Taxistas preferem permanecer estacionados a trafegar em busca de passageiros em Porto Alegre

Veja a incrível pesquisa que ZH fez durante 3 semanas.

É inacreditável !

Algo tem que acontecer para mudar isso !  E não só para a Copa 2014, para todo o sempre!

Leia a matéria clicando aqui.

Parabéns à ZH que enfrenta esse grande problema, revelando o porquê da situação!

 

Um detalhe do texto da ZH: “Outra causa da carência de táxis está relacionada a uma lacuna no controle do serviço. Zero Hora apurou que a troca de turno, a lavagem do veículo e o acerto de contas entre donos de táxis e auxiliares ocorrem em uma das horas mais movimentadas do dia: entre 16h30min e 18h30min. O horário escolhido pelos Barões das Placas leva em consideração razões privadas, desconsiderando o interesse público. Dessa forma, eles evitam que seus funcionários fiquem presos em engarrafamentos.”



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, taxis

Tags:, ,

15 respostas

  1. Com relação a falta de táxis está atrelada a falta de controle por parte da EPTC que não possui sistema de GPS sobre a frota em tempo real, porque será que isso ocorre, agora com a manifestação sobre os táxis por parte do Ministério Público do RS e do Min. Público do Trabalho sobre as concessões, visto que as mesmas são controladas por um grupo econômico de empresas e por pessoas físicas que possuem várias concessões por procuração, resolveram com pouca vontade a tomada de providências.

    Ora, o que temos em Porto Alegre é uma máfia envolvida nas concessões de placas de táxis em que envolve o ente público e privado, em que o usuário é o mais prejudicado neste momento.

    Vamos esperar a posição dos Ministérios Públicos, da EPTC e do Prefeito Fortunati sobre a questão em pauta neste momento.

    Curtir

  2. Não consigo ler a reportagem porque “excedi meu limite de leituras” ¬¬

    Mas achei o contraponto da reportagem no twitter, pelo perfil do @taxinight_inPoA: http://curiosidadeseindignacoes.blogspot.com.br/2013/01/referente-materia-de-voces-publicada-na.html?spref=tw

    Nem vou opinar da reportagem porque não consegui ler… mas meu parecer sobre o seLviço: eu ando esporadicamente de táxi e é quase sempre um martírio conseguir! A gente leva uns 10min pra ser atendida e mais uns 20min (no mínimo) pra vir o táxi; só aí vai meia hora!

    Ou seja, se surgir algum imprevisto que se precise de rapidez… esqueça!
    Se não temos um taxista de confiança da família é muito complexo.

    E dia de chuva eles não saem MESMO. Tenho um amigo taxista e ele me disse isso… não vai prejudicar o carro pra nada… vejam bem, passageiro = NADA.

    Curtir

  3. A solução é bem simples: criar novas licenças de prefixo de táxi até que o serviço atinja os níveis adequados. É surreal que uma cidade de um milhão e meio de habitantes tenha míseros 3500 táxis circulando. É surreal que os barões das placas tenham o tipo de poder econômico sobre os motoristas.

    Curtir

  4. O que mais me irrita são aqueles que fazem cara feia e são mal educados com quem quer fazer um percurso pequeno.

    Certa vez, pedi, na rodoviária, que o taxista me levasse até o Shopping Total. Ao chegar ao Shopping ele pegou o dinheiro e atirou no chão do carro, como se estivesse jogando lixo. No momento fiquei tão chocado que desci do carro e não fiz nada. Outra vez, à noite, peguei um táxi na Alberto Bins e pedi que me levasse até à rodoviária: novamente, percebi uma extrema má vontade do taxista que comentou “mas é tão pertinho!”

    E já, em outros momentos, me senti constrangido como se o taxista estivesse me fazendo um favor . Sem contar os que ficam dando voltas para elevar o custo da corrida.

    Como não conheço outras capitais, não sei se é só aqui ou se esse comportamento é padrão entre os taxistas, infelizmente.

    Curtir

    • Se ele falar que é tão pertinho, diz pra dar uma carona até la, sem cobrar

      hahaaha

      Eu nunca tive esse problema, mas ja vi varios relatos.

      Curtir

    • mas é sacanagem cara
      vai apé que for
      serviço de taxi é DISPENSAVEL. desnecessaria toda essa reclamação.

      Curtir

      • Jamais peguei um taxi que encompridasse o trajeto, também eu digo todo o itinerário rua por rua, ha, ha, ha….

        Curtir

  5. Numa epoca em que se incentiva nao ter carro, e em que se aperta o cerco em torno dos motoristas bebados, para que tambem deixem o carro em casa, esse assunto dos taxis ganha relevancia ainda maior.

    Curtir

  6. Lamentavel.

    Por isso estão sempre parados no ponto.

    Esses tempos demorei 30 minutos pra pegar um taxi pela tarde, mas ja fiquei SEM taxi num final de tarde com chuva.

    Curtir

    • Sou usuário de táxis regularmente em POA. Também já passei por isso Guilherme. Já fiquei esperando mais de 40 min e já fiquei sem táxi também.

      Curtir

      • Na boa, acho um exagero. Tem várias empresas de rádio taxi que você liga e logo eles chegam.

        Curtir

        • Não é exagero não. Essa tua opinião demonstra que tu não é usuário de táxi, e sim apenas esporádico. Quem usa regularmente sente na carne o problema. Se não sabe o tamanho do problema e não é usuário fica bastante complicado opinar. Aliás, és parente de algum taxista ?

          Curtir

        • Tenta ligar pra elas e ve se te atendem.

          Ja tentei ligar numa sexta de noite, tentamos ligar em 3 celulares para 3 empresas diferentes, foram 20 minutos pra conseguir… numa sexta de noite, era meia noite.

          Detalhe, um taxi deixou uma vizinha, por isso conseguimos um taxi, mas na hora uma das empresas tinha atendido (na verdade era uma atendente virtual)

          Curtir

        • Bah, concordo com a visão do Gilberto sobre o tema, mas o tom ficou horroroso! de fato tem sido um inferno achar táxis, um dos motivos pelo qual comprei uma bicicleta. Mas pode ser que a experiência de outra pessoa varie; pode ser de fato que seja um usuário eventual. só acho que sair detonando que discorda não ajuda a discussão…

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: