CAR Centro informa comunidade sobre obras na Anita. Inicio será no próximo dia 7/01

Fiscais do CAR Centro distribuem folhetos para os moradores  Foto: Divulgação/PMPA

Fiscais do CAR Centro distribuem folhetos para os moradores Foto: Divulgação/PMPA

Aprovada no Orçamento Participativo e amplamente discutida com moradores e empresários da região, a obra da trincheira da rua Anita Garibaldi está novamente na pauta da comunidade do entorno. A iniciativa está sob responsabilidade do Centro Administrativo Regional (CAR) Centro: quatro fiscais daquele órgão distribuem, desde a semana passada, um folheto de quatro páginas com informações completas sobre a obra, que tem início previsto para a próxima segunda-feira, dia 7. “Nossa intenção é dar prosseguimento ao diálogo, independentemente do começo dos trabalhos de construção da trincheira. Isto é importantíssimo para manter a boa relação entre comunidade e prefeitura”, afirma o coordenador do CAR Centro, Rodrigo Kandrik. Tanto a ação de divulgação quanto a obra têm sido muito bem recebidas pelas pessoas.

“Informar é uma obrigação da prefeitura. Eu mesmo não sabia quando a obra começaria, nem como seria”, diz Rogério Steiner, gerente de uma ferragem localizada nas proximidades do cruzamento da rua Anita Garibaldi com avenida Carlos Gomes, onde a trincheira será construída. Steiner avalia que o projeto “ficou muito legal. É bonito e funcional”. Comentários semelhantes foram feitos pela bióloga Luciana Paulo. Ela ressalta as vantagens que a trincheira irá proporcionar ao trânsito na região. “Estou adorando a ideia da obra”, afirma Luciana, que passa pelo cruzamento diariamente. A profissional destaca que a melhoria no trânsito terá reflexos na redução da poluição. A ação de divulgação prossegue até esta sexta-feira, dia 4.

Veja as 4 páginas do folder abaixo.

(ou em pdf aqui)

folder_anita-1

 

folder_anita-2

 

folder_anita-3

 

folder_anita-4

 

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:COPA 2014

Tags:, , ,

51 respostas

  1. Questionei sobre simplesmente fechar esse cruzamento mas NINGUÉM me respondeu….

    Curtir

  2. Infelizmente o que ninguém falou aqui é que esta “obra de arte”, por mais linda que possa parecer para uma minoria, em realidade, será executada sem que tenha sido aprovada por todos os órgãos competentes e responsáveis dentro da Prefeitura. Portanto, quem apoia essa obra, aprova a corrupção, as “caixas pretas” existentes nos governos, o descaso com a população e o interesse economico acima de tudo Por isso é que a população tem os governantes que merece! Tenho medo de quem apoia essa obra, pois certamente conhece os bastidores da atual administração municipal.

    Curtir

  3. Esses meus ex-vizinhos são lamentáveis. Conheço as latas.

    Esse protesto é uma bobagem.

    Porque as únicas pessoas que não querem a trincheira são os moradores das adjacências e os integrantes do polêmico grupo ciclístico?
    Uns acreditam que seus imóveis desvalorizarão os outros porque não têm nada para fazer e acreditam que POA pode ser uma nova Amsterdam.

    O fluxo de veículos vai melhorar, isso é o que importa. Se não for feito os próprios moradores não conseguirão chegar em suas casas tamanho engarrafamento. Sim, o transporte público deveria ser utilizado para evitar essas obras. Mas Vos próprios moradores, com certeza, têm mais de um carro na garagem (morei no Figueiras da Anita e sei disso). Pode ter certeza, são os maiores contribuidores destas obras.

    As árvores, questionadas, não pensaram em derruba-las na época em que não existia o edifício Figueiras da Anita. Haviam muitas árvores lá.

    Então, antes que venham com lição de moral, que a obra não é beneficiária, admitam que não querem porque vai desvalorizar seus belos imóveis e vendam seus automóveis para contribuir com o transporte público.

    Curtir

    • Já ouvi um desses vizinhos dizer que participaria de um protesto contra a obra, perguntei porque ela era contra a trincheira, o que eu ouvi? Nem sei porque sou contra, mas estou indo ajudar na mobilização.

      Depois dessa quase perdi as esperanças na cidade!!!

      Curtir

    • “O fluxo de veículos é o que importa”.

      Bem, esta questão não é tão simples assim.

      Tem MUITA gente MUITO inteligente, MUITO informada, e MUITO trabalhadora,
      que não concorda com esta afirmação, e tem motivos e argumentos MUITO bons.

      Lá em cima pedi encarecidamente que as pessoas que se mostram a favor da Rodoviarização da CIdade se manifestassem com argumentos racionais, que analisassem ponto a ponto. Podemos discordar, e iremos discordar – você acredita que o mais importante é fluxo de veículos, eu acredito que o mais importante é as pessoas se sentirem bem na cidade, se sentirem seguras (especialmente crianças e idosos), se sentirem donas do espaço público; tudo isso é incompatível com o princípio de rodoviarização.

      Quando alguns de vocês partem para o sarcasmo, e para generalizações pessoais – algumas ridículas – vocês mesmos se desqualificam, e desqualificam o debate tbém.

      Ninguém foi capaz de argumentar no mesmo nível do Leandro Leite, até agora.

      Por nível me refiro à capacidade de manter o foco no tema, apresentar fatos, ou princípios comprováveis, que dêem força às escolhas pessoais daquele que argumenta.

      Curtir

  4. Na minha opinião, como a prefeitura não tem capacidade para manter um jardim em qualquer lugar, poderiam pegar essas areas podres dos viadutos, trincheiras e birirri, e criar algum tipo de chafariz, meter água nesses locais.

    Exemplo, na saida do tunel na rodoviaria, é moradia de mendigos em boa parte, até tem uma boa area com uma jardinagem, fazer um tipo de lago com jatos de água e uma iluminação, seria bonito e acho que não daria tanto trabalho para cuidar como nos jardins, que no verão sofrem, no inverno sofrem, sempre sofrem.

    Mas como seria uma area muito grande,acho que a idéia cairia bem em areas menores, por uma calçada, algum tipo de lago com chafariz, e uma boa iluminação, a água ja ajudaria a evitar vandalismo, não teria lugar para os mendigos construirem barracas, e teria um calçamento para os pedestres.

    Curtir

    • Creio que manter plantas / jardim é muito mais fácil tecnicamente do que manter um lago com jatos de água e iluminação. Se não tem capacidade para manter o básico, imagina o resto. Além do que, se cria o chuveiro do mendigo cujo quarto se localiza no próximo viaduto – não que eu me importe que ele tome banho lá – o meu ponto é que esse problema social não se resolve isolando a área que a pessoa vive.

      Curtir

    • Só não dá pra deixar a cargo do Glênio Bohrer a construção de chafarizes nesta cidade.Ele construiu um no Largo que não funciona.

      Curtir

  5. No texto da prefeitura não fala nada sobre como eles solucionarão o problema do congestionamento que se formará duas quadras após a trincheira, na av. Eng. Correa Daudt. E dizer que houve diálogo e que a obra é uma unanimidade é uma mentira das grandes.

    Curtir

  6. E tem alguma novidade sobre a trincheira da Cristovao e da Plínio? Se ela são para 2014, ambas terão que começar por agora e (por mais que eu fique feliz que a prefeitura esteja fazendo alguma coisa, apesar de todos os soluços qualitativos dos projetos) eu fico preocupado em relação à como será o trânsito na 3a perimetral com esta via parcialmente interrompida nos 3 trechos para as obras e as outras 3 vias arteriais da região completamente interrompidas por 12 meses (sim, sou otimista)… Vao desviar o transito pela Carlos Von Koseritz, Marques do Pombal e Corcovado? Vai ser uma alegria…

    Curtir

    • Em nenhuma cidade do mundo dá para evitar transtornos durante obras deste tipo.
      Tem que ter paciência!!!
      Só lamento que estas obras não foram realizadas durante a construção da terceira perimetral. Foi uma obra lamentavelmente mal feita.

      Curtir

      • Alegaram na época falta de recursos, pra variar…..

        Curtir

      • Dá pra fazer com planejamento, daí não estariam saindo todas obras da copa ao mesmo tempo.

        Pontualmente, obra por obra, é mais difícil mesmo. Ainda mais em uma região tão densamente povoada.

        Curtir

Trackbacks

  1. Com propaganda enganosa, começam obras da trincheira da Anita. | Vá de Bici
%d blogueiros gostam disto: