Vereador sugere projeto para gestão integrada do Plano Diretor Cicloviário de Poa

No primeiro dia de trabalho após a posse como vereador na Câmara Municipal de Porto Alegre, Marcelo Sgarbossa (PT) protocolou junto ao Legislativo três novos projetos de lei de sua autoria. Todas as propostas encaminhadas nesta quarta-feira (02) tem como foco a sustentabilidade. As proposições serão encaminhados para a Procuradoria da Casa e para apreciação das comissões permanentes. Depois serão destinados ao plenário para discussão entre todos os parlamentares.

Um dos projetos sugerido pelo estreante vereador proíbe o uso de tecnologias de incineração no processo de tratamento e destinação final de resíduos sólidos urbanos provenientes da coleta convencional. Outra proposta trata da criação de um Fundo Municipal de Gestão do Plano Diretor Cicloviário Integrado, com o objetivo de gerir e destinar os recursos para a execução da rede cicloviária na cidade. A terceira proposição prevê incluir na Lei que dispõe sobre o Programa de Incentivos ao Uso da Energia Solar nas Edificações, a captação de energia solar para geração de energia elétrica fotovoltaica. O sistema fotovoltáico transforma as radiações solares em energia elétrica.

SUL 21



Categorias:Bicicleta, ciclovias

Tags:,

5 respostas

  1. Não voto no PT. Mas espero que o senhor Sgarbossa faça um ótimo trabalho, pois está começando muito bem!

    Curtir

  2. Um vereador de Porto Alegre apresentando boas propostas??? Deveria ser tombado pelo Pedro Ruas!!!
    Sem brincadeira, é disso que a cidade precisa… Parabéns ao vereador!

    Curtir

  3. Quem sabe com a criação de um fundo específico para investir nas ciclovias a prefeitura e o Carrolari não fiquem mais se esquivando de destinar os 20% das multas ao PDCI. Oremos.

    Curtir

  4. Esse é meu vereador! 😀

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: