Porto Alegre ganhará hotel com temática automobilística

Representação gráfica da fachada do Hotel Interclass, em Porto Alegre Foto: Divulgação

Representação gráfica da fachada do Hotel Interclass, em Porto Alegre – Foto: Divulgação

A construtora Dal Pinheiro possui entre seus projetos em desenvolvimento na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, o Hotel Interclass. A unidade está sendo erguida no bairro São João, perto de uma das principais vias da cidade.

O terreno que recebe o empreendimento possui 1,6 mil m², e está localizado na Rua Dom Pedro II, altura aproximada do número 505. O projeto possui inspirações arquitetônicas contemporâneas, e é desenvolvido sobre uma temática automobilística. Apresenta seis pavimentos com três apartamentos, totalizando 18 UH’s (unidades habitacionais).

A área dos apartamentos será de aproximadamente 30 m², e o empreendimento terá uma área construída de 6,2 mil m², contando também com restaurante aberto ao público e espaço para eventos.

Segundo fontes da região consultadas pelo Hôtelier News, todas as unidades oferecidas para investidores já foram adquiridas. Agora os desenvolvedores procuram definir se o empreendimento será administrado de forma independente ou por meio de contrato de gestão junto a uma companhia hoteleira. A previsão de conclusão das obras é para julho de 2015.

Hôtelier News – o site da Hotelaria

Por Danilo Reis · Terça-feira, 7 de maio de 2013 19h05

___________________________

Mais imagens do projeto, do site Architizer:

O projeto arquitetônico é do Escritório OSPA

interclass-05

interclass-03

interclass-02

interclass-01

A localização do futuro hotel:

localizacao-interclass



Categorias:hotelaria, Rede Hoteleira, TURISMO

Tags:, , ,

56 respostas

  1. Só não entendi uma coisa, este hotel vai ser do tipo em que o construtor ganha sempre e o investidor talvez! Explico.
    .
    Há uma forma de empreendimento em que vende-se as cotas, no caso apartamentos, como é um empreendimento comercial o preço por metro quadrado é três a quatro vezes o preço de um imóvel residencial de área equivalente.
    .
    Feito a venda e a construção é que vem a manha, começa-se a alugar os apartamentos, agrupa-se todo o valor obtido na locação, RETIRA-SE O VALOR DA AMINISTRAÇÃO, IMPOSTOS E TAXAS, o que sobra rateia-se com os “investidores”.
    .
    Resultado, quem tem a maioria dos apartamentos escolhe a administração e quanto esta vai ganhar, evidentemente o hotel será administrado pelo sócio majoritário ou por um parente do mesmo, que retira um bom lucro em toda a operação.
    .
    Se o Hotel for um fracasso ou tiver uma lotação média, a maior parte dos aluguéis vão para a administração, e os “investidores” ficam chupando um limão.
    .
    Se o Hotel for um sucesso, o valor da administração aumenta e os “investidores” ganham alguma coisa, mas o certo é que se alguém sempre tem lucros é a administração do empreemdimento!!
    🙂

    Curtir

  2. Pode-se gostar ou não desse hotel. mas uma coisa é certa: tudo que é iniciativa, é bem vindo !
    É desse espírito que Porto Alegre precisa ! Criar coisas !!!!

    Assim Curitiba fez nos anos 90. Inventou !

    Que coisa saudável esse hotel. Que as pessoas queiram ousar e inventar cada vez ais nesses pagos!

    Um dia, sonho que tenhamos algo temático com o pôr do sol (e com acesso ao Guaiba). Sonho com algo criativo nos morros.
    Algo muito criativo no Cais Mauá !!!
    E azar se houver hotéis “disneylândicos” : toda cidade que é metrópole, tem atrações de todos os tipos. Quer fazer uma bar dentro do gelo? Faz !

    E que se faça lugares com temáticas gaúchas. Ou um bar com tema “O tempo e o Vento” (o filme vem aí).

    E tá caido de maduro: Porto Alegre é a cidade mai roqueira do país. Nossa cidade pode explorar isso de mil formas. Inclusive com um grande e nacional festival de verão, como já dei idéia aqui.

    Portanto, seja bem vindo, Hotel Temático sobre Carros. E parabéns por ter inventado algo nessa cidade.

    Curtir

    • Gostei da ideia do temático “O tempo e o Vento”. Isso sim seria algo bem turístico, seria algo que não se encontraria em nenhum outro lugar.

      Curtir

    • Concordei com o comentário do RicardoH, escreveu bem!

      Curtir

  3. Colocar uma revenda de carros abaixo de um hotel e usar a temática no hotel é uma ideia interessante. Mas esses são dois ramos que não “conversam”.

    Não consigo imaginar alguém que escolha algum hotel porque a temática é carro. Escolhe-se hotel pela localização, conforto, preço, facilidades, atendimento…

    Da mesma forma, aquele que frequenta esse hotel dificilmente adquirirá um automóvel na revenda junto ao hotel, pois ele teria que levar a sua aquisição para sua cidade natal.

    Tomara que dê certo, mas não me parece algo lucrativo para nenhum dos dois ramos.

    Curtir

    • Se for um hotel de nível muito elevado pode ser que consigam agregar uma coisa a outra pelo poder aquisitivo da clientela. Talvez a intenção seja meramente utilizar o espaço físico para uma atividade economica desvinculada, mas incrementando a temática.

      Curtir

    • Me parece que faria muito sentido fazer isso em Gramado, com aquela loja que já existe lá e aluga carros de luxo em baixo. Isso sim ia bombar.

      Curtir

      • Pois é, acho que deveria ser algo que conectasse mais com o hotel. Aluguel de carros de luxo certamente iria bombar! Algo como uma loja da Apple, por exemplo, afinal de contas usa-se mais note, tablet, celular… em viagens.

        Curtir

    • Na minha opinião, para seguir a temática e acertar com o tipo de serviço (hospedagem) o mais correto seria fazer a locação de carros de luxo, como é feito em gramado atualmente (mas de forma independente à hotéis), saiu inclusive numa revista automotiva que esta empresa de gramado, que também está presente no parque beto carreiro, tem o portfólio mais completo e atualizado de veículos do Brasil.

      Curtir

    • Não diz na notícia que haverá uma concessionária alí, apenas tem um carro no render. Mas bem que poderiam aproveitar a temática e disponibilizar o aluguel de carros de luxo para os hospedes. Não é comum no Brasil mas na Europa ja há hotéis que fazem isso.
      Não precisa necessariamente uma Ferrari, há modelos charmosos e condizentes por um preço mais “acessível” como Mercedes-Benz SLK, BMW Z4, Audi TT, Chevrolet Camaro, Peugeot RCZ, Nissan 370Z…

      Curtir

    • Nada impede moradores de Porto Alegre de frequentarem alguma infra do hotel, como o restaurante.

      Curtir

  4. Uma EXCELENTE notícia, mas acho que o render com efeitos ajuda bastante. O prédio por fora podia ser mais inovador.

    Curtir

  5. Isso ai deve ser obra da Hype Studio. No render e’ uma Ferrari, na realidade vai ser um Ford Fusion e olhe la’. Vide Beira-Rio.

    Curtir

    • os Render da Hype são melhores, esse tem muito ‘blur’ para esconder os problemas. E o hotel é bonito, mas não tem nada que já nao esteja sendo construido pelas built-for-rent de porto alegre. Devem até construi-lo com laje pré-moldada como as built-for-rent.

      Curtir

  6. Na minha opinião é esteticamente interessante mas a temática adotada não. Qual a correlação do automobilismo com a capital gaúcha? Porto Alegre acho que tem um apelo cultural interessante, também uma faceta underground única no país, e algo muito especial que é o pôr-do-sol realmente lindaço, creio que poderiam desenvolver algum projeto baseado nestas vertentes, ou mesmo em outras que correspondam ao contexto da capital. Mas o tema automobilismo, sendo uma cidade toda congestionada e que sequer tem um autódromo, para mim não tem nada a ver e é um ideia desfocada. Poderiam criar algo melhor e mais original.

    Curtir

    • Não acho tão fora de contexto, afinal dois dos melhores autódromos do país estão na região metropolitana de Porto Alegre. E mesmo que ja tenha fechado, Porto Alegre ja teve até sua própria fábrica de carros, a Miura.

      Curtir

    • Por do sol é igual em qualquer canto do mundo, a diferença é que aqui tu assiste ele sobre um lixão.

      Tem certeza do que tu falou? Temos duas grandes e excelentes pistas na grande Poa, muitas capitais do Brasil sequer tem uma.

      Curtir

    • O Rio Grande do Sul já teve uma tradição muito rica no automobilismo, como na época das “carreteras”.

      Curtir

  7. Estou me divertindo muito com vários comentários aqui !

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: