Ministro da Aviação Civil confirma início dos estudos para implantação do Aeroporto 20 de Setembro

tarsoA mobilização em torno da construção do Aeroporto 20 de Setembro ganhou um importante aliado nesta segunda-feira (22). O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, confirmou que o Governo Federal dará início aos estudos técnicos e financeiros para viabilizar o projeto. O anúncio foi feito na própria área que deverá receber o empreendimento, entre os municípios de Nova Santa Rita e Portão, na Grande Porto Alegre.

Pela manhã, após sobrevoar o local – de 2,5 mil hectares – em companhia do ministro, o governador Tarso Genro disse que o ato marca uma nova fase no movimento iniciado há mais de dez anos pelas lideranças da região. “Hoje formalizamos o início dos trabalhos institucionais e de definições técnicas, consolidando a articulação interna dos governos Federal e Estadual, para que possamos executar essa importante obra para o Rio Grande do Sul”.

Segundo o ministro Moreira Franco, um estudo preliminar já foi realizado pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DCEA), mas será aprofundado pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) para apurar a viabilidade técnica do novo aeroporto. Ao caracterizar o momento como o “início de um processo decisório”, Franco reafirmou a necessidade de uma alternativa ao aeroporto Salgado Filho, instalado em uma área urbana de apenas 400 hectares. “Precisamos de um aeroporto que tenha tamanho para absorver toda a mobilidade de pessoas e, sobretudo, da atividade econômica que só tende a crescer”.

O governador e o ministro também participaram de uma reunião no Palácio Piratini com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística (Seinfra), Caleb de Oliveira, e com o diretor do Departamento Aeroportuário do Estado (DAP), Roberto de Carvalho Netto, para acertar os detalhes do projeto.

Grupo de Trabalho e Comitê

Na última sexta-feira (19), o governador Tarso Genro assinou decreto que instituiu um Grupo de Trabalho do Executivo pró-Aeroporto 20 de Setembro, na Região Metropolitana da Capital. Presidido pelo secretário de Infraestrutura e Logística, Caleb de Oliveira, o GT tem como objetivo a formatação de um termo de referência para encaminhamento da proposta ao Governo Federal, além de outras ações técnicas para viabilizar o projeto.

Os trabalhos também contam com o apoio do Comitê Aeroporto Internacional 20 de Setembro, entidade da sociedade civil instaurada no dia 14 de março e que tem como presidente o reitor da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Marcelo Aquino.

Texto: Juliano Pilau
Foto: Caroline Bicocchi/Palácio Piratini
Edição: Redação Secom

Portal do Governo do Estado do RS



Categorias:Aeroporto 20 de Setembro, Aviação

Tags:, ,

18 respostas

  1. A pista da força aérea em Canoas tem extensão de 2738m expansível até 3424 m por 47 metros de largura. Logo, esta pista pode receber cargueiros sem nenhum problema e sem os três ou quatro bilhões de investimento em um novo aeroporto. A força aérea pode operar de forma mista sem qualquer problema técnico.

    Curtir

  2. Primeiro ampliar Salgado Filho para 15 milhões/pax/ano, depois liberar a pista da Base Aérea de Canoas, já teremos capacidade para mais 15 milhões/pax/ano.

    Curtir

  3. Em relação a matéria, em termos de “vontade politica” não passa de um factoide e propaganda para a campanha de 14.
    .
    Pois quando cair no campo dos estudos técnicos vão se dar conta que é inviável, mais aqui é #RSdoNão onde as idéias não são discutidas no campo da técnica e sim da politica, e de interesses ocultos.
    .
    Distante 23km do Salgado Filho para mim é inviável, é como sair do Centro de Poa e ir até o Distrito de Águas Claras/Viamão (pegando a Bento e RS-040), são 23km exatos.

    Curtir

  4. http://www.lucasredecker.com/?tag=aeroporto-20-de-setembro
    ‘Conheça algumas das principais características do novo aeroporto

    – Previsão de construção de duas pistas – uma de 3,2 mil metros e outra com 2,7 mil metros mais longas que a atual do Salgado Filho
    – Condições para receber voos internacionais e atuar no transporte de cargas
    – Condições para receber até 30 milhões de passageiros por ano
    – Localização intermediária entre SP e Buenos Aires
    – Terá condições para pousos e decolagens com qualquer situação climática
    – Estará localizado a 19 quilômetros da Arena do Grêmio”

    Em uma área de 2,5 mil hectares! O SFilho tem cerca de 360 hectares;ou seja, só em desapropriações vão gastar quanto ?

    Curtir

    • Eles devem ter errado neste numero. Nao pode ser tudo isso.

      Curtir

    • Desapropriações ($$$$$), pra mim essa é a chave de tanta insistência pela construção desse novo aeroporto.

      Curtir

    • Por proximidade com a Arena do Grêmio, o Salgado Filho é mais perto. O SF não fica tão longe assim de Nova Sta Rita a ponto de deixar de ser um ponto intermediário entre Buenos Aires e São Paulo. E pousos e decolagens em qualquer situação climática é algo que depende dos equipamentos do aeroporto, algo que pode ser instalado no Salgado Filho.

      Curtir

  5. Pois é amigos do blog. O PT já mandou a Ford embora e agora quer fechar o Salgado Filho. Temos que nos rebelar contra isso. O Salgado Filho tem espaço pra ser ampliado, ao contrário do aeroporto de Belo Horizonte, que não tinha. Nós não temos e não teremos volume de passageiros / cargas, para dois aeroportos próximos. O que tem que ser feito é ampliar o Salgado Filho e lutar por um aeroporto bom na serra (pólo industrial e turistico do estado). Temos que nos mobilizar contra o 20 de setembro!

    Curtir

    • Claro, a culpa de tudo de ruim é sempre do PT. Quem está forçando a barra pra esse aeroporto sair são os políticos do Vale dos Sinos, independente do partido.

      Curtir

  6. Temos um aeroporto privelegiado. Um dos poucos do país onde os passageiros descem em passarelas do avião para o terminal, sem a necessidade de descer na pista e andar de vanzinha ou a pé até o terminal. Em uma área urbana, sem ter que percorrer vários e vários quilometros até o centro da cidade, como o aeroporto de Minas Gerais (não recordo o nome agora), mas sem correr o risco de pousar no meio de um prédio como em Congonhas.

    Fora que ele fica praticamente as margens da BR 116, 290 e futuramente, da 448, com uma linha de metrô servindo ele, inclusive com uma recente obra de ligação direta do terminal à estação. Além do mais, existem espaços ao redor do salgado filho para construir mais pistas de pouso, e mais um terminal.

    Retirar o Aeroporto de Porto Alegre (pois sim, um aeroporto maior fora da cidade, vai inviabilizar o Salgado Filho) seria quase o tiro de misericórdia contra a cidade. Qual o próximo passo? Retirar a Ufrgs e a Pucrs para São Leopoldo? Construir os novos estádios de Grêmio e Inter em Novo Hamburgo? Desativar a linha 1 da Trensurb? Pois acabar com o aeroporto é quase equivalente à isso para a cidade.

    Curtir

  7. Mobilidade de pessoas vai ser o grande problema desse aeroporto. Vai levar o que, 2hs de táxi em horário comercial para chegar lá? Sem falar no preço.

    Curtir

  8. Porto Alegre cuja população é estimada em 1 milhão e 500 mil habitantes e quase 5 milhões na área Metropolitana sendo considerado o quarto maior aglomerado urbano do País merece com certeza maior reconhecimento do Governo Federal, Estadual e Municipal. Senhores gestores políticos acordem para uma realidade e despertem urgentemente em prol e interesse do povo. Em 2014 A RESPOSTA da população.

    Curtir

  9. Se para executar uma simples ampliação de pista do aeroporto com pouco mais de 900 metros de extensão já é uma extrema dificuldade e falta de interesse total e absurda imagina construir um novo aeroporto em Nova Santa Rita. Pelo amor de Deus peçam demissão seus gestores políticos.

    Curtir

  10. É o fim do Salgado Filho.

    Curtir

  11. Se o PT voltar para a Prefeitura de POA e deixar as pref do Vale dos Sinos. Enfim, perder uma eleição e ganhar em outro lugar, o que é muto comum, tudo muda.
    Vão esquecer o assunto.
    Tá claro que tem um belo jogo de cena e político aí.

    Curtir

  12. “Hoje formalizamos o início dos trabalhos institucionais e de definições técnicas, consolidando a articulação interna dos governos Federal e Estadual, para que possamos executar essa importante obra para o Rio Grande do Sul”.

    e a reforma do Salgado filho não é importante mais pro RS né Ministro ?

    sem comentarios

    Curtir

  13. A esperança que esse “inicio dos estudos”, resulte na mesma coisa que o nosso metrô, então esse aeroporto sai la por 2080, quando cada um tiver o seu carro voador! Só fazendo piada mesmo, essa de um novo aerorporto eu não consigo engololir.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: