Novamente, o basicão – atualizada

Passei ontem por uma pracinha que foi “reformada” pela Goldztein (ou teria sido a própria prefeitura, se alguém souber me ajude) ao lado do novo empreendimento Duo Concept, na Loreiro da Silva. Dado a grandiosidade do prédio que surgirá ao lado -ver render 1 abaixo- poderíamos esperar uma pracinha repaginada bem legalzinha.  Mas que nada. Sendo Porto Alegre, o que fizeram foi tacar oito apáticos  -sim, o que mais??? – jerivás em fileira indiana. E se deram satisfeitos com o “projeto paisagístico”.  Se bobearmos, as -sim, de novo!-  palmeiras (foto 2) que irão plantar na frente do prédio serão também jerivás.

duo-concept-2

duo-concept-1

Novamente: não há novo empreendimento paisagístico da cidade que não saia do basicão. Não há planejamento, cuidado, escolha de árvores frondosas, flores, harmonia, nada. A fórmula fácil de displicentemente jogar uns jerivás já cansou e aborreceu.

Nas montagens, sugestões do que poderia tersido feito. Clique para ampliar.

praça 00

praça 0

praça 2

praça 1

 

 

Uma versão com muitas flores e uma fonte  – NÃO seca! 🙂 E o local já assume um ares de Gramado e revira de ponta cabeça a imagem da cidade. Nada que requeira muito dinheiro. Mas é pena que nossas construtoras só pensem no lucro, não se preocupando com nossa cidade e o bem estar dos cidadãos.praça-3



Categorias:Outros assuntos

Tags:

34 respostas

  1. A simplicidade dessa “nova” praça só agrada alguns (inclusive eu) porque antigamente mais parecia um lixão. Precisa contrapartida de uma construtora para termos uma praça razoável? A prefeitura não tem competência pra fazer algo AO MENOS do nível que fizeram agora (que já não é grande coisa)? E olha que essa situação já vem de muito tempo…

    Curtir

  2. Concordo em gênero, grau e número contigo Marcelo. Meu, tantas árvores belas para optar e botam estas palmeirinhas. Poderia ser um espaço floridaço com ipês, jacarandás, cerejeiras, e outras. Ou então, algo mais na linha classuda que comporia bem com o empreendimento, com plátanos, cipestres, e outras do gênero. Mas, um paisagistinho (de)formado em algum cursinho chulé bota estas palmeiras patéticas. Urgh.

    Curtir

  3. eu gostei rs ficou um ambiente bem limpo

    Curtir

  4. Na minha modesta opinião nem deveriam ter dado consentimento para construirem naquela nesga de terreno, ali deveria ter saido uma praça, mas, o ” Money honey ” sempre fala mais alto. Muito concreto, pouca beleza, bolso cheio….

    Curtir

  5. Os petistas nao tem perigo nenhum de terem meu voto em um futuro proximo, mas confesso que o Adeli Sell subiu no meu conceito pela participacao eventual que faz aqui no blog, ja’ ha’ algum tempo. E’ rarissimo de ver um politico dando as caras; a maioria nem responde emails.

    Quanto ‘a essa postagem, devo dizer ao Marcelo que o basicao e’ justamente o que nos precisamos. Nao adianta pensar em quadros nas paredes, se o chao ta’ caindo aos pedacoes. Que facam o basico primeiro.

    Curtir

  6. Também não gostei do resultado. Pelo menos ficou bem iluminada. O que me chama a atenção é como essa praça ficou bem frenquentada depois da reforma: dia e noite com os bancos lotados de famílias, crianças, jovens… Isso demonstra a falta de espaços qualificados no Centro. Espaço em si temos vários, mas a maioria absoluta está entregue a marginais e usuários de drogas, fora o mobiliário urbano vagabundo e a falta de manutenção.

    Curtir

  7. Pelo menos o concreto da calçada parece ter um bom acabamento. Pelo menos na foto não se vê ressaltos ou algo que possa atrapalhar um idoso ou deficiente visual. Mas que poderiam ter tentado fazer algo melhor, poderiam.

    Curtir

  8. Bah, quem dera se todas as calçadas de Poa, principalmente nas praças fossem PODRES assim.

    hahaha

    Reclamam de tudo, querem um luxo só?

    Curtir

  9. flores nao ocupam espaço como arvore, se esse foi o motivo do jerivas. Os instrumentos estão horriveis: o banco é ruim e nao tem lixeira – que é basico. O concreto da calçada poderia ser melhor.

    Curtir

  10. Claro que ficou melhor do que antes (nada). Mas se a “cidadezinha é muquirana” é porque não se investe em projetos paisagísticos decentes para os espaços públicos em geral, nem há uma boa conservação destes, obrigando os cidadãos a se contentar com qualquer coisa meia-boca (basta ver as pessoas conformadas passeando na orla do Guaíba, Gasômetro ou na maioria das praças) ou a ter o trabalho de propor mudanças e ser chamado de “mal-lavados” (?) por querer algo mais bacana, não sempre esse mesmo basicão.

    Curtir

    • O que me motiva nos debates são as propostas concretas. Apresentar ideias. Eu peguei um Projeto de um Reprofit feito por uma jovem arquiteta, publicado aqui, larguei para o Prefeito e estou cobrando retorno. Pois a contribuição é excelente.

      Curtir

  11. Se nós somos isto. Se for Porto Alegre o que pensas, por que não te mudas?

    Curtir

    • Pelo amor… ele está sendo irônico.

      Curtir

    • Caro EX edil, Adeli. Além de defenderes teus correligionários corruptos em atos organizados pelo PT contra o julgamento do mensalão, na verdade não sou eu que devo me mudar de cidade. O correto seria defenestrá-lo do planeta Terra e desterrá-lo lá nos confins do Sistema Solar. Seria uma assepsia ética muito bem-vinda a nossa sociedade.

      Curtir

      • Não falei que vc é totalmente intolerante.
        Mas tuas opiniões não vão me abalar
        Tu podes achar o que quiseres de mim, o importante é o que a maioria sabe de mim……

        Curtir

      • Nossa, o cara usa o gerador de blah blah blah. Escreve com estilo mas não diz nada.

        Curtir

      • Uma resposta desse nível merece a divulgação por parte do Gilberto de onde foi gerada .

        Curtir

      • CORREÇÃO :

        Uma agressão desse nível do tal Kiko merece a divulgação do IP de onde foi gerada.
        Certo, Gilberto ?

        Curtir

        • Não, André. Estou procedendo seu banimento. Ele é reincidente com outro nome.
          Em 1 minuto seus comentários não existirão mais.
          A propósito, ele é um velho conhecido nosso do Blog. Já comentou centenas de vezes. Foi embora do Blog em momento “comovente”, conforme comentários de 23 de agosto de 2011. Retornou com outro nome em dezembro de 2012, sendo banido pouco tempo depois pelo fmobus por comportamento totalmente fora do bom senso e das regras de convivência. E agora como Kiko, banido por mim neste instante. Ele não desiste. Mas estaremos sempre atrás dele.

          Curtir

          • Correto, chefia, temos que somar e não dividir.
            .
            Há pessoas que não percebem que este blog está ajudando a formar opiniões sobre o que devemos ou não devemos fazer em Porto Alegre, independente do partido que está ocupando o Paço Municipal, temos que incentivar ações de Estado e não de Governo, pois quanto mais a gestão de nossa cidade (assim como estado e união) se basear em ações independentes de quem governa no momento, maior será a continuidade dos projetos.
            .
            As opiniões capitaneadas pelo Marcelo Bumbel parecem simples e até diriam alguns “Naïfs”, entretanto quando no centro ou em qualquer local queremos sentar num banco, olhar o que está em volta, e descansarmos um pouco, um belo e aprazível ambiente mostram quão importante são pequenas (porém grandes) diretivas que praticamente não custam nada, mas sua relação benefício/custo é enorme.
            .
            No início do século XIX, tínhamos uma quase diretiva na construção de praças e parques, abandonamos-as até por acha-las desatualizadas ou outras coisas, porém não as substituímos por outras, criando um vazio em termos de conceito urbanístico que são preenchidas pelos famosos “jerivás”.
            .
            Precisaríamos um conceito geral ou local (por bairros) de jardins e demais equipamentos, e com este durante um tempo (até que seja substituído por outros) se mantenha uma identidade visual que inclusive caracterizará uma época.
            .
            Não entendo nada de urbanismo, porém ser identificar algo não agradável, e acho que devemos discutir (aqueles que conhecem) os conceitos básicos.

            Curtir

            • também sinto falta de se discutir como um todo, no sentido amplo, o urbanismo de POA. Como queremos que seja a nossa cidade? Como seriam as ruas, calçadas, praças, mobiliário urbano? Não sei se é uma ideia muito utópica, mas um planejamento geral da cidade, nesse sentido, e que as obras fossem saindo aos poucos, mas com uma lógica dentro do urbanismo da cidade.

              Curtir

  12. A praça antes estava tão horrível que acho que melhorou bastante. Mas a questão do basicão é isso mesmo, como tudo em POA.

    Curtir

  13. A Goldsztein que ‘projetou’ a praça em troca do impacto e adensamento que vai trazer para a região. E a alegação do projeto é criar um CORREDOR VERDE, pode isso? Mas o pior de tudo é a fachada do prédio que dá para a rua Havaí (fundos) que é puramente uma fachada cega de prédio garagem, matando totalmente a interação com a rua. Mais uma pérola pra coleção de desurbanidades de Porto Alegre. Triste.

    Curtir

  14. Gostei da Palmeiras, achei elas inerentes ao tamanho da praça, que é bem pequena.

    Se plantassem outro tipo de árvore de maior porte, com o passar dos anos iriam acabar escondendo a praça.

    Além disso, a revitalização não ficou somente nas Palmeiras. Foi colocado calçadas ao redor de toda a praça, bem como bancos e postes de iluminação.

    Curtir

  15. A praça até que está legal.. falta alguma coisa mais artística alí, como um chafariz ou uma escultura.

    Curtir

    • Realmente, ficou com um ótimo acabamento, este calçamento poderia ser o padrão, muito bom. Só acho que assim como o texto fala, podiam ousar no paisagismo.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: