Continua a polêmica sobre a área do Estaleiro Só – Ecologista entra com ação na justiça contra a “privatização” da área

Ecologista arcaico entra com ação na justiça contra a “privatização” da área do Estaleiro Só.

Esta questão me cansa.

Década de 70: Estaleiro Só funcionando como indústria naval de grande porte. Uma área privada.

Década de 70: Estaleiro Só funcionando como indústria naval de grande porte. Uma área privada.

Uma área PRIVADA, por décadas ocupada por uma indústria naval, o Estaleiro Só S.A., adquirida por outra empresa privada, a BMPar, que ali projetou magnífico empreendimento residencial, hoteleiro e comercial em 2009, rodeado por ampla área pública (54% da área total do terreno) agora volta a tona das discussões pois certas pessoas não podem compreender a sua ocupação por esta empresa privada. Estas pessoas simplesmente NÃO ENXERGAM os benefícios que a empresa que É DONA DA ÁREA vai realizar em contrapartida a sua ocupação.

Repito: a área não é pública. É privada. Há mais de 50 anos. E antes de ser privada era lixão. Nunca foi usada pela população para lazer, agté por que a orla nunca foi valorizada em Porto Alegre. Esta empresa quer mudar a história, quer criar um empreendimento que valorize a orla como nenhum outro trecho será.

Aí vem os “pseudo” ecologistas, dizendo que a ORLA NÃO PODE SER PRIVATIZADA. Como assim gente ?  Essa mesma história de novo ?

Eles não desistem !!!

Caso essa área seja desapropriada para se transformar num parque como querem, ela FICARÁ POR ANOS, TALVEZ DÉCADAS ABANDONADA, SEM UTILIZAÇÃO, tudo por que alguns acham que ela não deve ser privatizada. Por que ser privatizada é pecado.

Se o empreendedor fará uma GRANDE CONTRAPARTIDA  à população, por que não deixá-lo fazer o seu empreendimento ?

EM NOME DA ORLA PÚBLICA TEREMOS MAIS UM MATO A RECLAMAR QUE ESTÁ SEM USO ? MAIS UMA FATIA DA ORLA CONTINUARÁ FEDENDO CHEIA DE MARGINAIS ? CHEIA DE RATOS E COBRAS ?

QUE DINHEIRO QUE A PREFEITURA TEM PRA CRIAR E MANTER MAIS UM PARQUE ?

O BLOG PORTO IMAGEM DESEJA E VAI LUTAR PRA QUE ESTA ÁREA PERMANEÇA NAS MÃOS DESTA EMPRESA, E QUE O SEU EMPREENDIMENTO SEJA CONSTRUÍDO E QUE A POPULAÇÃO POSSA GANHAR UMA BELÍSSIMA ÁREA PÚBLICA, DE FRENTE PRA A ORLA, SE CONSTITUINDO NA MAIS BONITA ÁREA DA ORLA DE PORTO ALEGRE.

QUEM CONSEGUE ENXERGAR ISSO ?

POR FAVOR, LEIAM O QUE ESCREVI E REFLITAM. 

_________________________

Agora vejam essa reportagem:

Não é de dar nojo ?

Caio Lustosa: “As margens do Guaíba não podem ser privatizadas”

Na próxima quinta-feira (21), às 14 horas, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul vai julgar o recurso impetrado pelos autores de uma ação popular contra a privatização da área do antigo Estaleiro Só, na Ponta do Melo, Zona Sul de Porto Alegre. Esse recurso contesta a decisão da juíza da Vara Ambiental do Fórum da Tristeza, que em agosto do ano passado extinguiu a ação por julgar ilegítimos os seus autores. O relator, desembargador Carlos Eduardo Duro, mais dois de seus pares vão julgar em preliminar se os autores têm ou não legitimidade e direito de entrar com a ação popular.

Se o Tribunal se achar competente e informado para julgar o mérito com as provas apresentadas no processo, poderá apreciar a questão que está posta: quem é dono das margens do Guaíba e se existiu a caducidade do aforamento da área após a falência do Estaleiro Só.

Leia mais.

SUL 21

_______________________

VALE A PENA LER ESTES POSTS DA ÉPOCA DO PLEBISCITO E DO LANÇAMENTO DO PONTAL DO ESTALEIRO:



Categorias:ORLA, Pontal do Estaleiro

Tags:, , ,

83 respostas

  1. Mantida extinção de ação que questionava uso do Pontal do Estaleiro – Vitória do bom senso !!

    http://noticias.promad.adv.br/tj-rs/96941/mantida-extincao-de-acao-que-questionava-uso-do-pontal-do-estaleiro

    Curtir

  2. Vocês deveriam procurar no google a cidade de Sobral no Ceará. Lá tem orla, tem boulevard com arco do triunfo ao fundo e ainda seus prédios antigos são todos pintados e iluminados a noite. Olhem e babem pelo que nós nunca teremos aqui em Porto Alegre.

    Curtir

  3. Num mundo onde falam que a mistura de prédios comerciais com residenciais é uma boa solução para o transito e poluição, os ecologistas vão contra algo do tipo nessa area.

    haha

    Curtir

    • Incoerência total deles Guilherme ! Ou seja, eles sabem disso. Mas na hora de opinar, vale mais o lado partidário. Que dane-se o resto. Inclusive o bem estar da população e do planeta.

      Curtir

    • Nem sempre é questão de ecologistas. Conheço pessoas que foram lá votar não pelo estaleiro. Estas pessoas com quem conversei fizeram muito mais por pensamento de gauchinho “ahhh essa empresa comprou só podendo fazer comercial e agora quer mudar a regra!!! não pode!”. Eu até tentei argumentar que uso misto daria mais vida ao local, etc mas me ignoraram.

      Curtir

  4. É incrível como a mentalidade de alguns cidadãos é pequena. Fico impressionado com a falta de visão e a vontade de deixar essa cidade na lanterna da evolução. A cada dia que passa tenho pena desta cidade e dos pensamentos atrasados e retrógrados dos habitantes deste município. Em suma, não existe melhoramentos na cidade senão através da iniciativa privada! O governo não investe e na maioria das vezes não tem dinheiro. O egoísmo é triste por parte destas pessoas que ali perto residem! Nem sempre o empreendedor tem ótimas soluções, mas para isso existem as contrapartidas e os bons escritórios de arquitetura.

    Curtir

  5. O uso misto é melhor para a cidade, sem dúvidas. Mas eu não gostei tanto assim do projeto, principalmente na parte paisagística e viária. Aquela avenida de 4 faixas paralela à atual Beira-rio (ou Icaraí) é estupidez. Muito melhor 2 faixas apenas, no sentido contrário. O desenho em zigue-zague também é muito ruim. Preferiria metade do número de predios mas com o dobro da altura. Acabaria com o efeito muralha.

    Curtir

  6. Não vejo grandes problemas nesse projeto, afinal, a revitalização da orla realizada pela prefeitura só iria até a frente do Iberê Camargo. E os prédios residenciais alí não estão retirando o Guaíba de ninguém, pelo que se pode ver, a orla em si estará aberta para todos. Melhor do que hoje, jogado às traças. Ou alguém além dos usuários de drogas e moradores de rua vão passear alí para apreciar a orla do Guaíba hoje?

    Curtir

  7. MUITO LINDO ,!!!!!!!!!!!PARABÉNS , tem que ser APROVADO!!!!!!!!!,

    OU E MELHOR DEIXAR COMO ESTA????????????

    Curtir

  8. Que tristeza olhar essas imagens do projeto do Pontal. Prédios lindos, baixos, com arquitetura marcante, com entorno espetacular, restaurante, ruas, área pública… e saber que nada disso jamais vai existir.

    Curtir

    • Jamais ia existir, é um render hehehe. Mas concordo que o uso misto é muito superior ao apenas comercial.

      Curtir

  9. Viram o que eh a diferenca de mendatalide e da cultura de uma cidade?
    Nao vemos acoes como essas acontecer em outras cidades com tanta intensidade
    E uma coisa chama ainda mais atencao: com a Copa, a cidade esta passando por uma CHANCE HISTORICA de mudar seu jeito de agir, e dar inicio a uma nova era de upgrade, crescimento e importancia, como ja fez no passado. Mas nem mesmo essa chance historica conseguiu dar jeito em Porto Alegre.
    Eu sinceramente nao sonho com mais nada nessa cidade que ha um bom tempo se tornou pequena e MEDIOCRE.

    Curtir

  10. E’ semmpre a mesma turminha ecossaura que nao deixa derrubar arvores para a construcao de uma avenida, ou urbanizacao/paisagismo do Pontal….mas ao mesmo tempo nao abre o bico pra “abrir uma acao” contra a “privatizacao” dos morros com suas centenas(ou seriam milhares?) de ocupacoes ilegais e destruicao da mata nativa….ou ir contra aquele estacionamento de 3 andares e 250m de comprimento que o Beira-Rio(AG) esta construindo junto a orla??
    Pq sera?? hummmmmmmm………
    Primeiro pq “pobres” que invadem os morros sao coitadinhos, entao, segundo a “cartilha ecoxiiiita” , sao intocaveis!
    …e quanto a ir contra ao estacionamento de um clube que possui 50% da opiniao publica a favor(os colorados), nao da ibope!.
    Ecologia???………Bando de hipocritas……

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: