Florianópolis terá teleférico de R$ 64 milhões

Definição do projeto e locais das estações depende do licenciamento ambiental

Maciço do Morro da Cruz, local de uma das três estaçõescréditos: Alexandro Albornoz/Arquivo/ND

Maciço do Morro da Cruz, local de uma das três estações  créditos: Alexandro Albornoz/Arquivo/ND

A Prefeitura de Florianópolis estima gastar R$ 64 milhões para a implantação do teleférico entre a Trindade e o Centro. O valor é quase um terço do que foi investido (R$ 210 milhões) para a instalação do equipamento de transporte no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, referência para a capital catarinense. O projeto conceitual entregue na fase de inscrição no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Mobilidade Urbana prevê que esses recursos sejam utilizados para a compra dos equipamentos e construção das três estações de embarque e desembarque de passageiros.

Após conseguir a liberação de recursos para o novo modelo de transporte, a prefeitura passa para a segunda etapa: a confecção do projeto para saber onde ficarão as estações de passageiros. Para o vice-prefeito e secretário de Obras, João Amin, é muito cedo para a escolha dos pontos, principalmente o que ficará no Maciço do Morro da Cruz. “Tudo é conceito ainda. Dependemos do licenciamento ambiental”, argumentou.

O ex-secretário da pasta, Luiz Américo Medeiros, destacou que durante a elaboração do projeto conceitual foi pensado na Mariquinha como local da estação no Morro da Cruz. Porém, ele esclareceu que a definição do ponto exato depende do trajeto das três estações. Além do Morro da Cruz, os pontos definidos são UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e Ticen (Terminal Integrado do Centro).

A proposta de Florianópolis tem semelhanças com o equipamento do Rio de Janeiro, principalmente extensão e capacidade. Apesar disso, João Amin argumentou que há particularidades que podem ter elevado o preço da obra carioca. “Teremos menos estações de embarque e também pode ter variações devido à inclinação”, esclareceu.

Ao todo, o governo federal anunciou R$ 162 milhões para Florianópolis. Junto com o teleférico, será construído o anel viário (duplicação da rua Deputado Antônio Edu Vieira). As duas obras custarão R$ 142 milhões.

mobilize.org.br

Anúncios


Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:,

7 respostas

  1. cidade que pensa no turismo é outro nivel.

    Curtir

  2. Imagine só a vista? Vai se tornar um novo ponto turístico de Florianópolis.

    Curtir

  3. Já era hora! Florianópolis foi privilegiada pela natureza e tudo favorece que existam teleféricos na cidade. Parabéns.

    Investimento em turismo!

    Curtir

  4. Enquanto isto, em uma capital mais ao sul…….., nadica de nada, mesmo tendo morros.

    Curtir

  5. Nós também queremos um teleférico (leia-se: precisamos e merecemos)!!! Um em cada morro, mas se tivermos um já é um bom começo!

    Curtir

  6. Pessoal, por favor nao se enganem qto a esta obra!!! É um pega ratão para os desavisados que não conhecem a novela da mobilidade urbana de florianópolis!!!
    Moro em floripa há 3 anos, e digo que aqui o caos impera no trânsito, tendo sido considerada a cidade com pior mobilidade urbana do país. Aqui tem uma ou duas vias principais de circulação na cidade, e o maior volume de carros proporcional do pais, dai vcs podem imaginar o cenário de guerra!
    Primeiro havia um megaprojeto para mobilidade aqui, que era a construção de uma terceira ponte, ou um túnel, ligando ilha-continente, com valores na casa dos bilhões!
    Esse projeto foi esquecido, por conta dos valores.
    Após, foi feita uma licitação internacional, em que forma apresentados projetos intessantíssimos, tendo por destaque um metrô de superfície que iria ligar o centro da cidade ao continente, e advinhem se prosperou esse projeto, claro que nao …
    Agora, optaram por esse lixo de teleférico, que vai ser um lixo mesmo, pois calculem qto leva cada “bondinho” de nº de pessoas e será visto que isso nao fará nem cóçegas na melhoria da mobilidade urbana da cidade! Já falaram sobre o possível fluxo de pessoas com sua instalação, e transportará um número baixíssimo de gente em relação as necessidades da cidade hj. Para inglÊs ver. E será um projeto de custo baixíssimo comparativamente ao que seria mesmo necessário aqui.
    Floripa é o sonho que acabou já tem uns 10 anos, isso aqui é província, o que tem de belo tem de largado e atrasado em termos culturais, essa cidade é depressiva. O bom daqui é ficar numa praia uns dias e ir embora, e só.
    E aos desavizados muito cuidado qdo vierem para floripa de carro, pois o povo aqui acho que tira carteira de motorista por correspondência, pois as barbaridades que vejo aqui no trânsito nao vi em lugar nenhum outro em minha vida, e olha que sou de SP capital e já morei e várias outras cidades tb.
    Fica a dica.

    Curtir

  7. Ia ficar muito bom um desses no santa tereza hein!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: