Adiada proibição da circulação de carroças em Porto Alegre

Em Porto Alegre 1,2 mil famílias dependem da atividade de reciclagem feita por carroceiros, carrinheiros e catadores. É um total de 5,4 mil pessoas afetadas com a Lei das Carroças. Foto: Divulgação Detran-RS.

Em Porto Alegre 1,2 mil famílias dependem da atividade de reciclagem feita por carroceiros, carrinheiros e catadores. É um total de 5,4 mil pessoas afetadas com a Lei das Carroças. Foto: Divulgação Detran-RS.

A meta inicial da Prefeitura de Porto Alegre para a aplicação da chamada Lei das Carroças até 2016 começaria a ser cumprida na última sexta-feira, 1º de março. Porém, a demora para a construção de uma central de triagem de lixo, para onde serão destinados os carroceiros da região das ilhas, impediu a proibição da circulação dos carroceiros e carrinheiros da cidade. A unidade consta como contrapartida da OAS para o projeto da Arena e a central deve ser erguida na rua Frederico Mentz, no bairro Humaitá.

O prazo final do cronograma também foi alterado. A retirada total dos carroceiros e carrinheiros deveria ocorrer até 1º março de 2016, mas foi adiantado para 1º junho de 2015. Além do projeto de contrapartida da OAS, a prefeitura conta com R$ 18 milhões, metade do BNDES e metade da prefeitura para investir na recuperação de galpões de reciclagem e criação de mecanismos de capacitação profissional para os carroceiros como alternativa para retirada da atividade das ruas de Porto Alegre.

A primeira área da cidade a não ter mais os carroceiros circulando será nas avenidas Edvaldo Pereira Paiva, Ipiranga, Antônio de Carvalho e Bento Gonçalves, até o limite com o município de Viamão. Autor da lei que prevê a retirada gradual dos veículos de tração humana e animal, o atual vice-prefeito Sebastião Melo diz que o governo vai trabalhar para cumprir o novo prazo.

SUL 21



Categorias:Carroças e Catadores

Tags:, , ,

15 respostas

  1. Carroças são a cara do Brasil subdesenvolvido.

    Curtir

  2. Meu trabalhou 50 anos na carroça, sou favorável, e só organizar.

    Curtir

  3. Esse é o resultado prático até agora, nada foi elaborado, aliás a Central que estaria sendo realizada em contrapartida com a OAS é motivo de investigação por parte do MP RS.

    Vão deixar para o último momento este problema, aí vai ocorrer um caos total, tudo em consequência de falta de planejamento.

    Curtir

  4. Adia logo para 2055. Que atraso, cruzes.

    Curtir

  5. Nada contra os veículos de tração humana. Sou totalmente contra os veículos de tração animal. Pois são estes cretinos que matam seus cavalos carregando carroças além do limite de suas forças, torturando e deixando-os morrer a cada dia. Além de serem totalmente imprudentes no trânsito.

    Curtir

  6. Muito poder pra pouca cabeça.

    Curtir

  7. Espero que os turistas estrangeiros que nao aceitam este tipo de coisa barbara tentem mudar este quadro horrivel da cidade, ja que a propria populacao tem algum tipo de fetiche sexual vendo um animal sendo espancado nas ruas. (so’ deve ser este o motivo)! Tem que acionar agencias INTERNACIONAIS de defesa aos animais para que este absurdo chegue ao fim rapidamente.

    Curtir

    • Phil, talvez tu tenhas este fetiche de ver animais chicoteados, ninguém suporta mais isso, existe até uma Ong, ” Chicote nunca mais ” que resolve muito este problema.
      Eu já parei carroça na rua e chamei o Batalhão Ambiental e a EPTC e o problema foi resolvido. à favor do cavalo.
      As pessoas deveriam se engajar mais nos problemas da cidade, reclamar para o Nº 156 da Pref. 118 da EPTC, e fazer valer seus direitos de cidadãos. Todo mundo acha que não adianta. Adianta sim e eu falo por experiência própria. Experimentem….

      Curtir

  8. Esta questão se arrasta ha anos, sempre com a desculpa do que os coitados dos carroceiros vão fazer. Tem tantas coisas que eles podem fazer…..é para isso que temos vereadores e tantas pessoas que trabalham nos diversos orgãos da Prefeitura, pensar o que eles vão fazer. Tem ruas para limpar, tem a orla cheia de lixo que também deve ser limpa, tem o Arroio Dilúvio, tem erva de passarinho para tirar das árvores, tem milhares de árvores em Porto Alegre necessitando de atenção como: colocar tutores, cortar galhos para que não cresçam tortas, que ensinem jardinagem para eles para que encham de flores nossas praça, tem muito mais coisas para eles fazerem . Como é que ainda não construiram o tal centro de triagem, meu Deus tudo se arrasta nesta cidade, o que esta gente faz todos os dias.
    Eu não aguento mais ver cavalo apanhando na rua, carroças repletas de lixo conduzidas por menores, ninguém faz nada. é um abuso….

    Curtir

    • Aaaa, mas essas coisas exigem o pagamento da prefeitura.
      hahaha

      Diria para dar curso de auxiliar de pedreiro e instalador de split, estão em falta no mercado e andam pagando muito bem.

      Esses tempos vi comentarem que a instalação de um split pode sair mais de 700 reais, dependendo do local…. isso de UM SPLIT.

      Tem muita coisa pra fazer, um curso sai mais barato do que pagar para eles trabalharem para limpar as ruas (apesar de precisar, mas como aprefeitura quer economizar, né…)

      Curtir

  9. Por que não colocam esse centro de reciclagem numa area onde a prefeitura NÃO pretende valorizar?

    Ao menos, pelo que eu lembro, o Humaita é um bairro que eles estão tentando valorizar, quero ver a população querer morar perto de um centro de reciclagem….

    Mas né… vamos ver no que vai dar….

    E quero ver os carroceiros obedecerem, por que ja vi muita carroça em areas que é proibido, isso que tem sinalização.

    Curtir

  10. A circulação de carroças e a tração humana são o símbolo maior do atraso de nossa cidade. Sem falar nos maus tratos aos animais. E o pior é que uma parcela de nossos políticos é capaz de querer erguer um monumento aos bravos carroceiros. Surgirão aqui mesmo no blog alguns dizendo que o fim dos carroceiros é uma medida de higienização urbana.
    Mais um fracasso à vista se a população não se manifestar.

    Curtir

  11. Eu aposto em 2027

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: