Só 30 minutos de casa ao trabalho ?

João Hermes Junqueira,
especialista em trânsito – Unisinos

Jornal Metro – Porto Alegre



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:,

50 respostas

  1. Segue desgovernado o Bovinão . Carris pára, ninguém avisa e povo se f… : http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=478084

    Curtir

    • “Entre as reivindicações dos funcionários da Carris, estão o excesso de cargos de confiança na empresa pública; sucateamento da frota e das oficinas; falta de segurança para motoristas, cobradores e passageiros; uniformes de má qualidade; e falta de condições para cumprimento dos horários.”

      Legal que dessa vez não estão lutando só por aumento de salário.(Nem sei se isso está sendo reivindicado)

      Curtir

      • Julian,

        “Legal” também fazer greve sem manter 30% da frota ? Sem avisar 72 horas antes ?
        Que a Justiça ferre financeiramente o SIndicato dos Rodoviários ?

        Curtir

        • Infelizmente, nesse nosso sistema, é preciso incomodar para ser ouvido.

          Curtir

        • Falei apenas do que esta sendo pedido.
          Quando os funcionários da Trensurb fizeram greve, reivindicaram um monte de coisas, que seriam benéficas também aos passageiros. (como mais seguranças nas estações, mais funcionários para atender ao público).
          Mas quando liberaram o aumento do salário, a greve acabou e ficou por assim. Sem segurança, sem mais funcionários…

          Curtir

  2. Em meu antigo trabalho, eu levava 7 minutos de bicicleta para voltar. Era aqui mesmo no bairro. Agora pego o ônibus as 18:30 no centro (camelódromo) e desço às 19:05, aqui no Sarandi (2 paradas antes do fim da linha), então não posso reclamar de nada e posso, sim, acreditar nessa pesquisa… E se eu fosse de carro, seria mais rápido fazendo o caminho do ônibus, mas sem paradas…

    Curtir

  3. Acho que a reportagem tentou passar a ideia de como a mobilidade da Grande POA é ruim, isso medido em tempo perdido no deslocamento. Como disseram aí, tempo gasto no deslocamento é uma coisa muito relativa à distância percorrida. Deveriam mostrar essa pesquisa levando em conta a média de velocidade. Quantos km/h as pessoas se percorrem aqui e em cidades com boa mobilidade urbana, a título de comparação. Aí podemos tirar conclusões.

    Curtir

  4. Acho que o segredo, já que o Poder Público não faz a sua parte, é tentar morar o mais próximo possível de seu trabalho. Isso pode significar não viver na casa ou bairro que se poderia viver, mas é uma questão balanço entre os argumentos pró e contra.

    Curtir

    • Ter dinheiro para isso é que é a questão.

      Curtir

      • Exatamente.

        Muitos ainda dizem que o dinheiro gasto com deslocamento daria pra investir num imóvel mais perto do trabalho.

        Depende. Pra quem trabalha no Moinhos? ou Bela Vista? e Mora no Sarandi? a diferença é ABISSAL!

        Ainda sobre interligar as cidades, não é só Canoas que tem problemas. Canoas (e Vale dos Sinos) ainda tem metrô. E quem mora em Cachoeirinha, Gravataí, Viamão e Alvorada? lá a coisa é pior ainda!

        Essas cidades dependem de empresas de ônibus, que tem “esquema” com a Metroplan, então o resultado é: ônibus sempre lotados, demorados e com horários muito espaçados!

        Curtir

        • Se esse metrõ de POA fosse extendido praquele braco metropolitano (Cachoeirinha e Gravataí), ia ser o ouro do besouro. E outro braco indo pra Alvorada… Bah, só alegria! Duvido que não haja dinheiro em esfera federal pra isso.

          Curtir

      • Sim, tem a questão monetária mas para muitos não é o caso. Trabalham em outra cidade mas querem morar no glamour do moinhos, ou no interior (beeem longe do centro) e trabalham no centro..

        Curtir

  5. Tô tentando postar esse link aqui mas não tá funcionando:

    http://www .jalopnik. com.br/como-o-carro-virou-o-vilao-da-sociedade-moderninha/

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: