Começam as obras de revitalização do entorno da Praça XV

 

Mudança tem o objetivo de preservar a conservação do pavimento  Foto: Daiana CauduroDivulgação PMPA

Mudança tem o objetivo de preservar a conservação do pavimento Foto: Daiana CauduroDivulgação PMPA

A Secretaria de Municipal de Obras e Viação (Smov) já está realizando a remoção das pedras de basalto do passeio junto ao Abrigo da Praça XV de Novembro. A intervenção é necessária para a abertura da via ao tráfego de veículos de serviço na área e faz parte do Projeto de Revitalização do Entorno da Praça XV.

O titular da Smov, Mauro Zacher, vistoriou a obra nesta quinta-feira, dia 06, e explicou que esta mudança no perfil do entorno tem o objetivo de preservar a conservação do pavimento. “Muitos veículos de serviço necessitam trafegar de madrugada para abastecer o comércio e até de dia, como viaturas da Brigada Militar e da Smic. A constante circulação danifica as pedras que necessitam de seguidas reposições”, destacou.

A mesma intervenção irá ocorrer na via transversal, a rua José Montaury, que também será aberta para receber o tráfego lento de veículos, a exemplo do que hoje já ocorre na rua General Andrade Neves. Na via será colocada pavimentação diferenciada com blocos de concreto pigmentados na cor tijolo. No trecho da rua Marechal Floriano Peixoto, o pavimento terá cor cinza escuro e está previsto um estacionamento oblíquo.

Obra da Copa – A área qualificada também vai abrigar a Fan Fest na Copa de 2014. O evento oficial do mundial terá como palco o Largo Glênio Peres e suas proximidades. Com investimento de R$ 2,8 milhões, a obra terá rampas e piso tátil para acessibilidade, além da colocação de novas luminárias, bancos de concreto, sinalização e arborização. Na parte de infraestrutura, serão executadas novas redes de água e esgoto sanitário. O prazo de execução dos trabalhos, pela empresa Rumo Engenharia Ltda, será de 12 meses.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Revitalização do centro

Tags:,

15 respostas

  1. prefeitura de m…..

    Curtir

  2. Não faz sentido o carro ter que ir até a porta do estabelecimento. Ele poderia ficar estacionando na área que já é estacionamento (que eu sou contra, mas enfim) no Glênio Peres e as mercadorias serem levadas num carrinho de mão.

    É assim eu acontece em edifícios por exemplos, não tem como um carro estacionar no 19º andar, então o carro fica no térreo e as mercadorias são transportadas até a sala comercial.

    Curtir

  3. Muitos urbanistas devem chorar ao olhar algumas coisas em Porto Alegre.

    Curtir

  4. Na minha opinião, diminuir o espaço que já existe para pedestres, sempre trará prejuíso e sempre será regresso.

    Curtir

  5. Revitalizaçao é tirar o basalto e tacar asfalto, vao só pintar a quina das calçadas, e deu. Isso é revitalizar? Abris duas quadras com asfalto?

    Curtir

  6. Para a prefeitura de Porto Triste revitalização significa: MAIS RUAS, MAIS ESPAÇOS PARA CARROS, MAIS ESTACIONAMENTO, MAIS CIMENTO, MAIS ASFALTO…

    Curtir

  7. essa calçada mal suporta a quantidade de pedestres e vão reduzir!

    Curtir

  8. Revitalização que, como de hábito, inclui uma rua nova e e mantém o estacionamento no largo. E adiciona mais estacionamentos.

    Curtir

    • os carros nao vao conseguir andar, a via está sempre cheia de pedestres.

      Curtir

    • Se for como tá descrito, é uma via de serviços, para abastecer os bares e estabelecimentos. Será usada eventualmente por utiltários leves para ajudar os estabelecimentos. Mas, com a fiscalização que temos na nossa cidade…. complica a coisa.

      Curtir

      • Pois é, depois reclamam que a calçada fica em péssimo estado. Não li em lugar nenhum que carros e outros circularão ali em horários “normais”.

        Curtir

        • Na José Montaury será permitido trânsito lento de veículos, serviço ou não. Isso já foi anunciado há meses.

          E não sei por que precisa ir um veículo de servico até o balcão dos botecos do abrigo dos bondes.

          Curtir

        • Porque eles nunca ouviram falar em carrinho de mão ou carrinhos elétricos.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: