ARCOWEB publica projeto de revitalização da orla de Porto Alegre

Jaime Lerner Arquitetos Associados

Parque da Orla do Guaíba, Porto Alegre

20 de Maio de 2013

parque-orla-guaiba-1

Conciliação entre o lago e a metrópole

parque-orla-guaiba-2As soluções urbanísticas que deram a Jaime Lerner projeção mundial foram implantadas, sobretudo, em Curitiba. Mas Porto Alegre também tem sido palco das concepções do arquiteto. Depois do Cais Mauá, no qual atuou em parceria com o escritório b720 Fermín Vázquez Arquitetos (leia PROJETO DESIGN 372, fevereiro de 2011), Lerner e equipe desenvolvem o projeto de requalificação de outro segmento da orla do Guaíba, lago que margeia boa parte da capital gaúcha.

Para Lerner, apesar de ser área nobre, a margem do lago não tem sido aproveitada em todo o seu potencial. A criação do Parque da Orla do Guaíba, nome dado à intervenção, “vai tornar ainda mais atraente, a partir de diversos patamares, a vista de um dos pores de sol mais bonitos do país” – sem prejudicar a visão da paisagem que encanta porto‑alegrenses e turistas, complementa o arquiteto.

parque-orla-guaiba-3Em janeiro, o secretário municipal de Desenvolvimento e Assuntos Especiais, Edemar Tutikian, acreditava que até o próximo mês seria lançada a licitação para a primeira parte da intervenção, que vai das imediações da Usina do Gasômetro até a rótula das Cuias, onde a avenida Edvaldo Pereira Paiva se encontra com a Aureliano de Figueiredo Pinto.

Nesse trecho, o parque terá a extensão de 1,5 quilômetro, e o projeto executivo para essa área já está concluído, informa Taco Roorda, da equipe de Lerner. Numa segunda etapa, o traçado deverá se estender até o arroio Cavalhada, próximo do Barra Shopping, no Cristal, bairro da zona sul de Porto Alegre, totalizando mais de sete quilômetros.

parque-orla-guaiba-4O escritório dividiu as intervenções em dois pontos: as imediações da Usina do Gasômetro e a ocupação da faixa linear de terra onde será implantado o parque, situada entre a orla e o dique construído na década de 1940 para conter as cheias (sobre essa faixa foi implantada a avenida Edvaldo Pereira da Silva).

Para o entorno da usina está prevista a implantação de um terminal turístico de barcos, com área para embarque e desembarque de passageiros, e a construção de um deque de madeira sobre pilares de concreto e as respectivas áreas de apoio (bilheteria, sanitários e área de espera).

A praça Júlio Mesquita, hoje separada da praça do Gasômetro pela avenida Presidente João Goulart, será incorporada ao projeto e fará a transição entre o centro histórico de Porto Alegre e a orla.

parque-orla-guaiba-5

Serão aumentados o trecho gramado e a arborização da praça do Gasômetro, onde haverá uma baia para o desembarque de passageiros de ônibus turísticos e táxis.

parque-orla-guaiba-6Ainda nas imediações da usina, prevê-se a construção de um bar em formato circular, sobre a água.

No percurso linear, o projeto estabeleceu três alturas de intervenção. Entre a orla e a cota 2, a primeira faixa é voltada predominantemente à preservação da vegetação ciliar, com acesso e circulação definidos para evitar uso indiscriminado.

A segunda, um patamar no nível 2 (onde a cota não for inferior deverá ser feito aterro para atingi-la), será ocupada por gramado que servirá como espaço de encontro, contemplação e lazer. Entre ambas se executará um passeio.

parque-orla-guaiba-8

A terceira faixa é composta pela estrutura do dique existente (tanto a encosta como o topo) e nela ficará a maior parte dos elementos a serem construídos.

parque-orla-guaiba-7Na parte superior do dique, a pista de caminhadas e uma ciclovia estarão separadas da avenida por um canteiro de um metro de largura, com espécies vegetais agregadas às existentes e vegetação arbustiva e de forração ordenando a circulação.

Escadas e rampas levarão da cota mais alta do dique aos patamares inferiores. Bares, quiosques, sanitários, depósitos e módulos de segurança serão implantados na transição para a faixa elevada, cujos pisos, na cota 2,5, deverão estar protegidos das cheias.

A intenção do projeto, explica Lerner, é incorporar o Guaíba ao dia a dia da população. A tarefa será, certamente, menos difícil que outra pretensão do arquiteto: “É uma intervenção para agradar gremistas e colorados”, brinca.

Texto de Adilson Melendez
Publicada originalmente em PROJETODESIGN
Edição 396 Fevereiro de 2013

Implantação - primeiro trecho do parque 1. Usina do Gasômetro / 2. Atracadouro / 3. Entorno do Gasômetro / 4. Praça Júlio Mesquita / 5. Bar / 6. Deques

Implantação – primeiro trecho do parque
1. Usina do Gasômetro / 2. Atracadouro / 3. Entorno do Gasômetro / 4. Praça Júlio Mesquita / 5. Bar / 6. Deques

Fonte: ARCOWEB, 20/05/2013



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Projeto de Revitalização da Orla

Tags:,

46 respostas

  1. “NAO AO PAISAGISMO ….E SIM AOS MARICAS”
    —Faixa que a Cavedon, Ruas, Faillace e o forista Marcelo vao carregar.

    hahahahahaahhhahaaaaa

    Curtir

  2. Porto Alegre esta linda….. Tem orla do guaiba lindo, o cais mais bonito do pais, os portais da cidade, onibus e sistema de transporte de primeiro mundo, o aeromovel cjega ate a zona sul com integraçao, a avenida da azenha foi reformada, nao tem mais fios aparentes, a confeitaria Rocco esta bombando, o centro cultural nos antigos cinemas avenida, guarany e imperial sao ótimos.
    Nosso BRT tem ultrapassagens livres, a rodoviaria foi reformada, o mercado publico tambem foi, a biblioteca pública esta aberta, o café da praça alberto bins tambem esta bombando…
    Os camelôs nao estao mais vendendo nas ruas, o camelodromo é de primeiro mundo, o centro de eventos tambem é muito bom! Por falar em camelos eles tambem nao estao mais em frente a praça da alfandega… Indios? Nem vi nada…
    O Beira rio esta melhor e mais completo que no projeto, nada foi cortado do render original, o aeroporto tambem, ja esta pronto pra copa.
    Ahhh, ia esquecendo o principal, o calçadao da rua da praia, ficou lindo, a reforma do entorno o mercado tambem e o projeto do largo Glenio Peres tambem foi executado melhr que a encomenda!
    O tunel da conceiçao esta otimo, com a nova iluminaçao ficou perfeito! O parque do gasometro com aquele tunel esta maravilhoso e melhor ainda sao os estacionamentos que estao sendo construidos no centro, todos subterraneos e com interaçao com o metro, que alias tambem ficou muito bom…
    O Pier, ja ia me esquecendo, maravilhoso, que bom pois com as novas linhas do catamarã unindo o centro ate a zona sul era preciso mesmo uma estaçao de primeiro mundo.

    Porto Alegre esta linda, preparadissima para a copa….pena que só no papel!

    Curtir

    • Ainda esqueci da soluçao definitiva para o esqueleto, o edificio guaspary e outros predios tambem anunciado pelo prefeito

      Curtir

    • A rua gen camara ia ter bares, ia tambem ser reformada, as bancas de revista seriam fantasticas, coloridas…. Tudo que descrevo estao em topicos deste blog, tudo promessas de governo, nada saiu do papel… Nao é pra ficar indignado e descrente com esse projeto tambem?.

      Curtir

    • Tens razão em parte Renan, está faltando muita coisa, mas quando começam fazer os ‘manifestantes sempre do contra qualquer coisa’ entram pra atrapalhar, a esquerda de ‘happy hour’ da cidade baixa aparece e até o judiciário dá sua contribuição, ou seja: É CAVALAR!

      Curtir

      • Claro, Souza, claro: o aeroporto não saiu do papel por causa dos manifestantes, o novo calçamento da Rua da Praia também, assim como a reforma do edifício Guaspari e a qualificação do Glênio Peres Parking…

        Aliás, foram os manifestantes que impediram a construção do metrô, o túnel que permitiria o parque do Gasômetro e a reforma da Azenha…

        Ah, vá!

        Curtir

  3. A meu ver o aval de um nome consagrado por mérito como é o do Jaime Lerner traz toda uma garantia de que vem coisa muito boa por aí, e que finalmente esta cidade vai ganhar uma obra decente à sua altura. Não se trata de um nominho qualquer destes arquitetos gaúchos infelizmente nada competentes para projetar espaços públicos.

    Curtir

    • Tu te refere a que espaços públicos?

      O Largo Glênio Peres versão 2012, projetado pelo Nagelstein, Coca-Cola e SafePark?

      Curtir

  4. A pergunta que nao quer calar… Quando???

    Curtir

  5. PARABÉNS , MUITO LINDO , QUE BOM SE TUDO ISSO FOSSE REAL !!!!!!

    Curtir

  6. Alguns ciclopatas estão achando que todos terão que trocar a caminhada e os automóveis pela bicicleta! Nem todos moram nos arredores e podem ter uma bici em mãos, ou talvez nem queiram alugar uma se essa opção estiver a disposição. Já andei muito de bici, mas nesses locais prefiro uma calma e contemplativa caminhada do que me esbarrar com ciclistas passando do meu lado e dividindo a mesma pista.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: