Casos de roubo com morte disparam em Porto Alegre

roubo-latrocinio

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 02/-5/2013



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

27 respostas

  1. Minha irmã foi assaltada ontem as 19:30 ali na Av. Padre Leopoldo Brentano bem pertinho da Arena, levaram o celular dela e o marginal ainda teve coragem de pedir o facebook dela hehehe só rindo mesmo…

    Curtir

  2. Andar à noite em Porto Alegre em bairros que não tem movimento,ou seja,90% da cidade, é correr risco de vida.

    Quero ver esses 500 novos policiais contratados nas ruas depois que o sol se põe também.

    Curtir

    • Para mocinhas, realmente e’ perigoso. Para quem sabe se cuidar, eu considero beeem tranquilo andar em POA ‘a noite.

      Curtir

      • Que comentário idiota. Vai fazer o que contra alguém armado? Pff, parece aquele bando de piá que se gaba por andar nas ruas de noite. Tudo isso até tomar a primeira ruim. Piada.

        Curtir

  3. Com um governador que e’ a favor da bandidagem vcs esperavam oque? Na mentalidade bizarra e psicotica dos esquerdistas, o trabalhador tem que sofrer e ser “punido” por nao ter aceito o marxismo nos anos 60-70. Agora eles usam o crime para manter a populacao sob controle, refugiados atraz de grades em suas proprias casas. E’ uma loucura total que vcs mesmos aceitam. Invez de se armarem e formar grupos de vigia do bairro, nao, ficam esperando que a policia venham salva-los. E o pior, vcs sabem que a policia ou nao vira ou nao podera fazer nada. Isso ai esta virando em um mundo faz de conta.

    Curtir

    • Armar grupo de vigia de bairro ? ta louco ? criar milicia essa é solução ?

      Nem falar do preparo do pessoal da vigia de bairro. Até brigadiano andar armado já é problema (baixo salario, baixa capacitação, baixa…) agora imagina um cara que esta la na maioria das vezes nem carteira assinada tem. Dar uma arma pra esse pessoal ?

      So pra situar que esta questão não é de esquerda/direita, um dos grandes problemas na Venezuela são as benditas milícias. No Rio tb estão tentando resolver a milicia. Não tem cabimento achar que armar alguem vai resolver algo.

      Curtir

      • OK , entao sirvam de alvo para a bandidagem ! PRQ os senhores doutores dignisimos estao todos com guarda costas, entao nao estao nem ai para vcs. E com pessoas pensando com tu entao, ta fetcho o carretcho! Por isso a bandidagem tomou conta. Talvez seja um processo evolucionario, organismos que se recusam a se defender vao a instincao, simples………nao ha nada que possa ser feito.

        Curtir

    • Oba, guerra civil.

      Curtir

  4. Estranhos esses números. Eu achava que quando uma pessoa entra no carro ela fica imune a criminalidade hahaha.

    Curtir

    • Pelos numeros, é bem mais seguro que uma pessoa que anda a pé.

      Curtir

      • Fonte, por favor .

        Curtir

        • Roubo: Acontece quando com emprego de violência (Grita, dá um soco, esbarrão) ou grave ameaça (fala que vai matar se não entregar a coisa) o autor se apropria de algo que não possui nem a posse nem o direito.

          Pelos números do gráfico:

          – Roubo de veículos: 1.807
          – Roubos de pessoas: 4.391

          Pelos números obvio que tem o dobro de roubo a pessoas que estão fora dos carros. Mas tem que se relativizar esse número. Pelo numero de pessoas que nao andam de carro, é imensamente mais seguro estar a pé do que dentro do carro. Já existe uma industria de roubo a veiculos (ladrao, receptor, comprador, seguro, pessoas que preferem ser roubadas do que vender o carro, polícia, etc) do que rouba a pessoa. Roubar pedestre é só “chinelão”.

          Na reportagem não indica, mas foram 11 latrocínios. A reportagem da uma dica: “Na maioria dos casos o quadro é o mesmo: o gatilho puxado sobre o motorista em tentativa de roubo do carro”. Falando só em mortes, é extremamente perigoso estar no carro. Chegar a pé em casa estatisticamente é muito seguro, já chegar de carro tem o seu risco. Isto acho que já todos sabem, apesar de achar que comprar carro vai aumentar a sua segurança (o que não é uma verdade).

          27% dos crimes envolvem veículos. É muita coisa pra uma pequena parte da população. Acho que a bandidagem já migrou a muito tempo pra esse tipo de crime.

          Curtir

    • Os carrocêntricos vão te apedrejar …

      Curtir

      • Que outra alternativa existe em Porto Alegre para quem não mora no centro e também recusa-se a pegar o Tingão, levando 2h o percurso contando o tempo na fila da parada, sem ar condicionado?

        Eu moro no centro histórico, é ótimo, faço tudo a pé, vou à Cidade Baixa, Bom Fim, Moinhos. O legal é que posso ser arrogante até contra ciclistas, esses preguiçosos que não querem caminhar. Já que consigo fazer tudo a pé, nada mais justo do que me considerar superior aos ciclistas.

        Essa visão é um bocado elitista, ainda mais se o ciclista politicamente correto mora no coração da cidade, como Cidade Baixa, Centro, Moinhos ou Bom Fim. Julgar um morador da grande Porto Alegre, da extrema zona sul, leste ou norte por ser carrocêntrico é injusto, pois simplesmente andar de bicicleta é inviável, deslocar-se a pé muito menos, e pior ainda é pegar um ônibus lento e estourando de gente.

        Não são só os ricos que praticam carrocentrismo. Eu diria até que a maioria dos carrocêntricos é mais pobre do que os defensores do ciclismo, esses geralmente residentes em bairros bem localizados, em imóveis que valem duas ou mais centenas de milhares de reais.

        Curtir

    • Comentário infeliz. Achar engraçado que as pessoas sejam roubadas por que estão num veículo mostra bem a mentalidade de alguns aqui mesmo.

      Curtir

      • Negativo. Estou questionando o que sempre falam que andam de carro por segurança. É mentira, não é mais seguro.

        Curtir

    • Na maioria das vezes acho os comentários do Felipe X bem interessantes. Hoje ele viajou.

      Curtir

    • BAH! Muito infeliz e triste esse teu comentário Felipe. Lamentável, pra dizer o mínimo.
      Engraçado mas ninguém fala, que o uso do automóvel vem sendo estimulado por todos os governos do Brasil nos últimos 60 anos (Juscelino). Inclusive por governos auto-denominados “populares”, como é o caso dos 12 anos de Lula-Dilma, que estimulam a compra, e consequentemente o uso do carro, pelas sucessivas baixas de IPI e outros impostos. Ou seja, os governos do PT também estimulam o “carrocentrismo”.
      Sem falar que a maioria das pessoas assassinadas em roubos de carros, já estava fora do veículo. Sendo assim, friamente assassinada pelo bandido.
      Daqui a pouco estaremos nos encaminhando para a seguinte situação: proprietário (ou condutor, em se tratando de taxista) de veículo automotor é um criminoso e pode ser “punido” com a morte. Ser usuário de droga e traficante (sim porque o usuário, tem que comprar a droga de alguém, não é ?) não é crime. Quem viver verá.

      Curtir

      • Tudo que tu falaste está certo, mas não tem nada a ver com o que falei. Meu ponto é que as pessoas falam como se estar dentro do carro fosse seguro, mas não é.

        Curtir

    • Alem de ser infeliz e nao ter graca alguma, o comentario tambem e’ equivocado, porque se o carro for blindado, o dono vai ficar, sim, se nao imune, muitissimo bem protegido.

      Curtir

      • Com certeza Ricardo, pena que quase nenhum carro é blindado. E considerando que estes aí sofreram roubo/assalto, isso não vem ao caso. A maioria das pessoas é calçada quando está entrando no veículo mesmo.

        Curtir

      • Mas o que será que tem graça para ti? Fazer comentários racistas aqui no blog? Abraço.

        Curtir

  5. Que nada, mentira isso, somos a capital da qualidade de vida..

    hohoho

    Curtir

  6. Latrocínio é f. o cara tirar a vida de uma pessoa para roubar um carro ou um celular! Que nojo!

    Curtir

    • E o pior é que a maioria dos veículos “roubáveis”, ou seja, potentes (para uso em assaltos) ou novos (para desmanche) possuem seguro. Por isso, suponho que o dono não ofereça resistência nesses assaltos, pois não faz sentido arriscar a vida para proteger um patrimônio que será ressarcido pela seguradora. Os bandidos matam por puro sadismo mesmo.

      Às vezes me dá vontade de deixar o carro aberto, com a chave no banco à disposição. Se roubarem, dane-se, mas não me matem por um bem material. O problema é que aí talvez alguém tenha a ideia de se esconder dentro do carro para me assaltar depois ou praticariam vandalismo no carro só por sadismo. É, não tem saída.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: