Como transformar a sua cidade em um lugar melhor? ‘The Crystal’ responde!

 The Crystal e sua orla. (Foto: Inhabitat)

The Crystal e sua orla. (Foto: Inhabitat)

Chegamos ao futuro. Essa é a impressão que passa o The Crystal, o prédio supertecnológico e sustentável construído em uma área de 6,3 mil metros quadrados pela Siemens, em Londres. Inaugurado em setembro deste ano, o local promete ser a “meca” da sustentabilidade para os países desenvolvidos e em desenvolvimento, com espaço exclusivo para conferências internacionais sobre o tema, instalações interativas e especialistas. O grande objetivo é estender o diálogo sobre o crescimento sustentável das cidades do futuro.

O prédio é dividido em 10 setores-chave e propõe que os visitantes participem da construção de sua cidade. Os jogos estão dispostos por várias salas, onde as pessoas têm o desafio de encontrar as opções menos agressivas ao meio ambiente e mais prósperas para a economia local. Os jogos são totalmente interativos e lembram que não existe uma receita pronta para a sustentabilidade. Cada cidade tem uma demanda original e exige decisões baseadas na realidade local.

Galeria interativa. (Foto: Inhabitat)

Galeria interativa. (Foto: Inhabitat)

No setor de Infraestrutura e Cidades, por exemplo, existe uma equipe multidisciplinar de especialistas que trabalham para entender como ajudar cada cidade a se tornar mais sustentável. Já o setor de Transportes também é lembrado como uma das questões mais fundamentais para o desenvolvimento das cidades e a importância de investimento em transporte coletivo de qualidade.

Na galeria interativa, há exemplos de boas práticas ao redor do mundo, como o caso do sistema Bus Rapid Transit, nascido em Curitiba na década de 1970. Também o incentivo ao uso da bicicleta, por meio de construção de ciclovias e ciclofaixas, é lembrado como uma decisão de sucesso e ambientalmente inteligente para melhorar a mobilidade urbana.

Mas não basta apenas abrigar questões relevantes para a sustentabilidade das cidades do futuro, também é preciso dar o exemplo. Por isso, o The Crystal foi pensado de forma sustentável desde sua concepção. Com custo de 35 milhões de euros, toda energia consumida por seus escritórios é gerada pela própria estrutura, sem nenhum tipo de uso de combustível fóssil.

Setor de Transportes. (Foto: Inhabitat)

Setor de Transportes. (Foto: Inhabitat)

Segundo a Siemens, suas emissões de CO2 serão 65% mais baixas do que a de outros edifícios similares. Isso porque, dois terços da cobertura do edifício é revestida de painéis solares que geram aproximadamente 20% de seu consumo de energia elétrica. Além disso, o prédio reaproveita a água da chuva e é todo de vidro, facilitando a entrada de luz natural.

Teleféricos londrinos dão acesso ao The Crystal. (Foto: Inhabitat)

Teleféricos londrinos dão acesso ao The Crystal. (Foto: Inhabitat)

Vamos pensar, juntos, em como transformar nossas cidades em locais melhores para se viver? Clique aqui e faça um passeio pelo The Crystal na reportagem de Ana Carolina Abar, exibida pelo programa Cidades e Soluções da GloboNews.

Maria Fernanda Cavalcanti – THECITYFIXBRASIL



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Sustentabilidade

Tags:, , ,

10 respostas

  1. Olho a foto do CRYSTAL e fico imaginando o monstro concretoide que a equipe do O.Niemeyer vai projetar….M.E.D.O!!!!

    Curtir

  2. Quando Porto Alegre for pacerida com Londres, teremos um prédio parecido. This means; NEVER.

    Curtir

  3. Tô louco para saber a opinião de nossos urbanistas de plantão aqui hehehe

    Curtir

  4. Londres é uma cidade de vanguarda. É outro mundo, literalmente.

    Curtir

    • É verdade não temos nem como comparar a arquitetura de Londres com a nossa(pelo menos da parte velha de London). Mas que beleza essa verdadeira obra de arte! Lindíssima!

      Curtir

  5. Bah! É outro nível… enquanto aqui se constrói trincheiras para carros lá se constrói infraestrutura para buscar solução de transporte público e sustentabilidade.

    Curtir

  6. O futuro, está nos prédios que tentam alcançar o grande universo. O resto é mediocriodade.

    Curtir

  7. Pô Gilberto. Quando li “The Crystal” pensei: “bah, finalmente um projeto ousado em POA, no Cristal”… quando li Londres, a realidade me deu um soco na cara. =(

    Curtir

  8. Ta louco?

    Isso é uma privatização da orla por meio das empreiteiras maléficas junto com os malvados do capitalismo selvagem.

    Sustentavel é uma feirinha de artesanato, e não essa coisa cheia de tecnologia ai…

    Absurdo, por isso que o mundo vai acabar.

    No dia que eles tiverem um pontal do estaleiro igual ao nosso, um cais do porto lindo e o por do sol mais lindo do universo, ecologico igual ao nosso, ai sim poderemos conversar.

    E pra quem não entendeu, estou sendo irônico.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: