Prejuízo com vandalismo em protesto ultrapassa R$ 32 mil

Novo ato público contra reajuste da tarifa de ônibus em Porto Alegre está marcado para às 18h

No dia em que está programado um novo ato público contra o aumento da passagem de ônibus em Porto Alegre, a prefeitura da Capital divulgou nesta quinta-feira o levantamento dos danos causados durante a manifestação do dia 27 de março. De acordo com a Equipe do Patrimônio Histórico e Cultural (Epahc) da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), os prejuízos aos cofres públicos passam de R$ 32 mil.

Segundo os técnicos da prefeitura, os estragos maiores ocorreram na porta principal do prédio. A estrutura teve entalhes de madeira quebrados. O custo estimado para a contratação de um serviço especializado para o conserto é de R$ 15 mil. O valor inclui a colocação de uma porta provisória, enquanto a original passará por restauração. O relatório aponta também que oito janelas tiveram as vidraças quebradas. Conforme a prefeitura, a troca dos vidros custará mais de R$ 2 mil. Cada janela possui cinco vidros.

Ocorreram também danos ao reboco e à pintura externa do prédio – uma pilastra e duas colunas foram danificadas e parte da fachada foi pichada. Por enquanto, não há previsão de reparos na pintura e no reboco. Os consertos devem ser incluídos no projeto de renovação da fachada, com previsão para ser licitado ainda neste ano.

A Guarda Municipal também divulgou que uma moto teve toda a parte elétrica arrancada e o tanque de combustível amassado durante os atos. A substituição terá um custo de cerca de R$ 8 mil. O custo para consertar outra moto que também teve danos é estimado em aproximadamente R$ 2 mil. Uma viatura teve os vidros laterais e o para-brisa quebrados, além de retrovisores arrancados e porta lateral e o capô amassados. A estimativa é que o conserto fique em torno de R$ 5 mil.

Na ocasião, a mobilização em frente ao Paço Municipal foi marcada por atos isolados de vandalismo. Com o uso de pedaços de madeira, tintas, entre outros objetos, um grupo tentou invadir o prédio da prefeitura. O secretário de Governança Local, Cézar Busatto, acabou atingido por tinta vermelha e funcionários ficaram feridos. O prefeito José Fortunati classificou os manifestantes como “baderneiros”.

Novo protesto mobiliza moradores de Porto Alegre

Um novo ato público contra o aumento da passagem de ônibus em Porto Alegre ocorrerá nesta quinta-feira (…)

Leia a matéria completa no Correio do Povo, clicando aqui.



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

34 respostas

  1. “Danos ao reboco” kkk
    O reboco ta caindo em várias partes já e a pintura ta descascada. R$32 mil me parece um exagero pra arrumar uma porta e meia duzia de vidros.

    Curtir

  2. Me admira orçamento pra limpar a pichação da prefeitura… de acordo com o resto da cidade, achei que nem ia arrumar isso: iam deixar pichado pra se integrar melhor à paisagem.

    Gostaria de saber a lista de coisas a serem arrumadas… vidros por exemplo, só ligar pra 3 vidraçarias e fazer uma média de quanto sairia e qualquer um pode fazer isso!
    Já que estão tão revoltos, deviam divulgar a lista de coisas a arrumar.

    E bem provável que a roupa e os óculos do Busatto entraram na conta, quem duvida?

    Curtir

  3. Apresentam isso como se 32 mil fosse uma fortuna, nao chega nem perto da folha de pagamento dos funcionarios!
    Jornalismo alarmista!

    Curtir

  4. Preços superfaturados, obviamente.

    E o levantamento/estudo sobre a adequação do valor da tarifa, quando vão apresentar?
    E a redução sugerida pelo Tribunal de Contas da União, quando vão apresentar?

    Curtir

    • A nova análise do TCE é para sair em 10 dias, pelo que eu li em algum lugar.

      Curtir

    • Mexer no lucro das empresas, que está acima do que sugere a planilha da prefeitura nem pensar.

      Curtir

      • Segundo a ZH de hoje, a margem de lucro das empresas varia entre 6 até 10%.
        .
        A mim esse papo de esquerda e direita é furada. O fato é que a passagem é cara para o serviço que é prestado.
        .
        Quem não entende isso ou anda de carro ou se faz de leitão.

        Curtir

  5. Matéria típica de nosso jornalismo, foco nos prejuízos gerados por meia dúzia e nada sobre as intenções da manifestação. Sugiro uma coisa para reduzir estes prejuízos: façam um transporte público digno.

    Curtir

  6. Lumpens desocupados serao sempre um bando de vandalos a trabalho da canalha esquerdista. Mais previsivel do que isto nem relogio suico!!! lol O que sera que esta na agenda desse povo para protestarem semana que vem???lolol Daqui uns dias estarao usando cartazes e faixas de protesto digitais!!!

    Curtir

    • Phil sempre com opiniões de grande profundidade, mas quando parte para usar o termo “Lumpens” mostra bem o alinhamento ideológico dele.

      Curtir

      • Numca escondi e prq esconderia ?? Direitista/conservador gracas a deus!!! As babozeradas da esquerda nao me peguam mais.

        Curtir

        • Phi, o problema é que você se declara de direita e emite opiniões furadas. Isso é uma anti-propaganda.

          Curtir

        • Primeiro lumpen é coisa de nazista/fascista não de direitista.

          Depois, ficar chingando os outros nunca foi argumento.

          Curtir

      • Sem choramingos e bla bla blas, sao todos lumpen sim senhor e e’ claro que iras achar minha opiniao furada, elas sao baseadas em fatos e realidade, entao para quem quer fantasia e utopia, deve ser estranho mesmo.

        Curtir

  7. Esse prejuízo é ínfimo se comparado ao prejuízo político de uns e outros…

    Curtir

    • Sim de 65% de aprovacao ele ira para 64.85%. Mas talvez venha dai a raiva contra Fortuna…humilhou a esquerdalha raivosa e isso nao se faz !! rsrs

      Curtir

      • 65% de votação e não de aprovação. Pergunte na rua quantos aprovam o Fortunati.
        Votamos no Fortunati por falta de opção. Aceite. Prova disso é que a Manuela estava bem na frente, mas quando ela abriu a boca o pessoal teve que engolir o Fortunati, mas isso não quer dizer que as pessoas não estejam descontentes.

        Curtir

        • A cidade merecia no mínimo o segundo turno.
          .
          No meu ponto de vista, 65% de aprovação.

          Curtir

        • Alex, os 65% de votos estão muito longe de ser 65% da popoulação votante. Matematicamente falando estás errado, não é questão de opinião.

          Curtir

      • 65% dos votos válidos. Houveram cerca de 20% de nulos, brancos e abstenções, pessoas que não votaram no Fortunati.

        Curtir

  8. A Guarda Municipal também divulgou que uma moto teve toda a parte elétrica arrancada e o tanque de combustível amassado durante os atos. A substituição terá um custo de cerca de R$ 8 mil.

    O preço de uma nova quase? Que cálculos bem estranhos!

    Curtir

  9. Provavelmente colocaram nessa conta a camisa Lacoste ou Tommy Hilfiger do Busatto hehehe

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: