Sindicato da Hotelaria defende permanência do Salgado Filho

O presidente do Sindicato, José Jesus dos Santos, pediu o apoio do presidente da Câmara a fim de manter o aeroporto na Capital.

O presidente da Câmara Municipal, Dr. Thiago Duarte (PDT), recebeu na última quinta-feira, a direção do Sindicato da Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre (SindPoa). O visita foi motivada pela notícia de fechamento do Aeroporto Internacional Salgado Filho.

O presidente do Sindicato, José Jesus dos Santos, pediu o apoio do presidente da Câmara a fim de manter o aeroporto na Capital. Para ele, o Salgado Filho possui infraestrutura para receber os passageiros, além de ser bem localizado.Santos, juntamente com a diretora superintendente do SindiPoa, Maria Isabel Nehme, e o diretor financeiro, Cacildo Antonio Vivian, se colocaram à disposição da Casa Legislativa, a fim de contribuírem na discussão de projetos de leis referentes ao setor da hotelaria e gastronomia. Também agendaram uma reunião-almoço com vereadores em abril. Na pauta o caderno de propostas da entidade será dialogado.

A direção do SindPOA ainda se mostrou preocupada com o estudo de viabilidade apresentado pela Fiergs ao governo do Estado, sobre a construção de um novo terminal aeroportuário na Região Metropolitana.

SUL 21



Categorias:Aeroporto Internacional Salgado Filho, aeroportos brasileiros

Tags:, ,

12 respostas

  1. …E tem mais: Um dia, fomos um Estado de Vanguarda, pioneiros na aviação Comercial. E Hoje estamos neste paradoxo. Com apenas um aeroporto decente. Por questão de Justiça, O Nosso próximo Aeroporto não deve se Chamar “20 de Setembro” e Sim, deveríamos homenagear Otto Ernst Mayer. Aí sim começaríamos a falar sério.

    Curtir

    • Não gosto de nenhum dos dois nomes. 20 de Setembro é uma data que “comemora” uma DERROTA simplesmente. Nada a ver um nome destes para um aeroporto. Quanto ao fundador da Varig, acho o nome muito pouco sonoro. Não é simpático.

      Curtir

      • A derrota pode ter sido “moral”. Mas oficialmente foi assinado um tratado de paz, pois mesmo esfarrapado o exército revolucionário não perdeu a guerra para as tropas do império. Muito provavelmente se o conflito continuasse o império massacraria o que restou das tropas revoltosas, mas isso não aconteceu pois foi assinado um tratado de paz acordado pelas 2 partes.

        Curtir

  2. A Respeito do Projeto de um novo Aeroporto internacional, entendo que é a pior estratégia para o Desenvolvimento econômico do Estado, a maneira e os locais onde estão sendo propostos. Em Primeiro Lugar, a única justificativa plausível para um novo Terminal é o fato de o Salgado Filho não comportar uma segunda Pista. Mas e daí? Quantos grandes aeroportos continuarão tendo apenas uma? Não desprezo este fato, porém, sob o ponto de vista do Desenvolvimento Regional, não é inteligente desativar um aeroporto bem localizado e que logo contará com a ampla integração com: metrô, Aeromóvel, linhas de ônibus urbanos e outros serviços para substituí-lo por um Mega terminal distante. Ao invés disso, por que não fazer um segundo aeroporto internacional, na Serra, por exemplo? Algo que Atenda Caxias, Farroupilha, Bento, Carlos Barbosa, Gramado e Canela, entre outros municípios que possuem demandas turísticas e de cargas comerciais. Isto sim seria inteligente. Dividiria a Demanda, afinal a única região do estado que possui demanda turística atualmente, é a Serra. E, boa parte dos passageiros tem nela o destino final. Nós estamos indo no caminho errado, o qual, ao invés de somarmos aeroportos, substituiremos o único Internacional que temos. Um Estado com o potencial econômico como o RS e a carência de infraestrutura existente, precisa é descentralizar os Aeroportos e não mais concentrar os voos na Região Metropolitana. Rio Grande/Pelotas Precisa de um Terminal novo com urgência. Tanto de Cargas quanto Passageiros. A Serra precisa de um Terminal entre Caxias e Farroupilha e não onde está sendo Proposto. Longe de tudo! Outros Aeroportos regionais talvez não tenham grandes demandas, mas precisam melhorar suas estruturas, para poder receber aviação comercial, mesmo que seja de pequeno porte. Por exemplo, os da Região Central: Passo Fundo, Santa Cruz do Sul e Santa Maria. Talvez Uruguaiana, Livramento, Santo Ângelo e Torres, no Litoral. Imagine só ter que viajar 40 a 50 Km para pegar um avião que poderia partir da Capital? É insano. Pois os Serranos continuarão precisando viajar 130 km para pegar um avião. Não precisamos copiar Guarulhos, porque SP tem outras peculiaridades, como a posição geográfica estratégica e condições econômicas diferenciadas. Porto Alegre precisa ser uma Cidade Turística. Aí quando estamos caminhando para isso, regredimos em outros aspectos.

    Curtir

  3. A prefeitura paga seus 1000 cupinchas CCs com o dinheiro gordo que vem do ITBI. Deve ser uma das principais fontes de dinheiro. Fora as doações de campanha que o pessoal já divulgou aqui.

    Curtir

  4. Quero só ver essa brincadeira…

    Achei um absurdo isso.

    Alias, to pop, a ZH postou meu comentario sobre isso na ZH de sexta.. haha

    Gilberto, não sei se vai querer, mas tiraram o Gerador da 7 de setembro, se quiser uma foto, posso bater amanhã.

    Boas ferias

    Curtir

  5. Felipão, penso q o SINDUSCON tem mais farinha no saco …

    Curtir

  6. Como eu disse lá, agora é ver se o sindicato de hotelaria consegue peitar o lobby da construção civil. Fechar totalmente o SF é um absurdo. Ainda mais se for para transformá-lo em mais um bairro planejado!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: