Aniversário de Porto Alegre: há o que comemorar ?

Por todo canto abundam declarações apaixonadas a Porto Alegre, afirmando aqui é a legítima Cidade Maravilhosa, de tão especial que ela é.

Entretanto, aqui no Blog Porto Imagem, os leitores julgaram que esta cidade não tem nada a comemorar.

Quem estaria certo ?

Na verdade, essa cidade tem muitas – e poderosas – qualidades. Temos qualidade de vida disputando o ranking entre capitais. Cidade arborizadíssima. Cidade farta em agitação e opções culturais. Tudo isso é FATO.
Só não vou entrar no mérito de “povo superior”, ou pores-do-sol e outras coisas em que os portalegrenses se acham os melhores do Brasil e do mundo, porque quando é hora de declarar paixão, vale exaltar tudo.

A qualidade de Porto Alegre literalmente mais visível é o verde abundante. Isso é algo que realmente impressiona em Porto Alegre. A exuberância da arborização de nossas ruas é invejável. E temos uma quantidade espantosa de túneis verdes.
Outro destaque da cidade são bairros muito agradáveis e acolhedores. Embora nossos prédios tenham arquitetura medíocre e horrorosa, eles estão em bairros arborizados agradabilíssimos. Também temos vários bairros pedonais, e que, também por causa das ruas súper arborizadas, são uma delícia de frequentar.

A outra qualidade muito lembrada é a lendária qualidade de vida. Traduzindo, temos bons indicadores sociais.
Indiretamente, esses indicadores sociais tão robustos possibilitam que tenhamos ótima oferta de cultura: grandes livrarias, museus, grandes eventos, vinda de atrações nacionais e internacionais…

______________________________

Mas agora vou trazer a grande questão sobre as “grandes qualidades de Porto Alegre” : é preocupante ver que todos esses grandes destaques de nossa capital foram plantados lá no passado.

Ou, vendo pela ótica inversa, hoje esta cidade não faz mais nada para ser “mais” . A mentalidade de hoje dessa cidade não se interessa mais em promover upgrades. Não existe mais, nessa cidade, a vontade de ser cada vez maior, cada vez melhor, cada vez mais bonita, cada vez mais importante.

Explico. Vamos começar pela tão falada “qualidade de vida”. Ao contrário do mantra que o partidão martelou durante 16 anos, não foram eles que deram Porto Alegre à qualidade de vida “número um” das metrópoles. Para quem não sabe, a capital já começou a ostentar esse título lá no final dos anos 70 . E não foi a toa que conseguimos ter esse título: durante a maior parte do século XX esta cidade foi um verdadeiro fenômeno de crescimento, de construção de riquezas, de desenvolvimento, de ousadia e de ambição. Com a cidade transformada num dínamo econômico, foi possível bancar o desenvolvimento social.

Outro aspecto em que Porto Alegre se destaca frente a maioria das capitais é o seu Centro, um dos mais imponentes do país. Fruto claro da ousadia que tivemos há décadas atrás.

E agora vamos ao capítulo mais surpreendente sobre as origens das qualidades de Porto Alegre: os portoalegrenses orgulham-se de ter a capital com as ruas mais arborizadas do país. E com razão.
Nossas ruas e nossos túneis verdes encantam as pessoas que vem de fora.
Temos túneis verdes exuberantes no IAPI, Moinhos, Centro, Boa Vista, Ipanema, Partenon… só citei alguns bairros, mas o suficiente para mostrar que esses túneis estão por toda parte.
Também temos ruas belíssimas com plátanos. Também jacarandás e muitas arvores caducas.
Mas agora vamos ao X da questão: essa arborização espetacular também teve sua origem lá no passado. E só no passado.
Ok, população sempre gostou de plantar a sua árvore, mas há décadas atrás os governos fizeram mais: tiveram políticas explícitas de dotar as ruas com arborização marcante.
Todos nossos túneis verdes vieram dessas iniciativas, que eram de dotar a cidade de beleza e charme.
Já hoje em dia… não se vê mais políticas de arborização intensa e, principalmente, não existem mais políticas que visem o PAISAGISMO. Pelo contrário: hoje, pelas calçadas ou canteiros de avenidas, a ordem é fazer mistureba de espécie de árvores. E o PIOR: hoje vive-se o xiitismo de proibir árvores exóticas. É incrível, mas se fôssemos depender da política atual da Sman, jamais teríamos a famosa rua de plátanos no bairro Boa Vista ! ! ! E também não teríamos vários outros cenários deslumbrantes de árvores em nossa cidade, dos quais hoje tanto nos orgulhamos.

Portanto, quando o portoalegrense encher o peito de orgulho da rua mais bonita do mundo, deveria saber que, se somos bonitos assim, foi por causa da mentalidade mais ousada e ambiciosa do passado.

______________________________

Foi lembrado aqui que, entre as maiores qualidades Porto Alegre, estão a cena cultural, nossos invejáveis índices sociais e nossa arborização deslumbrante. Verdade ou mito? Verdade!

Mas é triste saber que, se fôssemos depender da mentalidade pequena em que se transformou essa cidade, talvez não tivéssemos quase nada para nos orgulharmos como  grande destaque de nossa cidade.

Portanto, fica a cargo de cada um, no aniversário de Porto Alegre, parabenizar esta cidade ou não.

Parabéns, Porto Alegre, por tudo o que tiveste coragem de fazer no passado.

Graças à ambição que tu tiveste, hoje temos muito do que nos orgulhar !

RicardoH



Categorias:Outros assuntos

10 respostas

  1. “…não foram eles que deram Porto Alegre à qualidade de vida “número um” das metrópoles. Para quem não sabe, a capital já começou a ostentar esse título lá no final dos anos 70…” é… no “malvado” e famigerado “regime militar” que, conforme o partidão prega, foi o pior período da história do país…

    Curtir

  2. É como foi falado no texto:antigamente merecia os parabéns;hoje,não.Como era bom viver na metrópole com ares de cidade do interior.Não havia grades altas nem cerca elétrica,era possível brincar na rua sem medo de ser atropelado.Era fácil ter dinâmica e vida social nas calçadas dos bairros.

    Hoje o que se vê é uma cidade abandonada,sem vida,onde nada começa e termina no prazo estabelecido,com pouco policiamento e muitos marginais à solta.

    Se não bastasse,temos uma prefeitura que quer transformar a cidade numa nova São Paulo,uma vez que os próprios moradores fazem um esforço danado para se locomover por aqui em quatro rodas e piorar ainda mais a dinâmica social da cidade que já é fraca.Toda vez que passo por uma grande avenida,minha garganta fica seca de tão podre que está o ar por aqui.Imagina se não fosse uma cidade arborizada!

    POA é uma cidade que possui uma meia dúzia de bairros legais e interessantes.Se não fosse o charme do Moinhos de Vento,a diversidade do Bom Fim,a boêmia da Cidade Baixa,o pólo cultural do Centro Histórico e o bucolismo dos bairros da zonal sul ficaria difícil morar por aqui.

    Curtir

    • Tu reclama das nossas grades… mas nem sabe que mesmo com elas nossas casas e ruas sao das mais agradaveis e aprazives do pais. Do Parana pra cima, TODO o pais, inclusive cidades pequenas, possuem casas e ruas deprimentes, opressivas, horriveis, tristes, de pessimo gosto, grosseiras, mortas. As casas tem muros de concreto quase ate a altura do telhado. E as ruas sao corredores murados, mortos. Eh chocante de tao feio e absurdo. Pode ser em pequenas ou grandes cidades do Sudeste, Centro Oeste, Nordeste e Norte.
      Quando retorno a Porto Alegre, valorizo nosso jeito de ser e reconheco que, no nosso contexto atual, sao muito elegantes nossas fnissimas cercas, que estendem o ambiente verde dos jardins ate o meio da rua, e permitem que nossas ruas tenham muita vida, alegria, leveza visual, interecao entre as pessoas, moradores, vizinhos, entre o cara que lava o carro no jardim da frente, entre a senhora que passeia com o cachorro, e tudo isso num espaco onte o verde das casas se integra ao da rua, ampliando-se os dois. Tambem vemos e admiramos cada casa e cada frente de predios (no resto do pais, ate predios estao tendo sua frente com muros altos).
      Nossas ruas podem ate nao ter todas as calcadas notas dez (mas em bairros melhores, tem) mas, no geral, nossas ruas tem nao so a arborizacao, mas tambem o seu uso e a sua concepcao MUITO melhores e agradaveis do que as ruas residenciais que sao normais no resto do pais.
      Olha, eu conheco varias capitais, e sou MUITO critico com Porto Alegre, mas o que eh bom eu reconheco, e dou a mao a palmatoria: nossas ruas e nossos bairros residenciais sao muito melhores e mais bonitos que a media brasileira.

      Nao estou falando das avenidas. Falo do local onde as pessoas moram. Palmas para Porto Alegre!

      Curtir

      • Ricardo, comparando com quase qualquer coisa ou lugar num país atrasado e tosco como o Brasil é relativamente fácil. Aliás, quando disseste que essas aberrações de nossas grades são “elegantes” e “estendem o ambiente verde” eu fiquei engasgado e me perguntei, estou eu precisando de óculos?

        Curtir

  3. Hoje, a única ação mais recente para a paisagem de Porto Alegre, são a Arena e, em um futuro breve, o novo Beira-Rio. Fora isso, não consigo pensar em muita coisa.
    De fato, os maiores tesouros de Porto Alegre foram erguidos no passado, como os prédios históricos e a arborização.

    Hoje, poucos projetos arquitetônicos realmente se destacam. Como estudante da Ufrgs, cada vez que tenho aula na Escola de Engenharia, vejo um prédio recém construído, atrás do prédio da Engenharia Mecânica (Instituto Parobé – Demec). Eles são contíguos, tem aproximadamente o mesmo tamanho, e com certeza, o prédio novo tem mais salas de aula (ambos tem o mesmo tamanho, porém o prédio antigo tem 3 andares e o prédio novo tem 6) e maior área envidraçada. Não é um prédio feio, mas é um caixote de concreto e aço, não tem um terço do charme que o prédio que fica de costas para ele tem.

    E isso se aplica a vários outros prédios pela cidade. Não sou a favor de que voltem com arquiteturas cheias de floreios, mas que aproveitem pouco o espaço interno com suas paredes de 60cm de espessura. Mas os arquitetos de hoje sabem fazer bonitos e charmosos projetos, vide o retrofit do Guaspari ou a “solução” para o esquleto que sairam no blog á alguns meses!

    Sinceramente, hoje, espero que Porto Alegre preserve os prédios históricos que tem, arborize mais as ruas e que saiam de uma vez do papel a revitalização da Orla, uma ou mais linhas de aeromovel de longa distância. Vai ser ótimo para requalificar Porto Alegre como uma cidade que preserva o antigo, e investe no novo.

    E quanto a educação, podemos não ser tão educados quanto os curitibanos, mas ainda assim damos aula de educação para muitas outras cidade. Prova disso são as pessoas que fazem fila para entrar no onibus, grande quantidade de pessoas que respeitam a faixa de segurança, sejam pedestres ou motoristas, respeitam a sinaleira. Podem dizer que isso é o mínimo, mas vão alguns km para o norte, em Canoas, e vocês não verão nada disso. E se forem muito mais ao norte, em São Paulo e Rio de Janeiro, verão ainda menos.

    Curtir

    • Não ser tão educados quanto os curitibanos? Não sei se tu já foi pra Curitiba mas nunca vi povo mais carrancudo e nunca tive tantos “Bom Dias” “Obrigados” e “Desculpas” ignorados. De resto concordo plenamente contigo.

      Curtir

      • Não me referi à simpátia dos curitbanos, nisso até os canoenses dão aula. Me referi mais ao respeito para com o próximo.

        Curtir

    • Que piada desse individuo… esse ai nunca passou nem perto de Curitiba.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: