Mini favela no centro aumenta às vésperas da Copa

Ao invés de trilhas de teatrinho, a prefeitura deve se preocupar de por as praças do centro da cidade em ordem: nessa praça na boca de uma das avenidas mais importantes do centro, a Salgado, se instalou há meses uma mini favela, que cresce. O local está totalmente detonado, o calçamento remendado se desmanchando e entra semana e sai semana o local só fica pior e mais moradores de rua se instalam ali, estendendo suas roupas no varal e fazendo comida em fogões. Mas como?

Clique para ampliar

x1

Fotos-0017_2

 

Estou indignado com o potencial imenso que esta cidade tem e que NÃO É EXPLORADO por simples INCOMPETÊNCIA, MÁ GESTÃO E FALTA DE IDÉIAS. Chega de fontes desligadas e praças entregues às displicência e ao abandono. Basta com esse perfil Burquina Faso do centro de Porto Alegre! A Copa está ai, tudo isso ficará assim? Nosso centro poderia ficar lindo, se deixarem profissionais competentes o pensarem. Não gastem dinheiro com caminhos temáticos circenses que acabarão com a Copa. Precisamos resgatar praças, pavimentos e calçadas. Coisas básicas que ficarão para sempre!

PS: desculpe o rancor, mas estou realmente esgotado com essas coisas que não mudam nunca 😦

x1

x2



Categorias:Outros assuntos

63 respostas

  1. muito triste a situacao de nossas pracas,quando nao eh o mato tomando conta sao os mendigos se apropriando delas ,como vamos frequentalas desse jeito?

    Curtir

  2. Outra coisa, passei pela orla hoje, varias barracas nela, pessoal fazendo comida, bem de frente pro Guaiba.

    E ninguem faz nada, lamentavel.

    Curtir

    • Sim, os que defendem que “a orla é nossa”, não aceitando fazer nada ali devem achar bem bonito aquilo tudo….

      Curtir

  3. Moradia é um direito previsto na Constituição. Se o poder público não faz a sua parte não pode retirar eles das áreas públicas. Bilhões pra construir Itaquerão o governo tem, mas pra fazer um programa decente de habitação, cadastrar o povo, comprar terreno e tocar obra não. O pessoal aqui deveria protestar por um programa habitacional de primeiro mundo, e não fazer grupinho pra higienizar o local porque os gringos vão ver nossa realidade social.

    Curtir

    • Sair dando casa não vai adiantar, tem muita gente nas ruas que tem dinheiro, mas não da bola pra isso.

      São drogas e problemas mentais, não vai adiantar, precisam de tratamento.

      E como é que o governo vai sair dando moradia de graça?
      Eu tenho o direito de sair da casa dos meus pais e obrigar o governo a me dar casa?

      Tem lugares pra eles, principalmente no inverno, mas como ja falei antes, eles não aceitam as regras.

      E tem que higienizar mesmo, é muito xixi e coco nas ruas, isso é questão de saude publica.

      Curtir

  4. Simplesmente a questão social da Capital esta uma catastrofe. Tirando alguns profissionais competentes, o resto esta preocupado em cumprir suas horas e não mexer em anda pra não se incomodar. Cada dia aumenta o número de pessoas deitadas no meio da calçada, em paradas de onibus, e não tem ninguem pra tira-los visto que “tem sues direitos”. A praça em questão na foto é uma quadra de minha casa, eu ia tirar fotos nessa semana, pois ali eles tem mesa, cadeiras e muita cachaça. Realmente a coisa é calamitante, na frente da Zero Hora embaixo da passarela que passa pelo arroio tem varias roupas jogadas por la e muito lixo de catadores pirados que jogam ali e se deitam para fumar… e quem faz alguma coisa?

    Curtir

    • A Ipiranga é uma vergonha! cada viaduto é moradia pra algum “sem teto coitado”!

      Andar por ali de noite então é um desafio a parte….

      Curtir

  5. Parabéns pela fotomontagem para nosso reflexão. Quando passei por este ponto do centro senti realmente uma tristeza por ver como o espaço público ser tão maltratado. Seria interessante fazer uns banners e colocar no Largo Glênio Peres para o povão ver e ter a chance de refletir a respeito. Temos de tirar esta cidade da condição de urbe-lixo em que injustamente se encontra. Acho que seria interessante postar matérias sobre a ação da prefeitura de São Paulo de internação compulsória de dependentes, porque é um primeiro passo e deveria estar acontecendo em Porto Alegre também.

    Curtir

  6. Semana que vem vou bater uma foto da praça ali perto de casa, vai ser pespecial pro tal Rodrigo.

    Quem passa pela Benjamin deve conhecer, é um lugar que a prefeitura fez para descer a ´água da chuva, que tem umas goleiras e um pessoal andava de skate.

    É lixo pra tudo que é canto, sofás, colchões, é um absurdo.

    O pessoal vai adorar.

    Na frente de onde eu moro tem uma outra praça, a população meio que adotou e tem o apoio de uma empresa pra cuidar, mas não adianta, a praça ta sempre detonada, é lixo espalhado (isso que tem lixeiras), fogueiras, é triste.

    Por sorte, nem sempre tem gente morando la, mas sempre vai um pessoal aprontar.

    É ponto de consumo de drogas tambem, mas não é uma cracolandia, é mais maconha mesmo, mas ali até que é interessante, o pessoal leva as familias, o pessoal que consome drogas fica num canto na deles com seus familiares, outros fazem churrasco em churrasqueiras portáteis, o pessoal respeita mais.,

    Curtir

    • Pq não coloca na rede social…crie coragem! kkkkkk

      Curtir

      • Se ja me criticaram por falar sobre uma “casa” no meio da calçada, vão querer me esfaquear se eu divulgar esse absurdo no facebook

        Curtir

  7. Por que vocês não dão o nome de “Partido do Chá” pra essa ONG?

    Curtir

  8. Há um tempo atrás, no governo do PT na Prefeitura criaram uma frente de trabalho para limpar o arroio Dilúvio que empregava o pessoal que morava na rua.
    Eu sei porque foi uma época que eu torrava a Prefeitura através do 156 para que limpassem o Arroio Dilúvio…..eu não sei por que não durou e acabou…
    O problema é que esta gente que mora na rua também tem seus cachorros, toma seu trago e como muita gente de bem não gosta de tomar banho.
    Quando são convidados a deixar esta vida maravilhosa de ficar atirado na rua, vadiando como disse alguém em um comentário, a primeira coisa que dizem e fazem é: os cachorros ficam fora, não pode beber é obrigado tomar banho. Por que?
    Esta pessoas não tem direito a nada. Elas não nasceram na rua. O que aconteceu para que elas vivam assim?
    Quem dá emprego para morador de rua? Você daria? eu respondo Ninguém……

    Curtir

    • Por isso Juliana, o primeiro passo é tirar esse pessoal da rua!

      Curtir

    • Quase todo catador de lixo tem uma cachorro vira lata de companheiro, quando chegam no albergue a primeira coisa que escutam é “o cachorro não!”

      Curtir

  9. Escuta, hoje passei pela rodoviaria, tem uma casa, ate com colchao na entrada da passarela do lado da rodoviaria, nao entendo como nao retiram essa gente, depois querem tirar e as pessoas ja se acham donas do terreno. Daqui a pouco vao querer uso capiao dessas areas.

    Curtir

    • Tenta tirar alguém desses lugares
      Se tentar tirar vão colocar na TV, jornal, chamar de “higienista”
      É mais fácil deixar ali, ai todos fingem que não vêem.
      O problema é justamente esse. Se fizer vai receber tanta pedrada e tanto nome feio.
      Se não fizer aqueles que te atirariam as pedras também não vão fazer nada.
      E, no final das contas é melhor não fazer nada.
      É horrível.
      Mas tu acha que o prefeito, secretario vai querer entrar nessa briga? Vai ganhar o que? Vão acabar com o cara mesmo que tenha as melhores intenções do mundo.
      Interessante ver que esses reclamões de plantão só servem para questionar a atitude dos outros. Fazer alguma coisa não fazem. Mas também não te deixam fazer.
      Agora com essa maldição de redes sociais a coisa piorou ainda mais.

      Curtir

      • Impossivel nao ter alguma forma de fazer isso, estava em Malaga, na espanha, uma pessoa sentou, colocou um chapeu no chao e um cartaz pedindo esmolas, nao demorou um minuto apareceram dois policiais a paisano e o retiraram discretamente e acho que enviaram a algum serviço social. Assim as coisas nao se criam, mas tem que ter gente pra isso, policiais e assistentes sociais. Se nao tiver legislaçao, que se crie, o que nao pode é isso acontecer dessa forma por aqui. Isso nao existe em nenhum pais civilizado, se quisermos ser um, isso tem que mudar.

        Curtir

      • Que medoooo das redes sociais!!!!

        Curtir

  10. E tem outra na Alberto Bins

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: