Prefeitura dá ordem de início para revitalização da Praça XV

Área onde se localiza a praça irá abrigar a Fan Fest da Copa 2014   Foto: Guilherme Santos/PMPA

Área onde se localiza a praça irá abrigar a Fan Fest da Copa 2014 Foto: Guilherme Santos/PMPA

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, assina nesta terça-feira, 30, às 9h, a ordem de início das obras de revitalização do entorno da Praça XV, Centro Histórico de Porto Alegre. O ato será no Salão Nobre do Paço Municipal (Praça Montevidéu, 10). A intervenção faz parte do Programa Cidade Integrada – Revitalização de Espaços Públicos. Outro objetivo da ação do poder público municipal é qualificar a área que vai abrigar a Fan Fest. Trata-se de um evento oficial da Copa do Mundo 2014 que terá como palco o Largo Glênio Peres e suas proximidades.

Em Porto Alegre, a Fan Fest terá mais de mil horas de programação. No local, haverá atividades culturais, de lazer, a realização de shows e a apresentação dos jogos em telões. A Fan Fest foi incluída na organização do Mundial pela Fifa durante a Copa da Alemanha, em 2006. Na segunda edição, durante a Copa da África em 2010, a festa repetiu-se também em outras cinco cidades do mundo, dentre elas o Rio de Janeiro.

Prefeitura de Porto Alegre

__________________________

Leia também:

O novo visual da Praça XV



Categorias:COPA 2014, Parques da Cidade, Revitalização do centro

Tags:, , ,

26 respostas

  1. A Salgado Filho tem um ar portenho. Lembra muito avenidas de Buenos Aires, Montevideo. Claro, num domingo de manhã, sem aglomeração nas calçadas e engarrafamento de ônibus

    Curtir

  2. Agora com dinheiro público, em cima da porcaria que a coca fez.

    Curtir

  3. OFF TOPIC :

    Deu para ti, Carrolari !

    http://portallw.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=497530

    29/04/2013 23:50 – Atualizado em 29/04/2013 23:57
    TJ-RS aprova percentual de multas para ciclovias e programas educativos
    Lei define que prefeitura da Capital invista 20% do dinheiro arrecadado nestes segmentos
    O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) determinou, por 16 votos a oito, que é constitucional a legislação de Porto Alegre que determina percentual mínimo de investimentos nas ciclovias e programas educativos da arrecadação de multas. O julgamento foi concluído na tarde desta segunda-feira pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça, após o voto do Desembargador Irineu Mariani. Foi determinado que “não há invasão de competência do Poder Legislativo”.

    A Lei Complementar Municipal nº 626/09 estabelece que o Município deve aplicar, anualmente, o mínimo de 20% dos recursos arrecadados com multas de trânsito neste segmento. Um incidente de inconstitucionalidade foi proposto pela 2ª Câmara Cível, que está julgando um processo movido pelo Ministério Público (MP) contra a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Na ação, o MP cobra do Executivo o cumprimento da Lei.

    O julgamento teve início em outubro de 2012. Na ocasião o relator do processo, Arminio José Abreu Lima da Rosa, votou pela constitucionalidade da legislação. Outros 12 desembargadores acompanharam o voto do relator. O julgamento foi interrompido no final do ano passado devido a pedido de vista do desembargador Eduardo Uhlein. Em março, Uhlein apresentou voto divergente, considerando inconstitucional o artigo. Com ele, votaram mais sete magistrados.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: