme, mas normalmente isso é feito pois a prefeitura “quebra um galho” pra coisas que, até onde eu saiba, não são permitidas. Tanto no caso do Praia de Belas qto no Bourbon Wallig a prefeitura permitiu que fossem feitas passarelas ligando os shoppings a seus respectivos prédios de escritórios, passando sobre a rua. Em contrapartida, eles teriam que fazer melhorias no entorno. A prefeitura não tem que prover acesso a um shopping ou estádio. São empreendimentos privados. Se escolheram aquele terreno pra um shopping, sabiam que a rua era aquela, daquele jeito. Olhem o Jardim Europa. Abriram várias ruas que não existiam. A Arena pra mim deveria ser o mesmo caso, assim como seu “bairro” anexo, que a OAS vai construir.

          Claro que, se a prefeitura se comprometeu a fazer no caso da Arena, ela terá que fazer, sem choro. Resta saber se ela deu prazo, pois o Grêmio foi quem quis inaugurar a Arena agora, claramente pra mostrar pro Inter que a Copa das Confederações e do Mundo podiam ser lá pq já tem estádio pronto. Bem coisa de criança, do grenalismo tosco característico aqui da terrinha. Se tivessem bom senso, esperavam o entorno ficar pronto pra inaugurar.

          Curtir

      • Cara, deixa de ser ignorante. Esses terrenos “doados” ficam no Estádio Olímpico e já faziam parte da área gremista. Foi um espécie de regularização de área para depois permitir a troca com a OAS sem rstrições burocráticas. Aliás trata-se uma área minúscula de 2 mil e poucos m2.

        Curtir

    • Tomara que não esteja chovendo no dia 08\12, pois os torcedores terão de usar barcos, sendo que a rua de acesso da estação do trensub até a arena vira um ‘pisinão” que dura semanas alagada..

      Curtir

  12. Sobre privatizar as estações, imagino que o Grêmio ou a OAS assumam a responsabilidade de fazer adaptações e melhorias nessas estações, talvez a manutenção também.
    Não faço ideia do que mais isso pode significar.

    Curtir

  13. Complicado mesmo…

    O povo na região pode tirar uma graninha alugando em suas casas, assim como acontece na região do Olimpico.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: