50, 60 ou 70 Km/h?

velocidade1

 

velocidade2

 

velocidade3

 

velocidade4

 

Jornal Metro – Porto Alegre



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:, ,

47 respostas

  1. E desde quando vereador tem que definir isso? Por favor, velocidade de uma via é função de dados técnicos, como traçado, raio de curva, pavimentação, movimentação de pedestres/ciclistas/crianças, etc. Há critérios técnicos e equações para isso. Chamem especialistas na área para avaliar tecnicamente e tomar estas decisões.

    Curtir

  2. Felipe X voce chegou num ponto que eu queria comentar você disse: “uns 70% dos nossos motoristas sequer tem capacidade de dirigir no meio urbano de tão mal educados que são”. Digo mais são mal educados e despreparados. A atual Autoescola não ensina a pessoa dirigir. O aprendiz de autoescola tira a carteira sem nunca ter andado eu uma auto-estrada. isto é absurdo. por isso que existe cada vez mais motoristas com medo de andar no transito. O motorista tem que ter certeza naquilo que faz e saber fazer muito bem aquilo.

    Curtir

  3. Eu aprovo 70km EM VIAS COM MAIS ROLAGEM, Ipiranga, Beira Rio, Mauá, etc. OUTRAS NAO,
    Tem gente que passa travando o TRANZITO, Como as paradas de LOTAÇÃO, TAXIS, simplesmente param NO MEIA DA VIA!!!!!!!! gerando engarrafamento,!!!!
    Imagina 50km ai sim que ninguém anda!!!!!

    Curtir

    • Amizade, vai dar um rolê nos países desenvolvidos, onde a velocidade em meio urbano é 50km/h.

      Aumento de velocidade só dá resultado positivo de vazão em autoestrada, e ainda assim ao custo de mais acidentes.

      Curtir

  4. Se as leis fossem cumpridas não teriamos o que discutir. Agora querem mudar a lei e não pensam em cumprir a mesma.
    Sou a favor de colocar “caetano”em todas as sinaleiras de porto alegre.Porque o numero de carros que passa com o sinal vermelho é de dar vergonha.
    os pedestres não atravessam a rua quando o sinal abre para elas mas sim só quando o primeiro carro para. isto é uma vergonha.
    Sou a favor de aumentar o limite de velocidade em alguns trechos sim, é ridiculo andar a 60km/h no trecho da Av. Ipiranga da PUC até a Antonio de Carvalho.
    Se o motorista não tiver pericia para conduzir seu carro a mais que 60 neste trecho não poderia nem tirar carteira.

    Curtir

    • Na teoria até te entendo, mas acho que uns 70% dos nossos motoristas sequer tem capacidade de dirigir no meio urbano de tão mal educados que são. Imagina a mais de 60 km/h, que só aumenta o perigo.

      Curtir

  5. O discurso flexível do capelari em relação ao limite de velocidade: http://vadebici.wordpress.com/2013/03/28/o-discurso-flexivel-de-capellari/

    Curtir

  6. Simplesmente reduzir a velocidade não vai melhorar o transito ou reduzir os acidentes, não enquanto houver gente que corta a frente dos outros, que fica trocando de faixa o tempo todo, que dirige bêbada, que ignora o sinal vermelho, e inclusive, os que não respeitam o limite de velocidade.

    Jogam a culpa simplesmente na velocidade, e esquecem que a falta de educação e a imprudência são causas maiores de acidentes e mortes do que a velocidade em si. Mas é mais barato e lucrativo repreender quem anda em maior velocidade, do que colocar agentes da EPTC para fiscalizar, multar e, porque não, orientar, quem faz barbaridades no transito.

    Um bom exemplo de que as pessoas ligam apenas para a velocidade, é aquele acidente que houve á alguns anos atrás, de um engenheiro em um Porsche que bateu em um Tucson (o qual a condutora falesceu). A culpa era de ambos, do Engenheiro em alta velocidade e da mulher que atravessou o sinal vermelho. Porém, em todo telejornal que aparecia a notícia, apenas o engenheiro saia como culpado.

    Enfim, deixem os limites de velocidade como estão, e fiscalizem mais o transito como um todo.

    Curtir

    • Guilherme M. reduzir a velocidade reduz sim o número de mortos e feridos em acidentes de trânsito. Isso é comprovado por diversos estudos.

      Curtir

      • Pode até reduzir em um transito onde á responsabilidade por parte dos condutores e pedestres (estes que muitas vezes atravessam a pé a BR havendo uma pasarela ao lado, ou avenidas movimentadas quando o sinal está verde para os carros), mas não adianta reduzir a velocidade, reduzindo o fluxo, se há motoristas irresponsáveis que fazem outras barbaridades tão ou mais nocivas à vida quanto 10km/h a mais na velocidade.

        Curtir

    • Não sei nada sobre esse acidente específico, mas diversos estudos demonstram que a velocidade aumenta tanto o risco quanto a gravidade dos acidentes. Exemplos acima.

      Curtir

  7. A diminuicao de acidentes so’ vem com a educacao, e esta, por sua vez, so’ vem com o aumento da capacidade economica do pais, a maior distribuicao de renda etc etc. Todos sabem que essas campanhas fuleiras de TV tem um efeito muito limitado, porque a solucao mesmo e’ complexa e demorada. Certo e’ que nao ajuda em nada quando os legisladores despejam leis sem que haja qualquer condicao de faze-las serem respeitadas, porque isso so’ fara’ aumentar a conviccao das pessoas de que e’ ok nao respeitarem as leis, ja’ que sabem que dificilmente serao penalizados por dirigir acima da velocidade.

    Curtir

    • A educação é importante, mas a criação de equipamentos urbanos com o objetivo de diminuir os riscos (como simples sinaleiras para pedestres) ajudam e muito. Poderia listar vários locais em POA que não provêem segurança para o pedestre atravessar a rua, ou que só agora receberam com muito atraso.

      Curtir

  8. Isso revela que o Sgarbossa (e talvez outros cicloativistas) são mais anti-carro do que pró-bicicleta.

    Para ele ter esse projeto pronto agora, deve estar se ocupando dele desde que assumiu.

    Ele não deve ter tido tempo pra pensar em projetos que financiem ciclovias, que são uma forma muito mais eficaz de proteger ciclistas do que a redução em 10km/h da velocidade dos carros.

    Curtir

  9. Depende da via…

    Acho que 70 seria bom, uma coisa que reparei é que o fluxo anda sempre poucos quilometros acima da velocidade limite, outra coisa que reparei, é que com o erro do painel, quem anda a 60km/h na verdade esta andando nuns 55 km/h.

    Mas depende de cada via tambem, a castelo branco poderia ser numa velocidade maior, e acho que os 90 estariam de bom tamanho.

    E pra quem só fala de europa como padrão, por la as vias são assim, 50/70/90/110km/h… claro que não em todos os paises

    Curtir

    • Inclusive, há as Autobahn alemãs. auto-estradas sem limites de velocidade. Lógico que não estou querendo comparar uma auto-estrada com uma avenida cheia de cruzamentos, mas é um exemplo que nem sempre limitar a velocidade é a solução. E pelo que sei, o número de acidentes nas autobahn não é alto.

      Curtir

  10. Acho que se reduzir a velocidade média até melhora o fluxo, pois haverão menos sustos, fechadas, tensão…

    Curtir

    • Só no teu sonho. Nada mais irritante que andar lento numa via vazia.

      Curtir

      • Nada mais perigoso que um motorista irritadinho.

        Curtir

      • Nossa, nunca tinha pensado nisso, obrigado por me iluminarem. Agora eu percebo, eu vi a luz. Cicilistas e pedestres não causam acidentes, nunca podem ser irresponsáveis também. Com certeza,a culpa é sempre e exclusiva destes egoístas que odeiam o planeta que dirigem essas maquinas motorizadas, símbolo do capitalismo americano, fomentado pela PIG para que as massas proletárias comprem cada vez mais para que o patrão fique mais poderoso e rico.

        E nossa, no tocante a quantidadade, nunca tinha me dado conta que existem muitooooooooo mais cicilistas e pedestres nas vias e estradas que carros e motos. A proporção é 1:1, acho que estou cego.

        Curtir

  11. Porto Alegre tem tanta coisa mais importante pra resolver !
    Na prática, mudar o limite não vai mudar nada, porque nosso trânsito lento já autorregula a velocidade.
    A não ser que vá se fiscalizar avenidas lá no extremo sul da cidade, que são mais expressas. E aí a única medida vai ser botar pardais de 100 em 100 metros.

    Já quem anda na Protásio ou qualquer outra avenida normal, já anda em 1ª/2ª/3ª. 1ª/2ª/3ª, 1ª/2ª/3ª , mesmo.

    Quem sabe nossos vereadores não usam o tempo ocioso pra ajudar a desregulamentar o projeto para a orla do Guaiba ???

    Curtir

  12. O erro, tanto de um como de outro, é querer estabelecer esse limite com base na intuição ou na ideológia, esquecendo a parte técnica.

    Curtir

  13. Manter nos 60km/h. Tá mais que bom. O motorista médio de Poa não tem preparo para andar nessa velocidade. Já a redução não tem propósito, o salvo aumentar as multas…

    Curtir

  14. O Brasinha ignora estatísticas de institutos sérios que demonstram que maior velocidade aumenta sim a violência no trânsito. Mas estamos no Brasil né, morrem 40 mil pessoas por ano (mais de 100 em POA) e a maioria da população não está nem aí.

    Curtir

  15. Eu até acho bem intencionada a proposta do Sgarbossa, mas não vai resolver. O que precisamos é de medidas de traffic calming, não mudanças no limite de velocidade. As pessoas em geral não respeitam o limite mesmo.

    Curtir

    • Tens razão, Felipe X. No Menino Deus tem um exemplo: a Erico Verissimo tem limite de 40km/h próximo ao CETE. No entanto, como é uma via larga, que “convida” às velocidade, ninguém ali passa a menos de 60km/h.

      Curtir

    • Concordo que é com traffic calming que chegaremos a um trânsito seguro,da mesma maneira que o vídeo “dieta de ruas” mostrou.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: