Referência: Av. Rio Branco, no Rio de Janeiro, será reurbanizada, privilegiando os pedestres

Licitação da reurbanização da Avenida Rio Branco, no Rio de Janeiro, é publicada

Orçadas em R$ 87,8 milhões, obras preveem, entre outras coisas, a elevação da pista de rolamento destinada aos automóveis para o nível do passeio, restringindo o acesso somente aos pedestres

Rodrigo Louzas

A Secretaria Municipal de Obras da Prefeitura do Rio de Janeiro publicou na última segunda-feira (13) o edital para a execução do projeto de urbanização da Avenida Rio Branco, no centro da cidade. O objetivo é criar um parque de 700 metros entre as avenidas Nilo Peçanha e Presidente Wilson, vai começar pela substituição de oito km de redes de drenagem, esgotamento sanitário e água da região, consideradas muito antigas. As obras estão orçadas em R$ 87,8 milhões.

av-rio-branco-01

Na nova Avenida Rio Branco a pista de rolamento destinada aos automóveis será elevada para o nível do passeio e liberada aos pedestres. A via de serviço será implantada dentro do alinhamento das pistas atuais, deixando as faixas das atuais calçadas livres para os pedestres. O local também ficará livre de obstáculos de forma a não obstruir as passagens dos blocos durante o Carnaval.

Pelo projeto, a esplanada da Avenida Rio Branco teria piso de granito serrado, nas cores branca, cinza e vermelha. Junto aos edifícios históricos, a pavimentação de pedra portuguesa seria mantida. Estão previstas palmeiras para arborizar a área, que ganharia ainda bicicletários e iluminação especial.

Fazem parte da área projetada para o parque urbano a Avenida Nilo Peçanha (nos trechos entre Rua Debret e Av. Presidente Antônio Carlos e entre Rua Uruguaiana e Av. Rio Branco), Rua Bitencourt da Silva, Rua Manuel de Carvalho, Rua Vieira Fazenda, Rua Araújo Porto Alegre (no trecho entre Rua México e Av. Rio Branco) e Rua do Passeio (no trecho entre Rua Senador Dantas e Av. Rio Branco), Rua Treze de Maio, Av. Luis Vasconcelos, Rua Evaristo da Veiga (no trecho entre Rua Senador Dantas e Av. Rio Branco), Rua da Ajuda e Praça Floriano.

As obras estão previstas para começar em setembro e terminar no final de 2015.

av-rio-branco-02

av-rio-branco-03

av-rio-branco-04

av-rio-branco-05

Piniweb



Categorias:Arquitetura | Urbanismo

Tags:, , , ,

39 respostas

  1. Coisa para o Rio de Janeiro que está buscando um novo horizonte. Porto Alegre é a terra do retrocesso, da degradação, muita gente curte a desordem, a esculhambação, um ar de lixão. Nossa capital mais austral do BR muito podre e pobre, inacreditavelmente e cada vez mais.

    Curtir

  2. Se a avenida Rio Branco fosse em Porto Alegre seria retirado os passeios e feitos vias para o carros, e quem fosse contra seria chamado de vagabundo, piolhento, ecochato…

    Como comparar a Cidade Maravilhosa com a Bovinópolis

    Curtir

  3. Gaucho morando no Rio… com um visão de fora, parece que o Rio esta realmente combatendo o uso do carro. Nem tudo é certo ou mil maravilhas como as vezes parece para quem não mora aqui. Mas realmente a visão dos gestores aqui parece mais avançada em tudo, desde onde aumentar pistas e onde remove-las.

    Pessoalmente gostei do objetivo do projeto, mas achei feio as palmeiras. Seria melhor arvores “normais”.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: