MP investiga fraude na liberação de obras em Porto Alegre (atualizado)

Servidores receberiam propina para agilizar licenças de construção e reforma

O Ministério Público (MP) deflagrou na manhã desta quinta-feira uma operação para apurar supostos casos de corrupção e tráfico de influência dentro das Secretarias Municipais de Urbanismo e de Obras e Viação (Smurb e Smov) de Porto Alegre. Conforme o MP, são investigadas irregularidades na emissão de licenças para construção e reformas em empreendimentos imobiliários. Uma das pastas também é responsável pela fiscalização de casas noturnas.

A ação da Promotoria de Justiça Especializada Criminal, com apoio da Brigada Militar, cumpriu mandados de busca e apreensão na sede da Smurb, em escritórios de arquitetura e na residência de um bombeiro, na Capital.

Conforme o MP, a investigação começou com informações levantadas pela prefeitura de Porto Alegre sobre o possível pagamento de propina, por parte de arquitetos, engenheiros e intermediários, a servidores públicos. Os trabalhadores eram responsáveis pelo Protocolo Setorial e pelo Setor de Aprovação de Projetos (SALP) da Smov.

O setor passou a ser da Smurb, onde tramitam projetos relacionados a liberações e licenciamentos para a construção civil, desde pequenas reformas estruturais em uma residência ou estabelecimento comercial até grandes empreendimentos imobiliários. Os servidores teriam acelerado o andamento dos procedimentos e autorização para execução das obras mediante o pagamento de determinadas quantias em dinheiro.

Correio do Povo

______________________

ATUALIZAÇÃO

Sete funcionários são afastados da Prefeitura de Porto Alegre

Suspeitos de corrupção e tráfico de influência ocupavam cargos de chefia na Smurb e na Smov

Sete funcionários da Prefeitura de Porto Alegre suspeitos de corrupção e tráfico de influência dentro das Secretarias Municipais de Urbanismo e de Obras e Viação (Smurb e Smov) foram afastados nesta quinta-feira. De acordo com a Procuradoria Geral do Município, todos são concursados e ocupam cargos de chefia. O afastamento de 90 dias foi determinado por cautela, para que os funcionários não interfiram no inquérito.

Outros seis funcionários, ainda mantidos nos cargos, também responderão a inquérito administrativo. Os 13 poderão ser demitidos caso comprovadas as práticas irregulares dentro das secretarias.

O Ministério Público (MP) deflagrou nesta manhã desta quinta-feira uma operação para apurar irregularidades na emissão de licenças para construção e reformas em empreendimentos imobiliários. Uma das pastas também é responsável pela fiscalização de casas noturnas.

A ação da Promotoria de Justiça Especializada Criminal, com apoio da Brigada Militar, cumpriu mandados de busca e apreensão na sede da Smurb, em escritórios de arquitetura e na residência de um bombeiro, na Capital.

Conforme o MP, a investigação começou com informações levantadas pela prefeitura de Porto Alegre sobre o possível pagamento de propina, por parte de arquitetos, engenheiros e intermediários, a servidores públicos. Os trabalhadores eram responsáveis pelo Protocolo Setorial e pelo Setor de Aprovação de Projetos (SALP) da Smov.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , , ,

14 respostas

  1. Continua… Talvez um pouco mais difícil.

    Curtir

  2. Não me surpreendo…

    Curtir

  3. Queimem!

    Curtir

  4. Tenso!

    O bom é que com a apreensão de computadores e documentos pode-se fazer um pente fino.

    Curtir

    • Se forem fazer um pente fino não vai sobrar pedra sobre pedra…o que vai ter de incorporadora envolvida….

      Curtir

  5. Que tudo seja apurado, e os (i) responsáveis punidos exemplarmente, INCLUSIVE OS CORRUPTORES. Com a palavra – além da justiça – os conselhos de ética do CAU e do CREA.

    Curtir

    • É, para haver corruptos necessariamente há corruptores.
      A prática da propina deve ser combatida neste país.
      Espero que o MP faça seu trabalho com o máximo zelo profissional e ajude a que todos os cidadãos tenham o mesmo peso.

      Curtir

    • Quem estaria ‘negativando’? Alguém que apoiaria essa bandalheira?
      Francamente…

      Curtir

      • Tem pessoas de tanto olhar o “feicebuque” fica com a síndrome do botãozinho! Tem que apertar em alguma coisa, se há duas opções eles se perdem, deveria ter somente uma “curtir”.

        Curtir

  6. Parece que o MP começou a se mover, espero que não parem mais!

    Curtir

  7. Até que enfim alguém tomou coragem de meter a mão nessa bagunça que é a SMOV

    Curtir

  8. Abra$$$o !

    Curtir

  9. Esse MP não faz nada de útil mesmo. E devia perder o poder de investigação (sarcasmo, ok?).

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: