Estudantes protestam e reivindicam passe livre em Porto Alegre

Grupo de 120 pessoas realizou passeata e causou problemas no trânsito

Estudantes protestam e reivindicam passe livre em Porto Alegre  Crédito: Tarsila Pereira

Estudantes protestam e reivindicam passe livre em Porto Alegre Crédito: Tarsila Pereira

Cerca de 120 estudantes da Colégio Estadual Júlio de Castilhos, organizados por seu Grêmio Estudantil, realizaram uma passeata da escola até a prefeitura de Porto Alegre por volta do meio-dia desta segunda-feira. A mobilização causou problemas no trânsito nas avenidas Salgado Filho e João Pessoa, até a altura do Parque Farroupilha.

Com cartazes dizendo frases como “Pule a roleta e revide”, o grupo protestou em frente ao Paço Municipal. Guardas foram deslocados para proteger a entrada do prédio com cordas. Os alunos queriam uma audiência com o prefeito José Fortunati para reivindicar passe livre. “Queremos o passe livre estudantil, como existe em outras capitais. A passagem é muito alta e os estudantes têm dificuldades para pagá-la. Isso acaba gerando uma grande quantidade de reprovações por excesso de falta”, reclamou o vice-presidente do Grêmio Estudantil do Julinho, Cristian Lucas.

Depois do protesto no Paço Municipal, os estudantes seguiram até a sede da prefeitura na rua Siqueira Campos. O movimento causou novo engarrafamento na via e também na avenida Mauá.

Correio do Povo

____________________

Esse grupo de estudantes quer que a passagem encareça mais ainda …

 



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

29 respostas

  1. Eu fico pasma com certos comentários aqui neste Blog, este vai para o Guilherme que acha que não precisa de passe livre, para Renato que acha que velho e deficiente não precisa. Precisa sim. Agradece a Deus que não és Deficiente Físico ou Visual e velho eu não sei se chegarás lá para agradecer. Quanto ao Pablo que acha que os velhos passeiam de ônibus nunca ouvi bobagem maior….
    Todos os idosos que usufruem atualmente de passe livre no passado sofreram nos ônibus de Porto Alegre, vocês reclamam mas não sabem como era. Uma pessoa que pagou ônibus durante 60 anos tem todo o direito de agora usufrir deste benefício.
    Atualmente os velhos trabalham, muitos completam sua vergonhosa aposentadoria com algum trabalho, nada mais justo que tenham passe livre….
    Não gostei que os likes foram retirados novamente, eu adoravam quando colocavam unlike para o que eu escrevia aqui……..mostrava bem as cabeças…….

    Curtir

    • Desculpe se falei bobagem… Não sou contra os idosos, foi só um achismo.

      Assistindo ontem o Palavras Cruzadas na TVCOM sobre o aumento da passagem (pegou fogo e vai reprisar hoje as 9:30) surgiu uma proposta interessante. E se os idosos tivessem que comprovar baixa renda para ter direito à gratuidade? Existem várias super-aposentadorias por aí.

      Curtir

      • Sempre que alguém fala alguma coisa dura em relação ao povo, ou é elitista, ou não tem coração. O fato é que estamos num país capitalista onde tudo deve se pagar. A passagem que o idoso, deficiente, carteiro, policial, estudante etc.. etc.. deixa de pagar influi diretamente na passagem que o filho e o neto do idoso paga. Não parece que dá no mesmo para ti?
        Agora tenta pensar como um empresário pensa. Te dou um exemplo de um cinema ou teatro.
        No cinema tem 100 cadeiras. Para o empresário ter um lucro bom ele precisa fazer mil reais. Então poderia colocar o preço a 10 reais. Isso se fosse em outro país, porque aqui ele nunca sabe o que vai receber. Pois se é estudante ou idoso vai pagar meia entrada. Com isso o empresário faz o lógico. Ao invés de colocar a 10 reais e rezar para não ir idoso e estudante, ele colocar o valor a 20 reais. Pois trabalhar para ter prejuízo não existe. Então o valor fica caro para todo mundo pelo simples fato do empresário não ter como prever as suas receitas. E sempre que tu não consegue prever receitas acaba aumentando o risco do negócio. E aumentando o risco do negócio o empresário precisa cobrar mais, o que faz o preços aumentarem. É isso que acontece com o ônibus.O empresário até consegue prever uma demanda para os próximos 10 anos, no entanto é impossível prever a demanda vai pagar ou não, se vai ter descontos ou não, se o governo vai criar mais alguma lei que dê mais isenções. Então pelo risco o empresário aumenta a margem dele. Isso é a lei do capitalismo, mais risco, preciso observar mais lucros para cobrir os possíveis prejuízos. Menos risco o lucro pode ser menor. É o mesmo que investir na bolsa de valores ou na poupança.

        Curtir

        • Por isso que essas isenções deveriam ser pagas por programas sociais do governo, em vez de fazer o empresário redistribuir o custo.

          Curtir

    • 60 anos não é mais idoso faz muito tempo. Concordo em manter as isenções para idosos, mas não 60 anos, nem 65, talvez a partir de 70 anos.

      Curtir

    • Acho que é bem por aí, os benefícios deviam ser sociais (por renda) e não por cor, idade, profissão, etc. Quem precisa de meia passagem é pobre, não estudante da PUC como eu fui, ou meu pai que não usa mas ganharia por causa da idade.

      Se a passagem tivesse o preço “completo” as empresas ganhariam o total do seu valor e pararia o mimimi, e o custo das isenções entraria como gasto social do governo, que é o que devia ser mesmo.

      Curtir

  2. O problema destes grupos de lobby é q eles encaram tudo pelo lado da demanda e nunca pela oferta… n estão preocupados em saber sobre a regulação de novas concessões e sim em demandar para si um privilégio

    Curtir

    • *novas concessões de linhas

      um outro caso são os de taxistas… li na ZH q uma licença pode passar de 100 mil réis… e é bastante óbvio q este dinheiro sai do bolso de quem usa o serviço, por outro lado quem ganha é quem limita o serviço q é tmb quem patrocina políticos…

      Curtir

  3. Que protesto de biltres. Poderia ser traduzido por “Meu cofrinho em primeiro lugar e o resto que se f… “

    Curtir

  4. Comunicado: Negativaram um comentário meu, que se constituia em apenas um agradecimento a um leitor que sugeriu um video, sobre o aeromóvel. Quando eu falei que se tivesse mau uso dos “likes” eu retiraria o recurso novamente, eu falava deste tipo de coisa. Incrível, mas creio que tem leitores aqui no Blog que são extremamente infantis e imaturos. Sinto muito, mas os que são bons e responsáveis pagam pelos imaturos. Estou retirando novamente os “likes”. Definitivamente. Não peçam pra voltar. Ignorarei qualquer pedido. Lamentável !!!!

    Curtir

    • uhu!

      Curtir

    • Gilberto: na verdade você está fazendo exatamente o que essa pessoa que negativou queria. Desde de o início, ficou claro que uma minoria aqui não queria os Likes ( quem acompanha o blog sabe quem são ). Certamente foi um deles. Sem falar que é perfeitamente plausível alguém apertar sem querer.

      Curtir

      • Olha, tem muita gente que sai negativando tudo por bobagem aqui… seguido faço uma pergunta e ela termina com 3 “não curti”, é absurdo.

        O que eu vejo é uma minoria que nunca se manifesta mas gosta dos likes isso sim hehe.

        Curtir

    • É uma pena. O blog perde a graça. Eu acesso bem menos, acredito que muita gente também. Mas como o maior interessado é tu, que assim seja.

      Curtir

  5. essa massa de manobra tem que protestar na UMESPA que aprovou o aumento….

    Curtir

  6. Privilegiados sempre tendem a querem mais privilégios (as custas dos outros)…

    Curtir

  7. offtopic: Planejamento de longo prazo em…em… Curitiba

    http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1356718

    Pronto, podem negativar a vontade…

    Curtir

  8. Acho que todos deveriam pagar para usar. Inclusive os mais velhos, deficientes, estudantes. No entanto as passagens devem ser menores, e pode-se criar DESCONTOS para esses grupos. No entanto nada pode ser de graça, pois assim não dão valor ao serviço e quem acaba pagando são os outros usuários. Deveriam sim, acabar com os cobradores e colocar em prática o sistema de BRT. Somente assim a passagem cairá de valor consideravelmente. Em todos os países do primeiro mundo não existe a figura do cobrador, ele foi substituído por um eficiente sistema informatizado que linca todos os meios de transporte (trem, metro, ônibus e inclusive transporte pluvial) tudo num mesmo cartão que pode ser abastecido em qualquer tabacaria da cidade. Não entendo o porque aqui no Brasil tentam inventar a roda sempre. É só copiar os melhores sistemas do mundo (Londres, Hong Kong, Sidney). Todos são bons e mesmo sem falar um “ai” da língua deles a gente consegue se locomover com facilidade.

    Curtir

    • Concordo contigo… poderia haver uma taxa simbólica para o uso do transporte coletivo para os idosos. O que é de totalmente de graça não é uma boa…

      Curtir

    • Pode estar acontecendo de senhores e senhoras estarem passeando de ônibus sem realmente precisar. Nada contra o passeio deles, mas isso acaba prejudicando os demais que precisam se deslocar por questões de saúde ou aposentadoria.

      Curtir

    • Honestamente acho que o preço deveria ser único, para todos. Para corrigir necessidades mais específicas, poderiam ser incluídos cupons de desconto para compra de passes em outros programas sociais como o bolsa-família.

      Sério, eu paguei muita meia-passagem quando era estudante. Mas não faz sentido um aluno de classe média da PUC (como eu) ter esse benefício.

      Curtir

    • Outro ponto, por que diabos carteiros tem passe livre? Eles que recebam vale transporte pago por quem usa os serviços postais pô!

      Curtir

  9. Bah, querem muito tambem.
    hahaha

    Deveriam acabar com essa bagaça de passe livre, ai sim.

    Curtir

  10. Esse é o mesmo protesto da João Pessoa? Então uns 80 ficaram no caminho até a prefeitura, pois na Zero Hora diz que eram 200.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: