O carro favorecido de novo

Parece que a prefeitura de POA quer mesmo continuar a tornar o centro da cidade cada vez mais estacionável e menos pedestriável. Uma rua larguíssima com uma calçada minúscula que poderia ser enormemente alargada ganhou um estacionamento enviesado para mais carros poderem estacionar. Bola fora, prefeito.

Fotos-0003_1

Mas poderia muito bem terem feito assim:

ipes

 



Categorias:Outros assuntos

Tags:

41 respostas

  1. De novo, pessoal: a questão não é a radicalização!
    O que precisamos é a execução de soluções que já são aplicadas em outros países para tornar nossa cidade mais agradável aos pedestres, ciclistas, motoristas… enfim, todos!
    É claro que é difícil, mas as tecnologias construtivas estão aí para mostrar-nos que é, sim, viável! Por exemplo: por que não são feitos estacionamentos SUBTERRÂNEOS para automóveis nas regiões que mais os concentram?
    Tenho carro e bicicleta. Curto as duas formas de condução, mas não quero que me digam como devo me locomover. As opções surgem a partir de transporte coletivo com qualidade e pontualidade (não pensemos apenas em ônibus!), ciclovias, calçadas largas (quem não gosta de viajar a outras cidades e caminhar em calçadas bonitas, arborizadas e espaçosas?), segurança (onde posso estacionar COM SEGURANÇA atualmente minha bici quando vou ao Centro? Em raríssimos lugares, é a resposta.).
    Outra coisa: eu adoraria poder pegar um transporte coletivo e TAMBÉM carregar minha bicicleta junto, mas por aqui, só mesmo no catamarã pra Guaíba temos essa opção.
    O que falta é realizar SOLUÇÕES, e não ficar pintando vaga no chão, achando que “tá feito”!
    Uma cidade é uma coletividade. Ela reúne os mais diversos modelos de vida e pensamentos. Não vai dar pra agradar 100% a ninguém, mas não precisamos travar uma guerra de modelos e impor uma única via como meio de viver.

    Curtir

  2. paerece a Rua da Praia (só que há 50 anos)

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: