Píer de Ipanema estará pronto no início de dezembro

Instalação está em andamento na altura da av. Guaíba esquina com a rua Leblon Foto: Divulgação/PMPA

Está em andamento junto à orla do bairro Ipanema, na altura da avenida Guaíba esquina com a rua Leblon, a construção do píer flutuante que irá criar uma nova alternativa de embarque e desembarque de passageiros para os barcos de pequeno e médio porte que fazem passeios turísticos nesta região da orla do Lago Guaíba. Os trabalhos foram acompanhados na manhã desta quarta, 14, pelo secretário municipal de Turismo Luiz Fernando Moraes, e a presidente da Associação do Turismo Náutico (Atun-RS), Adriane Ebling, que receberam da Cooperativa Good Cooper, empresa responsável pela execução da obra, a confirmação de que o equipamento estará pronto no início de dezembro. “Já para o verão que se aproxima teremos à disposição dos visitantes e porto-alegrenses maior oferta no turismo náutico nesta região privilegiada da orla com passeios diferenciados”, comemorou Moraes.

A etapa em andamento é a instalação dos cabos subterrâneos para levar energia até o píer, que será iluminado em toda sua extensão, de 20 metros, e a colocação das 12 estacas que sustentarão o equipamento dentro d’agua. Seis delas já estão fixadas. Terminada esta fase, começará a montagem dos módulos em madeira autoclavada e sua fixação sobre 36 bombonas de poliprolineno, na cor azul, que permitirão que o píer acompanhe as mudanças de nível das águas. Esta montagem será feita na sede da Good Cooper, em Guaíba, e quando pronta toda a estrutura será transportada pelas águas do lago Guaíba até Ipanema, onde os módulos flutuantes serão fixados às estacas. A ligação do píer com a margem será por meio de uma rampa de madeira com extensão de 10 metros, que também flutuará para acompanhar o nível das águas.

Mais barcos e roteiros – A presidente da Atun-RS antecipou que os passeios com saída do píer de Ipanema serão realizados por três embarcações. Uma delas, o barco Travessia, realiza passeios há vários anos na região. Uma nova embarcação estará licenciada até o final deste mês, pronta para entrar no circuito dos passeios náuticos, e a terceira ficará pronta no final de dezembro. “Com esta frota teremos passeios regulares de terças a domingos, com horários fixos e percursos diferentes”, anunciou Adriane. Os barcos também terão roteiros específicos para locação por grupos. Juntas, as três embarcações terão capacidade para até 70 passageiros.

A construção do píer foi possível graças ao repasse de recursos pela Secretaria Municipal de Turismo para a Atun, por meio de convênio, no valor de R$ 43 mil. O equipamento também será destinado ao uso público por embarcações de lazer, como lanchas, com até 70cm de calado. Atualmente, as embarcações que fazem passeios turísticos partindo da zona Sul ficam distantes da orla, exigindo que os passageiros façam o percurso de bote entre margem e os barcos.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:ORLA, Pier de Ipanema

Tags:, , ,

22 respostas

  1. cade os jerivas?

    Curtir

  2. Santa ingenuidade… Um Louvre ou um Met nesta triste província? E pendurar o que nas paredes, xerox coloridas do acervo dos verdadeiros? É, mas concordo contigo em uma coisa: é preciso começar do 0, depois vem o 1 (após 20 anos, no mínimo), depois o 2 (mais uns 15 anos), o 3 (a perder de vista)… Pior é quando se olha o local que estes gênios da prefeitura escolheram, quando um pouco mais adiante (na esq. da Otelo Rosa c/ Guaiba) já existe o enrocamento inicial para um trapiche decente, estruturado em concreto, cf. antigo projeto que deve dormir em uma gaveta de nosso burgomestre… Vamos aguardar o primeiro minuano “às ganha” pra ver o que acontece com este projeto que deve ter saído da cabeça de um símio…

    Curtir

  3. Eu acho que não tem cabimento comparar um pier em Ipanema com piers pelo mundo afora em cidades de grande movimento turístico internacional. Assim é fácil… encontrem exemplos de cidades de poucos turistas, com bons piers feitos pelo governo municipal…isso seria um bom exemplo… Na maioria dos casos vão também encontrar piers simples, mas pelo menos funcionais.

    Curtir

    • é como se eu fosse comparar qualquer outra coisa… vamos comparar os museus de Poa com os de Paris ou de NY? Porque nao? Não podemos pensar pequeno… Porque nao podemos ter um Louvre..porque nao podemos ter um Metropolitan? ,,,,sim nao podemos pensar pequeno…sem dúvida,… mas pensar na medida certa das possibilidades…e principalmente …FAZER…. nao ficar falando eternamente de como merecemos coisas maiores e melhores … este pier é um primeiro passo… para sair do ZERO… do zero ao 1 tem uma distância enorme…a distância entre a apatia e a capacidade de realização… o 2 … o 3… o 1000 …. vem depois mais facilemente….

      Curtir

  4. Achei que fosse umas palafitas sendo construida nas margens do Amazonas…

    Curtir

  5. Pier??? fala sério, não paça de um trapiche vagabundo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: