Monumento a Júlio de Castilhos completa 100 anos nesta sexta, 25 de janeiro

Um dos mais importantes e icônicos monumentos de Porto Alegre completa 100 anos nesta sexta-feira, dia 25 de janeiro. 

Monumento a Júlio de Castilhos. Foto: Gilberto Simon - Porto imagem

Monumento a Júlio de Castilhos. Foto: Gilberto Simon – Porto imagem

Projetado pelo pintor e escultor Décio Villares, a sua construção foi decidida logo após a morte de Júlio de Castilhos, ocorrida em 24 de outubro de 1903. Contudo, sua realização sofreu vários atrasos e o projeto inicial passou por várias alterações. Sua construção finalmente iniciou em 27 de julho de 1910, com o nivelamento do terreno e o lançamento dos seus alicerces sob a supervisão de Affonso Hebert, Após diversas dificuldades enfrentadas, entre elas o desabamento total do que havia sido feito, finalmente o monumento pôde ser inaugurado em 25 de janeiro de 1913.

Júlio de Castilhos representado como um velho sábio. Foto: Gilberto Simon - porto Imagem

Júlio de Castilhos representado como um velho sábio. Foto: Gilberto Simon – Porto Imagem

Com o monumento pretendia-se ilustrar idealizadamente três momentos da vida do homenageado: a fase da propaganda republicana, a fase da organização do governo positivista no Estado e a fase posterior à sua retirada do governo.

As alegorias foram escolhidas por Villares de modo a caracterizar a ação típica de cada uma das três fases e o seu grau de importância, com realce para fase da organização política, da qual resultou a Constituição de 1891.

Os grupos de estátuas se distribuem em torno de um núcleo piramidal, destacando-se, no topo do obelisco central, a figura triunfante e dinâmica da República, com a chama da nova ordem social em uma das mãos e o códice da lei nova na outra. Repousa sobre uma esfera, com estrelas representando os estados brasileiros, além da divisa Ordem e Progresso.

O monumento, que possui 22 metros e meio de altura, é uma verdadeira cartilha positivista, e foi concebido em uma feição idealista e mesmo mística, como um altar público onde se pudesse venerar a memória de um líder paradigmático e conhecer seus princípios doutrinários.

Algumas imagens do Monumento

Cartão Postal da Praça da Matriz na década de 20, já com o monumento a Júlio de Castilhos. Imagem do acervo pessoal de Gilberto Simon

Cartão Postal da Praça da Matriz na década de 20, já com o Monumento a Júlio de Castilhos. Imagem original em papel fotográfico do acervo pessoal de Gilberto Simon – Porto Imagem.

Praça da Matriz em 1910, pouco tempo antes da inauguração do monumento a Júlio de Castilhos.

Praça da Matriz em 1910, pouco tempo antes da inauguração do Monumento a Júlio de Castilhos.

Cartão postal da década de 20.

Cartão postal da década de 20. Praça Marechal Deodoro com Monumento a Júlio de Castilhos.

Detalhe do Monumento a Júlio de Castilhos. Foto analógica monocromática de Gilberto Simon.

Detalhe do Monumento a Júlio de Castilhos. Foto analógica monocromática de Gilberto Simon – Porto Imagem, feita na década de 90.

Detalhe do Monumento a Júlio de Castilhos. Foto analógica monocromática de Gilberto Simon.

Detalhe do Monumento a Júlio de Castilhos. Foto analógica monocromática de Gilberto Simon – Porto Imagem, feita na década de 90.

Foto analógica da década de 90 - Gilberto Simon

Foto analógica da década de 90 – Gilberto Simon

Monumento a Júlio de Castilhos. Foto: Gilberto Simon - Porto imagem

Monumento a Júlio de Castilhos. Foto: Gilberto Simon – Porto imagem

 

Para  saber mais do Monumento a Júlio de Castilhos:

Está sendo organizado por diversas entidades uma exposição de fotos antigas do Monumento, na Assembleia Legislativa.

Haverá também uma comemoração dos 100 anos em frente ao Monumento, na Praça da Matriz, e também no entorno, com palestras, música e arte, em volta dessa obra de arte que embeleza a cidade há 100 anos.

Haverá um Viva o Centro a Pé Especial, às 19:00, apresentando a história e simbologia do Monumento, e depois outros atos comemorativos com música.

Recomendo a visitação à exposição de fotos antigas, pois retrata uma época em que Porto Alegre era bem cuidada, limpa e desenvolvida. Sem falar na beleza do Monumento.

Mais informações sobre a comemoração, clique aqui.

Aqui o cartaz da exposição:

775669_10151229620486569_123472992_o



Categorias:Monumentos, Patrimônio Histórico

Tags:, , ,

42 respostas

  1. Durante todo o dia na sexta vai ter concurso fotográfico sobre o monumento, todos os detalhes da programação estão em
    http://urbsnova.wordpress.com/100anos/

    Curtir

    • Pena que o concurso de fotos só aceita fotos tiradas no dia 25. O ponto baixo da programação. Um concurso que evita que fotógrafos (profissionais ou amadores) com vasto acervo participem. Quem tem tempo pra em plena sexta-feira, dia útil, estar na rua tirando fotos? Nunca tinha visto um concurso de um dia só. Parabéns pela programação, mas esta parte do concurso é lamentável. Opinião de fotógrafo.

      Sem falar que a votação das fotos pelo próprio Facebook, através de ‘curtir’, todo mundo sabe que não é a mais bonita que vence e, sim, a que tem mais votos. Ou seja, basta fazer uma campanha entre os amigos pra votarem na sua foto e até a mais feia pode vencer.

      Ou seja, duas coisas que desabonam a seriedade de um concurso de fotos.

      Curtir

      • Gilberto, eu me inspirei no Rally Fotográfico do Arroio Dilúvio, proposto pelo Espiral Positiva, um dia todo em setembro dedicado a fotografar toda a extensão do diluvio…e no qual participei. Foi realmente muito legal, fotos fantásticas, feia e belas. Mas foi num domingo, e isso eu nao poderia alterar, pq o aniversário caiu numa sexta.

        No nosso caso nao se trata apenas de um concurso fotográfico, mas uma atividade de participação onde todos estão nas mesmas condicoes, e se encontram realmente no local, nao um fotografo individual que tira a sua foto en qualquer dia sem nenhuma interação com o evento. Tinha que ter pele menos essa ligação com o dia do aniversario.

        A participação é o mais importante, nao o concurso, e por isso o criterio de votação são as curtidas, claro que sabemos que o resultado nao significa nada…. é mais pela vontade de participar…não é importante quem ganha ou não, é informal, o importante é ter ido e lá participado, a foto nesse tipo de atividade é apenas um registro a mais dessa participação. Mas claro, quanto mais bonito o registro melhor.

        Realmente sexta é dia util mas as fotos podiam ser tiradas em qualquer horario deste dia, o aniversario de 100 anos, podia ser de manha cedo… no horario do almoço ,,,ou a noite tanbém… A grande maioria das fotos…acho que todas foram tiradas durante o Viva o Centro a Pé diante do monumento que foi das 19hs as 20hs,,, e acho que não é um horario nem um pouco absurdo para quem trabalha. Claro, é janeiro, sexta, nem todos estao em Poa, mas mesmo assim uma centena de pessoas estiveram presentes.

        Aqui algumas fotos tiradas nesse momento, essas sao mais para divulgação do evento, para ter uma ideia de como foi, tem outras muito mais bonitas que postarei em breve, mas que eram sobre detalhes particulares e nao mostravam o evento como um todo, que é o necessário para a divulgação:

        http://urbsnova.wordpress.com/100-anos-do-monumento-a-julio-de-castilhos-divulgacao/

        Curtir

      • Aqui as melhores fotos tiradas no dia da Comememoração aos 100 Anos do Monumento a Julio de Castilhos:

        http://urbsnova.wordpress.com/2013/02/02/concurso-fotografico-100-anos-do-monumento-a-julio-de-castilhos/

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: