Prefeitura admite atraso em parte das obras da Copa

Secretário de Gestão garantiu que maioria das melhorias estará concluída até o Mundial

Prefeitura admite atraso em parte das obras da Copa  Crédito: Danton Júnior / Especial CP

Prefeitura admite atraso em parte das obras da Copa Crédito: Danton Júnior / Especial CP

Faltando um ano para o início da Copa do Mundo no Brasil, a Prefeitura de Porto Alegre realizou um tour de inspeção nas principais obras de mobilidade urbana na cidade à espera do Mundial. O secretário municipal de Gestão, Urbano Schmitt, disse que parte das construções e reformas está atrasada por causa de imprevistos que ocorreram durante os trabalhos. Ele garantiu que a maioria das melhorias ficará pronta até junho do ano que vem.

“São 14 obras que estão sendo realizadas em Porto Alegre. Como são divididas por etapas, significa que são mais de 20. Temos dificuldades em obras específicas, por causa de coisas que atrapalharam o cronograma”, contou. “Trabalhamos com prazo ajustado, mas prevemos que as obras estarão prontas para a Copa. Se algumas não ficarem, elas serão concluídas, mesmo depois do evento”, acrescentou.

O secretário listou os problemas que agravaram o tempo estipulado em algumas obras que estão sendo realizadas para o Mundial. “Na avenida Severo Dullius,por exemplo, no traçado havia cerca de 116 mil metros cúbicos de lixo e foi necessária uma readequação. A Voluntários da Pátria levou uma notificação ambiental e, com isso, houve um acompanhamento diferenciado. A gente está trabalhando numa cidade viva e a vida real da obra acaba sendo diferente do cronograma inicial”, comentou Schmitt.

Falta de areia

Nesta semana surgiu um novo problema em relação às adequações da cidade para o evento da Fifa. A falta de fornecimento de areia resultou na suspensão das obras nos corredores das avenidas Protásio Alves e Bento Gonçalves. A Prefeitura aguarda o restabelecimento do material no mercado para ver a reforma ser retomada nestes locais.

“Nas demais obras, procuramos material substitutivo para a areia. Mas nas placas de concreto (que são usadas no corredores para receber o ônibus coletivos do sistema BRT), não há produto para substituir. É evidente que a Prefeitura não tem alternativa a não ser aguardar que tenhamos novamente areia no mercado”, observou o secretário. “As obras da Copa também servem muito a esse tipo de pressão. Não só em Porto Alegre”, completou.

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014, Obras da Copa 2014

Tags:

14 respostas

  1. Esta gestão atual da Prefeitura não é mais incompetente só por falta de espaço mesmo.
    Não conseguem resolver nada… e a EPTC que foi criada só para multar e não cuidar do trânsito da cidade, só sabe botar uma sinaleira aqui, uma placa ali… um pardalzinho a mais,,, idéias boas e criativas e que realmente resolvam o tránsito nem pensar…ah isso dá muito trabalho…

    Curtir

  2. “Melhorou, vai melhorar.” Essa gestão (e tantas outras também) é uma piada. Falta planejamento. Simples, PLANEJAMENTO.

    Curtir

  3. Maioria!!!!

    Tiveram 6 anos para planejar, executar e concluir as obras.
    Deveriam todas estarem prontas a´té a copa….

    Curtir

  4. Me impressiono que não dá pra trazer areia, sei lá, 50km de distância.

    Curtir

  5. “É evidente que a Prefeitura não tem alternativa a não ser aguardar que tenhamos novamente areia no mercado”

    Vá fazer as estações então, que usa metal vidro e plástico!

    Curtir

  6. Meo Deos!

    Que obra ridícula esse viaduto, não pensei que fosse ficar tão ruim.

    Estou começando a dar razão para esse pessoal das bicicletas…

    Curtir

  7. Será que a prefeitura contratou uma empresa pra prever que ia atrasar? Se não é a alta do dolar, é a chuva, agora a areia. Por que, em outros países as obras não atrasam? O país foi escolhido pra maldita Copa a 6 anos atras, e querem fazer tudo em alguns meses! Essa Copa vai ser divertida de se olhar, mais ainda os comentários dos turistas e dos reporteres. Vai ser um fiasco!!!!!

    Curtir

  8. Hoje eu vi: no corredor da Oswaldo Aranha quase em frente ao Pronto Socorro tem três enormes montes de areia. Não estou entendendo?

    Curtir

    • Faz mais de 2 MESES que o corredor da Osvaldo não têm obras, só obras pra refazer erros, como na largura da calçada das estações…
      É só olhar se foi feito concreto nas interseções da Avenida Setembrina (Não foi feito) e rua Santo Antônio (tbm não foi feito nada)
      Agora a empresa ta colocando ASFALTO NO CORREDOR, nesses trechos para liberar o corredor enquanto cruzam os braços e continuam recebendo!

      Curtir

  9. Hahaha, agora a culpa é da areia. Já enrolaram absurdamente o começo de todas as obras, aí agora inventam uma crise qualquer pra justificar o atraso que todo mundo já sabia que ia acontecer desde o começo.

    Que asco.

    Curtir

  10. Caramba, os responsáveis por essa obra deveriam ir pra cadeia! Ao invés de fazerem um túnel, estão construindo um monstrengo, desvalorizando todo o entorno (que já é feio!)! Vai ficar uma beleza essa região!

    Curtir

    • Tudo isso está a serviço de uma abordagem shopping-cêntrica, onde não importa a estética, o que importa é a função. Se os espaços públicos são feios, toda a sociedade é empurrada para o consumo, único ente capaz de criar “spots” de beleza, nem que sejam dentro de casa, no pátio ou no próprio corpo (roupas, eletrônicos, etc).

      Uma cidade feia, para esses “especialistas”, faz bem ao consumo. Só que não…

      Curtir

    • Sim, estão destruindo a região. Sabe o viaduto da Conceição, com aquela área degradada em volta cheirando a urina? Pois é, aí está a nova.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: