Ato contra aumento de passagens ganha adeptos durante a marcha

Caminhada percorreu o Centro e se concentra no Largo Zumbi dos Palmares

 

Após concentração em frente à prefeitura, grupo saiu em caminhada pelas ruas do Centro. Fotos da reportagem: Fabiano do Amaral

Após concentração em frente à prefeitura, grupo saiu em caminhada pelas ruas do Centro. Fotos da reportagem: Fabiano do Amaral

A marcha de estudantes contrários ao aumento da passagem de ônibus ganhou apoiadores e já concentra milhares de pessoas no Largo Zumbi dos Palmares. A multidão iniciou o protesto em frente à prefeitura de Porto Alegre, seguindo em marcha até chegar na Cidade Baixa, causando congestionamentos, no início da noite desta segunda-feira. Conforme organizadores do ato, seriam mais de 10 mil participantes, mas a Brigada Militar contabiliza cerca de 4 mil. Mais de 50 homens do Pelotão de Operações Especiais e da Cavalaria da BM garantem a segurança.

Depois de protestar por cerca de 40 minutos em frente ao Paço Municipal, o grupo seguiu em direção à Júlio de Castilhos, protestou nas imediações do Terminal Parobé e do Camelódromo e bloqueou o Túnel da Conceição. Na sequencia, os manifestantes tomaram Osvaldo Aranha, João Pessoa, Salgado Filho e Borges de Medeiros. Às 20h30min, muitas pessoas ainda desciam rumo ao Largo Zumbi dos Palmares, onde será definida a data de mais um protesto. Agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) também monitoraram a movimentação.

No caminho, parte dos ativistas pichou prédios com spray e derrubou pelo menos um contêiner de lixo seco, na Júlio de Castilhos. Rojões eram acionados ao longo da caminhada. Ao longo da avenida Salgado Filho, pelo menos três coletivos foram atingidos a pedradas, um deles em uma janela e dois em sinaleiras na parte traseira. Já nas imediações do Largo Zumbi dos Palmares, mais dois ônibus foram pichados ao passar pela avenida Loureiro da Silva.

Mais cedo, centenas haviam se reunido na Praça Montevidéu, em frente ao Paço Municipal. Dois deles, com o rosto coberto, distribuíram flores aos policiais militares e com uma máquina fotográfica registraram, um a um, o rosto dos soldados.

Na rede social Facebook, a expectativa era reunir mais de 5,4 mil pessoas em frente à Prefeitura. O objetivo do protesto foi sinalizar o descontentamento da população com o aumento da passagem, de R$ 2,85 para R$ 3,05 – que passou a vigorar na segunda-feira passada. Uma série de manifestações pressiona o Executivo municipal a reduzir a tarifa para R$ 2,60. À tarde, o prefeito, José Fortunati, recebeu representantes de entidades estudantis para tratar da questão.

De acordo com um comunicado da União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Sul (UEE/RS), foi entregue ao prefeito um documento “fruto de uma ampla mobilização das organizações estudantis, envolvendo 25 entidades”, entre elas o Centro Estadual da Engenharia da Ufrgs (Ceue), da UFRGS, a UGES, a UBES e a UMESPA. Enviaram representantes à reunião estudantes ligados aos Diretórios Acadêmicos da Uniritter, do Centro Universitário Metodista IPA, das Faculdades Riograndenses (Fargs) e da Faculdade São Francisco de Assis (Unifin).

Na quarta-feira, um grupo de manifestantes tentou invadir a sede da prefeitura durante manifestação. O protesto, que começou de foram pacífica, foi interrompido por vândalos que quebraram vidraças, danificaram a porta de entrada do prédio e picharam a fachada.

O Pelotão de Choque da Brigada Militar (BM) conteve manifestantes com gás lacrimogêneo, escudos e cassetetes. Pelo menos duas pessoas se feriram – uma mulher e um guarda municipal. Gritando palavras de ordem, a maioria dos manifestantes caminhou até o Palácio da Polícia, na avenida João Pessoa.

Com informações de Cristiano Soares e Samantha Klein.

marcha-poa-04

marcha-poa-03

marcha-poa-02

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

59 respostas

  1. Fernando Haddad em São Paulo (SP) dando exemplo para o paralelo 30 :

    http://www.facebook.com/media/set/?set=a.524562097589554.1073741861.369502673095498&type=1

    O novo Bilhete Único Mensal possibilitará a utilização ilimitada do sistema de transporte municipal por 30 dias corridos, contados a partir da primeira viagem realizada após o carregamento do cartão. De acordo com o cronograma apresentado nesta manhã, os novos bilhetes passarão a ser confeccionados em junho de 2013. As pessoas que estiverem cadastradas receberão o cartão pelo correio ou poderão retirá-lo nos postos da SPtrans a partir de outubro deste ano.

    A partir de estudos realizados de janeiro de 2013 (tarifa de R$ 3), estimou-se que o novo bilhete custará R$ 140 por mês. Durante o lançamento, Haddad reiterou a garantia de que não haverá aumento na tarifa de ônibus até julho deste ano

    Curtir

  2. Imagine se esta gente se uni-se para protestar contra a violencia que domina a cidade ou a corrupcao do PT!!!…..naoooo o governador e’ dos “nosso” nao e’? Nao pode, nao pode protestar contra estas coisas. Tem que ser contra o menor dos problemas.

    Curtir

  3. A RB$ só quer violência, a manchete de ontem do ClicRBS destacou “ao contrário do ato passado, dessa vez não houve violência”. E agora pela manhã já sumiu da capa do site. Mídia nojenta e alienadora!

    Curtir

    • Ricardo.
      .
      Estás chegando ao ponto. A grande imprensa só destaca o que tem de ruim para eles posarem como os salvadores da pátria. Mas na realidade quando é para distorcer, omitir ou até mentir sobre fatos reais, eles fazem isto com a maior cara de pau!

      Curtir

    • Sangue dá dinheiro.

      Curtir

    • É verdade meus caros, conforme o canto de ontem: “Lasier, xarope, vai tomar um choque!”

      Curtir

    • A RBS esta comprometida.
      .
      Apesar de saber disto, estranho que ontem no Band Cidade o comentário sobre o protesto foi minusculo. Será que a Band também é parcial? Esta com o rabo preso? Por que eles não falaram mais sobre o protesto, as reivindicações? Ao meu ver, a maior ênfase foi dada ao fato de ter sido um “ato pacífico”.
      .
      Eu leio e assisto todas as emissoras, a partir dai filtro as informações. Todo veículo de comunicação acaba puxando para um lado.

      Curtir

      • Qualquer grande ação coletiva amedronta o establishment quando não é promovida pelo establishment. Os meios de comunicação sabem bem disso, só o Fortunati que não.

        Curtir

      • Nenhuma emissora vai te proporcionar a verdade. A única verdade é a dos seus olhos. Engraçado que no protesto de quarta-feira passada, ao ser questionado sobre futuras mentiras na reportagem do protesto, um reporter do SBT respondeu: “não te preocupa, não sou da RBS”.

        Curtir

  4. Acho que não caiu a ficha do Fortunati e seu grupo sobre o risco que eles estão correndo. Ontem havia pelo menos 5000 pessoas juntas conversando sobre política, exercendo política, questionando decisões políticas, trocando informações sobre candidatos e seus correligionários…

    Como disse o Rogério mais acima, essas pessoas poderiam estar desperdiçando o seu tempo com BBB, discutindo a vida pessoal de algum jogador ou vendo novela.

    Curtir

  5. Acho que o preço é abusivo sim, MAS a imensa maioria dos protestantes-profissionais que se observa nas imagens desperdiça tranquilamente seu dinheiro com todo tipo de futilidades (devem torrar bastante grana com os últimos tablets – showzinhos internacionais, viagenzinhas de intercâmbio para países civilizados, desculpem o trocadilho aÍPOD né) e não sei bem qual seria seu real grau de consciência sobre os problemas da cidade. Que tipo de comportamento têm no seu dia a dia? Me parece que se todos estes aí e outros tantos moradores desta capital caótica passassem a respeitar as leis e o espaço público, fossem cidadãos comprometidos de fato com a coletividade, Porto Alegre não poderia se apresentar como um lixão urbano e uma praça de violência, quase de guerra, como ora se apresenta. Para mim a proposta desta gente é limitadíssima e só oferecem o velho prazer dos maus cidadãos, e aí está o problema, de agir pela via única do protesto alguns simplesmente para ver o circo pegar fogo! Gostaria de tomar conhecimento sobre atitudes mais construtivas, transformadoras, engajadas de fato, como poderiam bem ser mutirões e ações de voluntários para retirar e amparar os moradores de rua, também colaboração com o paisagismo com compra de flores ao invés de apenas torrar grana com seus últimos gadgets, para plantá-las em locais públicos embelezando o meio. Poderiam fazer tantas e tantas outras coisas além do simples e eterno protestar (que pelo vazio virou uma forma de diversão) e alguns do inaceitável vandalizar!

    Curtir

    • Maurício.
      .
      Esqueces que aqueles que mais tem necessidade de uma passagem barata são exatamente aqueles que não tem tempo para protestar.
      .
      Agora Madre Teresa de Calcutá, continua doa tudo o que tem e a Índia continua um país pobre com miseráveis passando fome.
      .
      No mundo há lugar para todos, aqueles que protestam pela melhoria de vida de todos, ou aqueles que ajudam alguns a melhorar a sua vida (ou a sua morte, como o exemplo acima).
      .
      Este discurso Franciscano, que devemos nos dedicar somente a ajudar aos pobres num ato de caridade, já tem sido levado pela Igreja nos últimos séculos, e quanto mais não se cuida que os pobres virem miseráveis, mais miseráveis existirão para a caridade.

      Curtir

    • Uma coisa é burrice de algumas pessoas que você supostamente listou outra é um questionamento claro de uma tarifa de ônibus tão abusiva que poderia pagar a gasolina e a depreciação de um carro.

      Outro ponto é que você discute pessoas e não ideias ou fatos.

      Curtir

      • * Uma coisa é suposta burrice de algumas pessoas que você listou outra é um questionamento claro de uma tarifa de ônibus tão abusiva que poderia pagar a gasolina e a depreciação de um carro.

        Curtir

    • Caro Maurício Cardoso.
      .
      Chamas um ato de baixar o preço do transporte público que ataca direto a quem não tem dinheiro de uma atitude não construtivas, não transformadoras e não engajadas de fato!.
      .
      Não sei qual o teu interesse, mas pelo que eu saiba uma passagem de ônibus acima do preço que deveria ter, simplesmente tira dinheiro daqueles que mais precisam!
      .
      Se estás procurando um pretexto para apoiar o governo municipal simplesmente procure outro, pois o teu discurso está eivado de contradições e preconceitos, pois estás contra quem quer diminuir a passagem de ônibus e diz que isto é em nome daqueles que precisam do preço menor de passagem. Tenha a santa paciência, e venha com outro pretexto que este não colou!

      Curtir

    • Desmerecer alguém por ter um tablet é simplesmente lamentável. E passagem de ônibus é do interesse de todos.

      Curtir

      • Felipe.
        .
        Parece até que quem está pagando os tablets que todos tem, são aqueles em que o preço da passagem tira comida da mesa.
        .
        Este discurso de que devemos aceitar tudo e ajudar os miseráveis, que ficaram mais miseráveis se ninguém protestar, é o Standard da enrrolação. Ou seja, de pessoas que não querem que se reclame sobre os desmandos.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: