Artigo: Compromissos com o futuro, por José Fortunati

O nascer de um novo ano é um tempo de reflexões, de revisões e de assumir compromissos futuros. No caso do gestor público, as reflexões são importantes para avaliarmos se os nossos caminhos e os objetivos que perseguimos atendem aos interesses da sociedade. A prestação de contas do que fizemos nos remete à revisão do que precisa mudar para oferecer mais e melhor a todos os porto-alegrenses.

Temos consciência de que a gestão que se encerra produziu grandes avanços para a cidade. Tanto é assim que teve o referendo inconteste da população nas urnas, com uma vitória em primeiro turno no pleito de 2012, além dos reconhecimentos recebidos de instituições nacionais e internacionais, que nos orgulham e nos estimulam mais ainda. Vale recordar o Prêmio Prefeito Amigo da Criança, o Conceito A em Gestão Fiscal da Federação das Indústrias do RJ, a escolha de Porto Alegre como Cidade Inteligente pela IBM e tantos outros que expressam os esforços por nós empreendidos para melhorar a vida das pessoas.

Esse foi também um período de semeadura, com o começo da execução ou o planejamento final de importantes obras e a implantação de novos serviços. Vem agora um tempo de colheita. Junto com o vice-prefeito, Sebastião Melo, a equipe de secretários e auxiliares diretos e mais o comprometimento do quadro funcional, abriremos portas para novas mudanças, alavancando Porto Alegre a um novo patamar, onde o governo coopera e dialoga com a cidade.

O cenário de futuro promissor se constrói com grandes intervenções urbanas, como o Metrô, o sistema de ônibus rápidos (BRTs), o projeto Orla associado ao do Cais Mauá, as melhorias no saneamento, as obras viárias para facilitar a mobilidade e a expansão das ciclovias. Tudo isso irá marcar as nossas vidas, a dos nossos filhos e a da nossa cidade por muito tempo.

Olhar para o futuro é, principalmente, garantir prioridade para o atendimento em saúde, qualificar ainda mais a educação, ampliar a atenção à criança e ao adolescente, dar tranquilidade às mães trabalhadoras, oferecer mais oportunidade de trabalho para os jovens, promover parcerias pela segurança urbana, fomentar iniciativas que gerem emprego e renda, buscar a excelência na prestação dos serviços municipais, ou seja, investir na melhoria da qualidade de vida da população, o grande desafio posto aos administradores públicos. Esses são o nosso desafio e os nossos compromissos para os próximos quatro anos.

Trabalharemos para que a esperança dos porto-alegrenses em uma vida melhor não seja uma palavra perdida ao vento, para que a esperança dos que mais precisam se materialize em oportunidade de uma vida melhor. Ninguém nos tira a certeza de um futuro melhor. Já demos muitos passos e vamos dar muito mais.

Com isso, desejo a todos um abençoado 2013.

* José Fortunati é prefeito de Porto Alegre, reeleito em 2012.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Artigos

Tags:, , , , ,

25 respostas

  1. Nao adianta o atual prefeito prometar mundos e fundos para nossa cidade,e o basico que é a limpeza e capina da cidade estar abandonados ,é o minimo que um prefeito tem que oferecer para nós cidadãos ,e não vem com essa que esta recem assumindo , essa administraçao ja esta ai a 8 anos.cidade limpa urgenteeee!!!!!

    Curtir

  2. Só no Brasil mesmo para pessoas como Dilma e Fortunatti serem eleitos e o pior bem avaliados. Vejamos o caso da nossa presidenta passado 2 anos ainda não mostrou a que venho mais é aprovada por quase 80% da população.

    E no dia-dia vemos que Porto Alegre e o Brasil como um todo não temos saúde, educação,saneamento, infra-estrutura urbana no geral. Se esses 2 poste ou seus sucessores fizeram algo foi unicamente pensando em ganhar a eleição no qual concorriam.

    Por fim como diz no Hino Rio-Grandense “Povo que não tem virtude acaba por ser escravo.”

    Curtir

  3. É pra ser engraçado? É para ser um “post protesto”? Ou é só pra avacalhar mesmo?

    Curtir

  4. Bem que o Gilberto Simon ou o Bumbel, sei lá, qualquer um daqui do blog, poderia se aventurar no campo da política e ser uma opção viável pro pessoal daqui. Além de aproximar de soluções mais práticas para a cidade.

    Curtir

    • Eu já pensei muitas vezes “bem que fulano ou ciclano poderiam virar políticos, são homens competentes”. Mas isso não funcionaria. O sistema está todo podre, e não há como uma pessoa correta funcionar nesse sistema podre. A mudança ou será lenta, ou haverá uma revolução. Acredito mais na mudança lenta. A solução que eu proporia seria de os veículos de informação investigarem com afinco as contas do estado e bater as “técnicas” de gestão pública adotadas com profissionais em gestão pública e privada para mostrar como o governo funciona mal. O problema não é só o prefeito. É o cargo de confiança que rouba o governo sob o pretexto de estar “trabalhando” enquanto recebe salários totalmente incompatíveis com a sua função, é o secretário que é escolhido e que escolhe e sua equipe em uma reação em cadeia de incompetência, favores e salários incompatíveis. São os benefícios nababescos do funcionalismo público. E não tem setor que se salve, na educação, enquanto os menos aptos e alguns bravos inteligentes decidem ingressar na carreira do magistério, muitos professores concursados ocupam posições nas secretarias ocupando cargos de gente técnica para ganhar abonos, esses professores além de fazerem falta nas salas de aula, ocupam a vaga de alguém que deveria ter expertise para exercer aquela função. Isso está espalhado por tudo. Uma vez o Gilberto ou Bumbel como prefeitos, se eles não aceitassem “as regras do jogo”, eles seriam execrados em um curto espaço de tempo. Isso se eles conseguissem vencer a maratona eleitoral que envolve milhões vindos de contas escusas e que vão parar em mãos escusas também. A solução para tudo isso passa por se esfregar na cara do cidadão como ele é idiota. Mas enquanto as pessoas acharem que p PT, ou o PMDB ou PQP é “menos pior”, isso não vai mudar. Enquanto votarmos contra a Yeda, contra o PT ou seja lá o que for, estaremos votando a favor de um desses crápulas que habitam esse sistema podre. Dependemos de uma imprensa inepta e incompetente, na maioria dos casos.

      Curtir

      • Concordo contigo e seria simplista se quisesse resolver todos os problemas com isto. Sei que o buraco é bem mais embaixo. Mas acredito que PARTE dos problemas governamentais são causados simplesmente pela preguiça e incompetência de boa parte dos políticos, isso além dos problemas do sistema.

        Concordo contigo que acima de tudo o problema é estrutural. Mas faltam bons homens lá, principalmente com coragem e disposição para sugerir lá dentro uma mudança de sistema.

        Curtir

      • Além disso, ficamos aqui reclamando verbalmente contra os políticos, mas poucos tem disposição para fundar um novo partido, por exemplo. Temos que partir para a prática. De teoria o blog tem demais.

        Não acredito ser difícil implantar na prática algumas das teorias deste blog, até porque elas se aproximam de uma ideia geral do neoliberalismo, ou então de parcerias com privatizações, atualmente a maior corrente de ideias de pratica governamental. As ideias do blog estão longe de ser extremas ao poder vigente.

        Curtir

    • Gente decente nao vira político por aqui, tem asco da política brasileira.

      Curtir

  5. Num país de 3° mundo, com uma população de undécimo mundo, é uma barbadinha ser eleito. É como tirar doce de criança. Esse prefeitozinho de araque, herdou centenas de milhões de reais da União, através do tal PACderme. Todas as obras?? que aí estão, só estão porque a títere do Lula lá em Brasília resolveu distribuir um pouco as verbas federais a abrir os cofres em benefício eleitoral. Bolsa Família, Minha Casa Minha Viva, Vale cultura, etc…são alguns dos projetos Votem em Mim.
    Pois bem ou mal, o Fortunatti só está gerenciando (mal e porcamente diga-se de passagem) esses recursos federais. Aqui, não conseguem tocar convincentemente NENHUMA obra. É uma lambança atrás da outra…MESMO COM GRANA. É um incompetente de uma figa. Adora fazer discurso politicamente correto, é um papagaio programado pra dizer coisas adocicadas. A cidade de Porto Alegre está cada vez mais atirada, suja, podre e infestada de vadios, vândalos e afins. Patrimônio público destruído, centro da cidade inqualificável…provavelmente o centro de uma cidade grande mais nauseabundo do Brasil. ilhares de carroceiros, biscateiros, carrinheiros, flanelinhas e drogados infestando as ruas. Porto Alegre é o retrato fiel desse prefeito babaca e de uma União corrupta. eu falei em União corrupta? Mas podem colocar aí as falcatruas, que são muitas, que ocorrrem na PMPA, com vários escândalos administrativos plenamente divulgados…e outros tantos, que ainda não ganharam as manchetes. Estão aí, as vergonhas da saúde, da Secretaria da Juventude, da SEDA, da SMOV, da SPM, a coleta de lixo.
    Nem com vários milhões da federação esse filhote de girafa consegue gerenciar o bordel.
    A Tronco Não vai sair do papel, a Severo Dullius tubulou com erro de projeto, o aeroporto não vai ter pista ampliada por incapacidade de remoção das vilas na cabeceira, a coleta de lixo é um…..lixo, o metrô é balela que só engambela meia dúzia de gatos pingados e desavisados, a orla, continua lá, podre e abandonada, o cais do porto é outro miguelaço…etc.
    Porto Alegre é uma cidade lamentável e esse prefeito é o rei da conversa fiada. soerte dele é que ele vive em uma cidade cujos eleitores nem poderiam ser considerados da espécie homo sapiens sapiens. Não passamos de símios votantes.

    Curtir

  6. “Tanto é assim que teve o referendo inconteste da população nas urnas, com uma vitória em primeiro turno no pleito de 2012” Permita-me discordar, caro prefeito, as urnas no Brasil são mais indicadores de rejeição do que de aclamação. Raramente as pessoas votam puramente em um candidato, elas votam contra alguém. O senhor só foi eleito pois a principal oponente teve um índice de rejeição muito alto. Não foi competência sua, foi incompetência alheia.

    Curtir

  7. Fortunati, a única coisa de útil foi o projeto socioambiental.

    Sugiro que escolha as secretarias de acordo com a formação de cada pessoa, e não apenas beneficiando uns eleitos para outros entrarem, ou pelo menos que melhor distribua esses para que fique, por exemplo, um médico na secretaria da saúde, e não cuidando de habitação.

    Pense nisso.
    Bom mandato.

    Curtir

    • Não vai fazer isso. Semana passada saiu uma nota no Correio do Povo que o Fortunati *tinha que* escolher um secretário do PMDB pois o filho do Mendes Ribeiro Filho ficou na suplência, logo um secretário *TEM QUE SER* do PMDB para abrir vaga para o rebento do renomado político. Ou seja, não importam as qualificações, não importa se o cara tem idéia do que vai fazer lá, importa que ele seja do PMDB, nesse caso. Esse caso é só um entre as 900 secretarias que Fortunati criou para agradar coligações. Vocês acham que vai melhorar? Se vocês tivessem uma empresa cujos diretores fossem escolhidos não em função de seus conhecimentos, mas em função de quem tivesse o nariz mais bonito, vocês acham que essa empresa iria melhorar? Não existe nenhuma razão, nenhum fato que indique que as coisas vão melhorar. O prefeito não aparenta ser um homem firme, aparenta querer agradar à todos, e isso é muito ruim.

      Curtir

      • Se é para trabalhar desse jeito, mais fácil criar uma lógica no Excel que nomeie.
        Vai sair mais barato que um salário do executivo.

        Ms faz parte.
        Tomara que as coisas melhorem e o prefeito resolva ser um Rudolph Giuliani da vida. Ao menos se quer ficar nos livros de história como um bom prefeito e não o contrário.

        Curtir

  8. 35 secretarias. Ah tá, sei …

    Curtir

  9. Menos palavras….e mais acoes, please!!

    Curtir

  10. Blá, blá. blá. blá. blá. O discurdo do prefeito é lindo, a prática é outra.

    Curtir

  11. O que se vê, é uma cidade atrasada e suja. Esta não é uma cidade de primeiro mundo. Porque usar o exemplo de Curitiba? O Rio, São Paulo, Belo Horizonte. Vitória e Florianópolis, são mais organizadas que Porto Alegre. O serviço de limpeza é ruim e até parece que tem “esquema”. Estou esperando.

    Curtir

  12. Os benefícios propalados pela atual gestão são sempre os mesmos: BRT, metrô e etc. Obras feitas apenas em razão do aporte de verba federal em razão da Copa do Mundo.
    Por outro lado, nunca vejo solução para problemas recorrentes, que, reconheço, estão aí há vários anos: sujeira, trânsito, poluição…
    Parece que vivo em uma cidade e o prefeito em outra.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: