A maior tragédia do Estado !

O incêndio da boate Kiss de Santa Maria, que resultou em 231 mortos neste domingo (27), é a maior tragédia da história recente do Rio Grande do Sul.

Outras grandes tragédias foram a queda do avião Constellation da Panair do Brasil que colidiu com o * Morro do Chapéu em Sapucaia do Sul, no dia 28 de julho de 1950, registrando 50 mortos. E o incêndio das Lojas Renner na Otávio Rocha em Porto Alegre, dia 27 de abril de 1976, que resultou em 41 mortes.

Mas em nível nacional, a maior tragédia fatal foi o incêndio do Gran Circus Norte-Americano no dia 15 de dezembro de 1961, que matou 503 dos 3 mil expectadores presentes, conforme o livro-reportagem recentemente lançado pelo jornalista Mauro Ventura sob o título O Espetáculo Mais Triste da Terra. Depois da tragédia, surgiu uma das figuras mais emblemáticas do Rio de Janeiro. Chocado com o fato, José Datrino começou a fazer pregações religiosas pelas ruas da cidade e ficou conhecido como o Profeta Gentileza.

Santa Maria, quinta maior cidade do RS, foi palco de uma das maiores tragédias do mundo.

Santa Maria, quinta maior cidade do RS, foi palco de uma das maiores tragédias do mundo.

3ª maior tragédia de incêndio

O incêndio que matou 231 pessoas na boite Kiss de Santa Maria é o terceiro mais fatal do tipo no mundo, segundo uma lista de dez incidentes semelhantes, em locais de agremiação de público, elaborada pela Associação Nacional de Proteção Contra Incêndios dos EUA (NFPA).

De acordo com a lista, que relaciona apenas incêndios em casas noturnas, a mais fatal delas ocorreu nos EUA e completou 70 anos há pouco tempo: o local foi a boate Coconut Grove, em Boston, e a data, 20 de novembro de 1942. O saldo foi de 492 mortos e mais de 600 feridos. A lista segue com o incidente ocorrido em uma boate de Luoyang, China, na noite de Natal do ano 2000, que deixou 309 mortos – o segundo acidente mais fatal da história. E o terceiro agora em Santa Maria na boate Kiss, que foi muito semelhante ao do dia 30 de dezembro de 2004, que matou 194 pessoas na discoteca República Cromañón, em Buenos Aires.

No Brasil, outros dois incêndios chocaram a população, porque aconteceram em prédios de São Paulo. No dia 24 de fevereiro de 1972, no edifício Andraus, onde morreram 16 pessoas e dois anos depois, no dia 1º de fevereiro de 1974, no edifício Joelma, com 188 mortos.

Affonso Ritter

___________

* A matéria original do Affonso Ritter falava que o Constellation da Panair do Brasil se chocou contra o Morro das Cabras em São Leopoldo. Na verdade, o acidente ocorreu no Morro do Chapéu, em Sapucaia do Sul.



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

22 respostas

  1. Muito didático o vídeo que divulgaste aqui Rogério Maestri, mostra que em poucos segundos um incêndio é formado e é liberada a fumaça tóxica que matou centenas na boate Kiss. Compartilhei este vídeo no Facebook para mostrar para as pessoas o quanto é inconsequente por parte dos donos do Bar a liberação da utilização de produto inflamável dentro de um ambiente hermeticamente fechado tal qual aquela boate, que apenas havia um lugar de entrada e saída ao mesmo tempo. A banda que se propõe a fazer este tipo de espetáculo pirotécnico também tem sua parcela de culpa: se utiliza esse recurso como parte de seu show, precisa ser esclarecida e bem informada dos riscos que sinalizadores possuem em lugares fechados e também precisa ter conhecimento técnico do produto que comprar para fazer esse tipo de “espetáculo” totalmente desnecessário para bandas pequenas. Em relação às autoridades públicas do município de SM, não há nem o que falar: casa com alvará vencido, corpo de bombeiros liberando o funcionamento de uma casa sem as mínimas condições de segurança e por aí vai. Todos estão tentando achar “um culpado” quando a culpa é coletiva: Donos do estabelecimento, prefeitura, bombeiros e banda.

    Curtir

  2. Existem muitos culpados na tragédia de Santa Maria, o principal foi a queima de sinalizador ou seja lá o que for. Atualmente as pessoas não se resumem só em cantar tem que queimar fogos, plantar bananeira o diabo à quatro. Aliás estes fogos de artifício é uma coisa que já devia ter acabado, quantas pessoas perdem dedos, mão e até braço manipulando fogos ainda tem os que ficam cegos e com lesões no rosto……
    Agora tudo é motivo sem tirar a culpa de ninguém, porque culpados existem.
    Digam-me tinha super lotação? Na hora de entrar na boate ninguém quer saber se já esta lotada, todo mundo quer entrar, fila na porta esperando a sua vez. Nós também somos culpados porque vamos a lugares que não tem segurança encher de dinheiro o bolso de pessoas que não estão nem ai para quem frequenta seu comércio…

    Curtir

    • Juliana: no final das contas, existe um culpado mor: quem autorizou o cara a soltar o sinalizador ? Quem sabia que no teto havia espuma? Quem deixou entrar mais gente do que o necessário? OS DONOS !

      Co-culpada: a prefeitura de Santa Maria que não fiscalizou as condições da boate.

      Os cantores/banda estava desempenhando seus papéis, seus serviços pelos quais foram pagos.

      Os outros são meros participantes da tragédia.

      OS DONOS DEVEM SER PUNIDOS POR HOMICÍDIO !

      Curtir

  3. (continuando)
    .
    Os materiais de isolamento acústico deveriam ser do tipo fogo-retardantes, ou seja, podem ser materiais de madeira ou plástico que recebem tratamento especial para retardar a combustão.
    .
    .
    O que mais está me irritando em tudo isto, é que as autoridades do nosso estado, nos mais diversos níveis não estão reconhecendo a inadequabilidade das normas de segurança e procedimentos para a operação. Ou seja, mais por IGNORÂNCIA do que por qualquer coisa, estão nos tratando como ****(de ********) ************
    .
    Outro fato importante, as pessoas que inalaram fumaça, não inalaram simplesmente CO (monóxido de carbono), inalaram outros gases tóxicos que provocam Pneunonia Química, que sem o devido tratamento pode levar ao falecimento em 72 horas, todos estão com pressa para esquecer tudo, mas não está havendo advertência dos agentes públicos que todos os presentes deveriam procurar atendimento médico para tratar disto.

    Editado pela moderação.

    Curtir

  4. Não gosto da expressão que é cunhada por aqui por várias pessoas que comentam este Blog, a expressão BOVINÓPOLIS, entretanto pela reação de muitos, principalmente por gestores públicos, começo a aceitar plenamente o sentido da mesma não só para nossa cidade, mas sim para todo o Estado do Rio Grande do Sul.
    .
    As dimensões épicas desta tragédia, colocando o nosso Estado no topo do Ranking de acidentes do tipo, e da IGNORÂNCIA que estão se manifestando os principais agentes públicos responsáveis pela segurança da população gaúcha, concordo que estão nos tratando como verdadeiros bois indo para o matadouro.
    .
    Qualquer pessoa que tenha o mínimo conhecimento técnico vê claramente que o ocorrido não foi fruto da irresponsabilidade de uma banda de imbecis que copiando artistas de Rock internacional acenderam um sinalizador num lugar completamente inadequado.
    .
    Só para dar uma noção de que o fogo poderia se alastrar a partir de qualquer foco, vou colocar um vídeo que a National Institute of Standards and Technology (NIST), uma agência nacional (ente público norte americano) de normalização fez, para simular o incêndio ocorrido nos Estados Unidos num caso totalmente análogo ao de Santa Maria.
    .

    .
    O vídeo mostra claramente que as dimensões e a origem de um foco de incêndio é irrelevante perante ao resultado, e que o importante são defesas passivas ou ativas que se tem neste caso.
    .
    Também coloco o vídeo da mesma simulação com a existência de proteção ativa e automática que são as redes de Sprinklers (dimensionei uma rede desta em 1979 para um prédio da CEF, sede dois em São Paulo).
    .
    Chamo a atenção que o lugar era inadequado não só para acender um sinalizador, mas sim para comportar mais de 1500 pessoas como se divulga na mídia nesses últimos dias. A origem do foco do incêndio, no caso do sinalizador é irrelevante, pois também poderia ser um pequeno curto-circuito ou qualquer outro mecanismo de ignição inicial do incêndio.
    .
    Falo que o local era inadequado por vários motivos, que passarei a citá-los deste momento para diante:
    .
    Primeiro o pé direito (altura do piso até o teto), que segundo informações disponíveis até o momento era da ordem do pé direito de uma residência ou de uma instalação normal. Este pé direito baixo, faz com que qualquer pequeno foco de incêndio produza fumaça suficiente para intoxicar a todos não permitindo reação nenhuma aos que estavam no salão.
    .
    Segundo, também baseado em informações esparsas que deverão ser confirmadas pela perícia, não havia iluminação de emergência segundo o que se espera em qualquer sala de espetáculos. Quando se entra num cinema dos mais modernos que estão sendo construídos no momento, se vê a preocupação dos projetistas na sinalização correta da iluminação de emergência e saídas de emergência.
    .
    Terceiro, as saídas de emergência não são compatíveis com a quantidade de público, tanto o que era permitido, aproximadamente 1000 pessoas, como o que estavam presentes, mais ou menos 1500 pessoas.
    .
    As portas de emergência deveriam permitir a evacuação das pessoas no máximo em 1 minuto, e por uma porta única isto é totalmente impossível.
    (continuo).

    Curtir

    • Repetindo o que falei ao André:
      Estou moderando de forma automática os temos Boninópolis, Bovinão… acho ridículo…e preconceituoso.
      E é um termo usado caracteristicamente por um pessoal de um outro blog, e não de forma geral …. não é uma gíria geral.

      Comentários com essas palavras não vão passar. Não insistam.

      Curtir

      • Gilberto.
        .
        Como deixei claro no início da intervenção, também não gosto do termo, porém no momento como está sendo tratado o caso, sem reflexão, sem análise crítica, não havendo por exemplo a criação de uma célula de crise que deveria ser criada pelos agentes públicos, para LONGE DAS CÂMARAS DE TV, tratar com seriedade e atenção que o assunto merece.
        .
        Duas coisas por exemplo que podem parecer o mais absurdo possível, mas que deveriam ser feitas, as pessoas que morreram estão sendo entregues o mais rapidamente possível aos familiares sem que seja feito nenhum laudo cadavérico. Isto pode parecer mais humano e sensível no momento, mas isto vai impedir que se faça qualquer processo decente de apuração de responsabilidades.
        .
        Segundo, está se procurando realizar o laudo técnico o mais rápido possível, coisa que também atrapalhará o futuro.
        .
        Isto são coisas que mostra subdesenvolvimento num estado e total ausência de planejamento. Quem dá as declarações públicas são os que deveriam estar trabalhando no momento (chefe do corpo de bombeiros, prefeito municipal, etc), em qualquer país civilizado esta tarefa é deixada para profissionais da área de comunicação deixando o tempo livre para os principais agentes públicos.
        .
        É tudo um amadorismo.

        Curtir

        • Concordo plenamente. Tu levantaste agora uma questão que ninguém havia levantado ainda.

          Isso mostra o nível de (sub)desenvolvimenro que temos.

          Mas o meu problema é só com o termo e não com o significado dele.

          Muito bom comentário Rogerio!

          Curtir

        • Caro Gilberto
          .
          Continua o desfile de autoridades que neste momento deveriam estar é trabalhando e não se exibindo como pavões (tristes é claro).
          .
          No início da manhã adverti para o caso de problemas pulmonares causado por gases tóxicos produto da queima de materiais plásticos.
          .
          As autoridades por exemplo deveriam neste momento fazer uma perícia técnica prévia para determinar o tipo de material empregado no isolamento acústico e nas demais partes da boate, pois conforme o tipo de plástico há uma produção de determinados tipos de gases que são cumulativos no organismo.
          .
          Deveriam também estar rastreando todos os que inalaram estes gases, a minutos saiu uma notícia que uma menina que estava aparentemente bem retornou ao hospital devido ao envenenamento.
          .
          Mais pessoas podem morrer vítimas do estrelismo e do oportunismo de todos, eu estou cada vez mais irritado, e se não fosse censurado automaticamente estaria escrevendo aqui o que penso dessas pessoas.
          .
          Não há o mínimo profissionalismo em tudo isto, parece mais um mutirão de fim de semana para levantar um muro. E a imprensa que deveria estar indo mais fundo no problema só pensa em achar cenas comoventes para mostrar a solidariedade de todos e não investigar o que realmente deveria ser feito.

          Curtir

    • Aproveitando seu 3º ponto, um detalhe que está passando em branco por muitos e que disseram ontem na TV, que a maioria dos mortos tinha entre 16 e 20 anos. No ClicRBS saiu uma imagem do convite pra festa dizendo “censura 18 anos”. Uma casa noturna que vende bebidas alcoólicas, superlotada e com alta presença de menores de idade. Uma das medidas mais simples que algumas (poucas) casas noturnas aqui em POA fazem é cuidar da lotação, e impedir a entrada de menores. Nem isso fizeram lá. Nota-se que o local não se importava com nenhuma norma, do tipo “quanto mais gente, mais dinheiro”. E estamos cheios disso aqui em POA. Só não acontece nada por sorte mesmo, se acontecesse, seria tudo igual, na maioria das casas noturnas.

      Curtir

    • Rogerio, o teu comentário anterior tinha a palavra bovin…. reescreve teu comentário sem usá-la por favor.

      É questão de ordem do blog a partir de agora. Palavra e derivadas automaticamente moderadas.

      Nós não somos filial do blog que costuma usar estes termos.

      E não serão usados aqui.

      Eu já havia avisado o Andre antes.

      Curtir

    • Mestre, entendo q podes postar tua aula lá no http://www.luisnassif.com.br
      Obrigado pelo conhecimento e fibra,

      André

      Curtir

  5. A Smic vai prosseguir cega a quem não tem condições seguras, mas tem um excelente isolamento acústico.

    Curtir

  6. Antes de tudo meu profundo pesar pelas vítimas e seus familiares. Quanto aos desdobramentos, do pouco que vi não gostei nada da postura oficial e da cara do governador Tarso Genro, parecia antes de tudo tenso querendo se esquivar. Por outro lado vi notas e palavras muito mais emocionadas e respeitosas por parte de governadores e autoridades de outros estados, especialmente do Beto Richa do Paraná. Enfim, o Brasil está chocado e assistimos estas autoridades gaúchas que colaboraram com este horror, falando em um tom de reserva, meio que na autoproteção. Ontem durante o programa da apresentadora Eliana o chefe dos bombeiros após uma pergunta contundente conseguiu fazer a ligação cair e não retornar mais. Está tudo errado. Que se punam com todo rigor os culpados pelo HOMICÍDIO DOLOSO de todas estas vítimas inocentes! Também faz-se necessário uma grande fiscalização das casas noturnas do estado todo para que se detectem as falhas de segurança, e assim sejam fechadas até que se mostrem devidamente regularizadas a padrões adequados.

    Curtir

  7. Só um detalhe, até onde eu sei o Constallation da Panair bateu no Morro do Chapéu, em Sapucaia do Sul. Na época ele pousava na base aérea de Canoas, com pista de maior porte que a do Salgado Filho na época, e o Morro do Chapéu fica próximo. Não faria sentido ele bater em São Leopoldo.

    Curtir

  8. Muito triste, muito lamentavel. Me solidariso com todos os familiares destes jovens, que estavam no inicio de suas vidas. Que Deus de conforto a seus pais por esta lamentavel perda.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: