Algumas fotos da manifestação de hoje em Porto Alegre

Todas fotos por Gilmar Luis da Silva Junior – Fotojornalista.

Porto Alegre, 17 de junho de 2013.



Categorias:Manifestações

Tags:, , ,

105 respostas

  1. aqui um texto de um jornalista que participa das manifestações desde o início, acho bom para reflexão sobre esse momento!
    http://epocafolhetinesca.sul21.com.br/2013/06/14/sobre-os-protestos/

    Curtir

  2. …tudo isso é coisa do PT !!!
    ..Fora PT.

    Curtir

  3. Tudo isto que esta acontecendo se movera somente em uma direcao…mais estatismo!!! mais governo, mais gastos sem resultados positivos e consequentemente mais corrupcao….sera mais do mesmo, so’ que um pouco pior, prq tipos mais radicais de esquerda serao louvados como simbulos de pureza e honestidade e a galera agradecida assim gritava; “Mais esquerdismo ohhhhhhh nos gostamos de vc, perepepe-pe-pe-pe, mais esquerdismo ohh mais estatismo pra gente ve….. ohohoho—oh—oh–oh!!”….

    Curtir

    • Cara, tu é muito perdido. Tinha mtodo tipo de gente lá. Sabe por que eu sei? Por que eu estava lá e vi. E não sou “estatista”.

      Curtir

      • Pode ate’ ser o seu caso, mas pelo que leio tu es do tipo ludista, que no fim e’ a mesma coisa. Impede o desenvolvimento da mesma forma, gera atrazo, pobreza e miseria da mesma forma e quando seus sonhos de utopia nao se concretizam voltam ao governo todo provedor com as mesmas xaropises de sempre; “os malvados dos conservadores (sic, como se existisem ainda) so’ pensam no lucro e nao nas pessoas e bla bla bla” Existem varias faccoes de esquerda, uma mais bizarra do que a outra, talvez aja uma uniao momentanea de ilududos, mas nao que isso seja algo positivo para o brasil.

        Curtir

      • Não tenho as mesmas preocupações que o Phil ou concordo com o que ele fala, mas acho que é válido pensar “o que vem depois” pro que é mais prático (ex. passagens), já foi discutido aqui amplamente possíveis “causas” e o que pode ser feito, de política de transporte à ausência de licitação e a planilha falcatrua, passe livre, etc. Existe (é uma pergunta ignorante mesmo) qualquer sinal de movimento vindo da prefeitura sobre isso? Aumentar o número de “causas” pode até servir pras autoridades convenientemente “esquecerem” certos problemas bem práticos. Essa história de pedir pro governo cortar o ICMS por exemplo já aproveita pra desviar o foco.

        Curtir

  4. Continuando,

    Cheguei em casa e passado um tempo eu desci para a rua, pois a policia tinha fechado tudo, o Governador estava no palácio Piratini e tinha um grupo de não-manifestante junto com manifestantes chegando próximo ao palácio.

    Só que do nada, todo mundo saiu e começou a correria destes não-manifestantes em direção ao palácio, uns subiram a Espirito Santo e não demorou muito para ouvir os estrondos das explosões das bombas de efeito moral.

    Não demorou muito para ver a correria contra (refluxo) e não demorou nada para ver que a policia militar estava de atrás… e muitos junto comigo viram que a policia sabia em quem ir, nos manifestantes eles passaram reto, quando abordavam um, os moradores dos prédios gritavam informando para largar e apontando o caminho para onde outros não-manifestantes estavam escondidos.

    E assim foi até da manhã, pois aquele helicóptero ficou sobrevoando toda a área.

    O que eu vi e conclui foi o seguinte:

    1. A PM saiu de formação e os vândalos tomaram conta da rua;
    2. Neste momento a PM revidou forte;
    3. Vi PM correndo para tudo que é lado, não sei se é despreparo tático e estratégico ou se é assim mesmo. Para meus vizinhos e eu parecia uma caçada de gato e rato, uma corrida sem estratégia alguma;
    4. A população ao redor apoiava a repreensão aos não-manifestantes e vaiava quando a policia chegava nos manifestantes, pois tinha um grupo que ficou quieto, poderiam ser não-manifestantes, mas enquanto não faziam nada ilegal ou imoral eles são e foram como todos nós;
    5. Eu não vi a PM manter posição estratégica, de ir aumentando o perímetro. O que eles faziam era comando e conquista, porém abandonavam o posto e seguiam em frente. Passado um tempo, chagava alguém e depredava o local. Se tivesse mantido o posto, evitaria este fato.
    6. De consenso entre os moradores do prédio, quando a PM do nada saiu (ponto 1) a confusão começou, não sabemos o por que eles saíram, mas se não tivessem saído não haveria este tumulto pela região.

    Curtir

    • Você chegou a notar algum infiltrado ou agitadores?

      Curtir

      • Sou muito leigo para isto Pablo… o que deve ter ocorrido era gente que queria mesmo avacalhar, vir pra cima… brigar mesmo.

        Se na Borges o movimento era tranquilo, na espirito santo teve conflito de briga (em outro momento).

        O que aquele outro usuário postou acima, de estar assustado, deve ser por isso, pois houve briga, não houve confronto, os caras foram pra cima e a PM entrou em formação e avançou, depois começou a correria.

        Curtir

    • É claro que BM está despreparada para um conflito dessas proporções. Essa geração da Polícia nunca viu nada igual em Porto Alegre. Eles possuem apenas teoria, mas na prática a situação se mostra bem diferente. E falar em tática e estratégia é difícil pra eles, o pessoal do Choque possui apenas nível médio, assim como a maioria da BM, o que demonstra o baixo nível cultural deles. O que eles sabem mesmo é descer a porrada em todo mundo a revelia, quando na verdade isso acaba desgastando muito mais do que ação organizada como você mesmo disse.

      Curtir

  5. Queria saber porque da ausência de protestos contra o nosso Governante. Só para lembrar, se o protesto é mesmo pela redução da passagem, o Tarso desonerando ICMS no oléo diesel baixa para 2.7X a passagem. E aí, porque não to vendo nada pros lados da Praça da Matriz?

    Quanto a ZH é difícil de entender, sério mesmo. Só para constar, o CP é da Record, que apoia abertamente causas religiosas (aborto/cura gay blabla) que são (também) causa de revolta, mas estranhamente nada vejo em face deste jornal…

    Queria acreditar que são protestos espontâneos contra o lixo de governo que temos, mas parece mesmo que a coisa é dirigida politicamente.

    Curtir

    • Se tu quer protestar contra o tarso, vai lá. O pessoal tá protestando contra transporte público, não tem a ver com isso. Se quer protestar contra o PT e aproveitar essa onda, vai pra SP.

      Curtir

      • Como não tem nada a ver com isso, o problema não é o aumento da passagem? E já que estás tão informado, diga aí, QUAL É O PROPÓSITO ENTÃO DO PROTESTO?

        Curtir

        • Tu sabe que o transporte é municipal, né? Imagino que sim.

          Curtir

        • Tu sabe que se que o ICMS é estadual, né? Imagino que sim.

          PS 1: dica pra ti: ICMS incide sobre óleo diesel, combustível que ônibus usa, tu sabe né? Imagino que sim.

          “O prefeito disse ainda que pedirá ao governador Tarso Genro que isente da cobrança de ICMS o combustível usado pelos ônibus de Porto Alegre, o que pode, segundo ele, baixar o preço da passagem para um valor entre R$ 2,70 e R$ 2,75”.

          http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2013/06/fortunati-promete-reduzir-tarifa-de-onibus-para-r-2-80-4173497.html

          PS 2: a sua resposta é vazia e evasiva, sem conteúdo nenhum. Uma verdadeira vergonha para um cara que adora apontar para os outros “a falta de argumentos”.

          Curtir

        • Claro que sei. Mas a responsabilidade do transporte público é municipal. Acho que o Tarso devia reduzir este imposto, mas de maneira NENHUMA reduzir impostos é a única maneira de melhorar o serviço e baixar o custo.

          Curtir

        • Acho que deviam ir para cima dele sobre o comportamento da polícia em alguns casos.

          Curtir

  6. Pelo que acompanhei no protesto de ontem, o grupo estava indo em direção à sede da RBS. Tudo ia bem até serem barrados pela BM que impediu a manifestação de seguir adiante a uma quadra da Érico Veríssimo em frente à PF. Foi aí que começou o quebra-quebra.

    Se a polícia não tivesse impedido o avanço, tenho certeza de que o quebra-quebra ocorreria de qualquer jeito na RBS, mas eu fico pensando. Houve tantos danos ao patrimônio público que se tivessem quebrado o prédio privado da RBS os manifestantes eram capazes de darem por satisfeito e não teriam incendiado ônibus, lixo e etc. Ou seja, impediram um ato isolado em troca de uma violência generalizada João Pessoa.

    Curtir

    • Não tava indo bem, não. Eu tava lá e vi prédios públicos, lojas e contêineres serem depredados e destruídos MUITO antes da polícia interferir no rumo da manifestação. E eu não defendo policial, pra mim esses são tão corruptos quanto os políticos, mas não sei o que se passa na cabeça dessa galera que acha que destruindo, quebrando e ateando fogo em tudo que veem pela frente vão resolver os problemas do país. Depois do protesto, eu fiquei pensando: e se tivessem conseguido chegar até a RBS? Teriam quebrado tudo, espancado os jornalistas que deviam estar de plantão naquela hora e destruído todos os equipamentos da empresa? E no que isso fortalece o protesto? Em nada! Só faz perder força. Mas acho que essa gente é mesquinha demais pra entender isso. Vi muita – sim, muita – gente a favor da violência, mesmo sendo minoria, era um grande grupo. E os argumentos? Os mais patéticos possíveis. Cheguei a ouvir comparações com a Queda da Bastilha e a Revolução Russa. Era rir pra não chorar… Enfim, acho que só vamos conseguir aquilo que os protestos almejam pro país (menos impunidade, mais educação, mais saúde, mais segurança) com uma mobilização e grande conscientização do povo, e pra isso precisamos atrair o maior número de cidadãos possíveis. Com violência, isso se torna muito mais difícil. Ninguém apoia manifesto que destrói patrimônio público e privado, acabando com o local de trabalho de muitos cidadãos comuns. Com esses protestos, aprendi uma coisa: violência só serve pra gerar violência e colocar a polícia na rua. Manifestação pacífica traz o povo às ruas. Queria que a galera ultrarrevolucionária que acha que tá melhorando o país fazendo vandalismo entendesse isso.

      Curtir

  7. Também acho que a Polícia agiu errado ao tentar conter os vândalos que dominaram o final desse protesto. Deveriam isolar esse pequenos grupo que estava descontrolado,a fim de prendê-los, e não ir empurrando a turba João Pessoa acima, como fizeram, deixando uma trilha de destruição.

    Curtir

  8. Podem falar, berrar se quiserem, mas sou a favor do povo acordar, e como sempre começa com os estudantes, porque o resto da população estava querendo ver novela…. Sou contra a depredação, acho que vandalismo não é legal. A BM usou as táticas que pode para evitar confronto direto com os “vândalos” que não representavam a manifestação. Mas a mesma BM foi ridícula ao passar as 00:10 pela Salgado Filho a cavalo com alguns manifestantes presos sendo arrastado uns pelos cabelos, outros pelo braço em forma de demonstrar autoridade. Prendeu, ok. Coloca num carro ônibus ou sei la, mas não faça humilhação publica, acaba perdendo força o poder.
    Eu sai a pé do meu serviço as 23:30 e fui ate o centro, as paradas cheias, gente caminhando nas ruas e ninguém indignado pelo protesto e sim por falta de condução. Não entendo o motivo de queimar conteiners e muito menos jogar o lixo nas ruas, mas entendo que isso esta só começando.
    Ouço muito falar que o movimento não tem líder, mas quem quer líder, pois os lideres seguem seus ideais, e as manifestações começaram com o aumento das passagens e agora esta tomando forma de protestos gerais, por tudo de ruim que acontece no país.
    Quer parar Porto Alegre sem confrontos e criar o caos na cidade, é muito simples, feche a rodoviária e seus acessos, ninguém consegue ir pra zona sul, norte ou leste e muito menos entrar e sair da capital… Protesto é aquele que não existem violência,mas as pessoas não esquecerão…..

    Curtir

  9. Bom…
    Eu moro atrás do Palácio Piratini, na diagonal melhor dizendo.

    Cheguei em Porto Alegre/RS pela estação do trem do Mercado Público e acompanhei a manifestação por um pequeno trecho.

    1. Saída da Prefeitura até o momento em que eles dobraram na Salgado Filho.

    Neste pequeno espaço de tempo eu notei em ordem dos fatos:

    a. Policia Militar vinha na retarguarda e estes não estavam armados;
    b. Atrás destes primeiras policiais vinha a polícia montada e estes alguns estavam armados;
    c. A manifestação foi avançando lentamente e sem problemas, sem conflitos;
    d. Nas esquinas de todas as ruas com a Borges tinha um agrupamento de policiais em trajes azuis, estes mesmos trajes eu vi nos Policiais que estavam na Avenida Mauá, no prédio da ATP, em formação e armados, eram uns 40 e eu vi eles porque vim de trem;
    e. Pessoal nos prédios apoiando o movimento. Vi uma pessoa numa prédio que estendeu um lençol branco grande e neste momento a manifestação aplaudiu e ovacionou;
    f. Alguns não-manifestantes, mas sim baderneiros estavam já agitando e a policia reprimia, aqui vem o meu primeiro porém: sei que para um policial se movimentar numa multidão não deve ser fácil, mas o que eu vi vinham como se fossem bois numa manada. Neste momento senti falta de estratégia destes policiais, pois se estivessem em formação, pegariam este não-manifestante através de comunicação de rádios e outros meios, evitariam gerar tumulto de graça.
    g. Neste momento sai da manifestação e segui o rumo para minha casa.

    Em outro post comento o restante.

    Curtir

    • É que já tivemos uma manifestação grande e o Fortunatti já sentiu o pressão. Agora ele está agindo até rápido, comparado ao que foi e comparado à São Paulo ou Rio.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: