Artigo: Cidade em transformação, por Urbano Schmitt

Porto Alegre se prepara para o futuro com 14 grandes obras de mobilidade. O canteiro de obras em que se transformou a cidade, com intervenções em vias públicas, altera a rotina da população, gerando um transtorno passageiro, que será compensado por benefícios permanentes. Melhora a mobilidade urbana, modifica-se a paisagem da cidade, tornando-a mais moderna e os bairros atingidos ganham um novo impulso econômico.

Só para lembrar, a Prefeitura executa as obras dos corredores para o sistema de ônibus rápido, os BRTs, nas avenidas Bento Gonçalves, João Pessoa, Protásio Alves e Padre Cacique, e duplica as avenidas Voluntários da Pátria, Tronco e Edvaldo Pereira Paiva, em que foi construída uma nova ponte sobre o Arroio Dilúvio e está em construção o viaduto estaiado sobre a Pinheiro Borda. Também está em obras o complexo da Rodoviária, com o viaduto sobre a Julio de Castilhos, e as passagens de nível e os viadutos na Terceira Perimetral.

São intervenções realizadas no horizonte da Copa do Mundo, mas as obras ficam para a cidade como legado, garantindo benefícios de longo prazo. Devemos encarar, da mesma forma, outros investimentos que não fazem parte da Matriz de Responsabilidade da Copa, mas integram os compromissos da administração municipal em relação a melhorias para os visitantes e à população, como a reforma e ampliação do Pronto Socorro, a conclusão do Programa Socioambiental (Pisa) – que vai contribuir para o resgate do Lago Guaíba -, a ampliação da rede de ciclovias para 24 quilômetros, os projetos da Orla e de revitalização do Cais Mauá, a serem iniciados ainda este ano.

A cidade não recebia tantos investimentos simultâneos havia vários anos e isso tem um preço, que vai além dos recursos aplicados em cada projeto. Temos consciência de que toda a proposta de mudança gera debates e, em alguns casos, contestações na primeira hora mas, a maioria, passa a apoiar as iniciativas, a partir do momento em que se apropria das informações corretas e compreende os benefícios para a cidade. É com transparência nas ações e muito diálogo com as comunidades e nas instâncias do OP, dos conselhos municipais e da Câmara de Vereadores que se reafirma a disposição da municipalidade para resolver impasses, construir soluções de consenso e buscar o bem comum. Temos clareza de que, quando falta diálogo, os embaraços tendem a ser maiores. Porém, não é com propostas mirabolantes, mais onerosas aos cofres públicos e a toda população que partem daqueles que não têm quaisquer responsabilidades sobre as finanças da cidade, que vamos fazer a Porto Alegre do futuro, com mais qualidade de vida para todos.

A transparência é um valor do qual não abrimos mão no processo da Copa, uma vez que Porto Alegre é referência nacional nessa questão. No caso das obras para 2014, implantamos o portal Transparência na Copa, em que o cidadão pode acompanhar em tempo real a execução de todas as intervenções urbanas que estão transformando a cidade.

Urbano Schmitt é secretário de Gestão da Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Artigos, COPA 2014

Tags:, ,

25 respostas

  1. Essas pessoas que odeiam carros – nao critico isso em nada s dizem que ESTA cidade privilegia os carros. Negativo, isso eh assim em todo o Brasil. Em todas as capitais. Inclusive isso e incentivado declaradamente pelo PT-Lula-dilma. Naquela propaganda dos dez anos de governo PT, que estava passando semana passada na televisao, uma das frases que o Lula disse foi: “agora todo mundo ta comprando seu carrinho”
    Mas a questao mesmo do que eu quis dizer aqui eh o modo que nossas cidades sao feitas. Nenhuma capital brasileira da importancia devida ao transporte publico, e todas ficam abrindo avenidas. Portanto, eh infantilida, ou burrice, ou partidarismo ficar taxando “esta cidade” ou “Fortunati

    Curtir

    • Dizem “esta cidade” ou “fortunati” por dois motivos:

      – O blog é pra tratar Poa e, talvez, o estado;
      – Estamos preocupados com o futuro de Porto Alegre. E não com o de Salvador ou São Paulo!

      Mas sim, concordo contigo que o problema é no país todo.

      Curtir

    • Se todo Brasil privilegia os carros, então Porto Alegre privilegia os carros e não há nada errado em dizer que Porto Alegre privilegia os carros. Tá na hora de mudar isso, e podia começar por Porto Alegre.

      Curtir

      • Concordo absolutamente! Se queremos mudar a situação atual, independente de ser na cidade ou no país, comecemos pelas nossas atitudes, na nossa rua, no nosso bairro. Exemplo gera exemplo.

        Curtir

    • A culpa do PT é que os carros deixaram de ser exclusividade dos ricos? Me desculpe, mas isso não é culpa, e sim mérito. O problema não é TER carros, todos deveriam ter condições de comprar um sim. O problema é usar para tudo, seja por preguiça (fisica ou mental) ou porque não há alternativa decente de transporte público.

      Curtir

  2. Pelos comentários de alguns aqui pelo jeito a alienação da prefeitura tá funcionando bem….

    Curtir

  3. Isso sim reflete a verdadeira Porto Alegre: http://jornaltabare.wordpress.com/2013/05/08/editorial-21/

    Curtir

  4. As únicas obras de mobilidade, são as relacionadas ao BRT, as demais – duplicação de vias, viaduto, ponte, são obras de imobilidade, que só irão gerar mais trânsito e congestionamentos, causando transtornos PERMANENTES para toda a população.

    Tão mijando na gente e dizem que é chuva.

    Curtir

    • Bah entao tu iras dormir chorando de raiva pro resto de tua vida com estas obras hein! hahahahaha…e outra, sem brincadeira, Ja pensou em te muda para aquela reserva indigena ali perto de Barra do Ribeiro? Nao sei, so’ uma sujestao!! La nao creio que exista estas coisas diabolicas como…… carros, predios, ruas, electricidade, agua encanada (isto deve te levar a loucura) lojas, telephone etc….. sua qualidade de vida melhorara e muito.

      Curtir

      • Deixa eu ver, eu sou a favor de transporte público coletivo então são contra o saneamento e devo ir morar no meio do mato? Qual é a lógica disso?

        Curtir

      • Pra quem diz: “Então te muda pro mato!” a resposta pode ser “Então te muda pra São Paulo!”

        Que pensamento pequeno, credo…

        Tem MUITA possibilidade entre uma coisa e outra.

        Curtir

      • Alguns lêem, lêem e lêem mas não aprendem nada. Área urbans igual a viaduto?

        Mad Dobre os viadutos, Tenho notado congestionamento desde o início da wenceslau até o fim da Icaraí. Doque adianta o viaduto da Pe Cacique?

        Curtir

    • Eu odeio carros, oh vida, oh dia…

      Curtir

      • Eu não odeio carros, eu odei viver em uma cidade onde os carros tem prioridade sobre as pessoas.

        Curtir

      • Mas essa não é nem a questão, porque essas obras vão piorar a situação até para quem anda de carro como qualquer pessoa minimamente inteligente pode perceber se estudar um pouco de mobilidade urbana.

        Curtir

        • Marcelo
          As pessoas não estão preparadas para entender que só há um jeito de descongestionar a cidade: melhorar MUITO o transporte coletivo. Esses dias eu tentei debater que investir em BRT é uma solução boa e barata para o curto prazo (dentro dos padrões brasileiros, claro!). Atrevi a dizer que deviam suspender o projeto do metrô, por entender que era muito dinheiro para um eixo da cidade, enquanto toda a cidade tem um transporte para lá de ruim. Fui xingado de tudo que é jeito, o de lobista de BRT foi o menos ofensivo. Tive a sorte de conhecer os melhores BRTs do mundo, e sei o quanto atenderia com sucesso POA. Teve um que disse que os corrdores de ônibus fazem o mesmo que o BRT, aí tentei explicar que o corredor exclusivo é uma condição necessária, porém, longe de ser suficiente, mas aí começou as agressões de novo. Não adianta mesmo. Quem não quer entender não entenderá.

          Curtir

        • Li esses dias um texto no blog ahduvido que reflete bem isso, especificamente no item 1:

          http://ahduvido.com.br/6-verdades-inconvenientes-que-farao-de-voce-uma-pessoa-melhor

          Curtir

        • BRT ou melhor ainda VLT, com o mesmo dinheiro do metrô, poderiam fazer uma rede muito maior de VLT. Mas segundo o Desafortunati, VLT tranca o trânsito. Hehehe.

          Curtir

        • Sério que o prefeito disse isto? Mel dels…

          Curtir

  5. “É com transparência nas ações e muito diálogo com as comunidades e nas instâncias do OP, dos conselhos municipais e da Câmara de Vereadores que se reafirma a disposição da municipalidade para resolver impasses”

    Tá tirando onda com a nossa cara né?

    Curtir

    • Hahahaha. Verdade. Diálogo? Só existe diálogo quando a população exige diálogo indo para as ruas.

      Curtir

  6. Falta ainda mais segurança e limpeza. A cidade neste aspecto está entregue as traças.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: