Fotos aéreas da Ponte Estaiada, Arena do Grêmio e CT do Grêmio – junho/2013

Fotos tiradas em 14 de junho de 2013 pelo forista lucasph do Skyscrapercity.com.

arena-e-ct-gremio-lucasph2

 

arena-e-ct-gremio-lucasph

 

arena-e-ct-gremio-lucasph3



Categorias:Arena do Grêmio, Fotografia, Fotos Aéreas

Tags:, , ,

12 respostas

  1. So’ no Brasil pra fazerem um viaduto-rotula desses sem acesso ‘a POA pela Freeway. No mundo inteiro seria a logica, mas no Brasil a logica fica em segundo plano.

    Curtir

  2. Meio off topic: Com uma obra desse tamanho e com tantas saídas e entradas não dava pra ter feito uma saída pra BR290 em direção ao centro (de POA)/sul (do estado) de quem sai do humaitá? Sei que a obra não foi feita para o gremio e nem deveria, mas o cara que quisesse sair da arena e ir no CT tem que fazer uma mão do kpta né?

    Curtir

    • Isso só é problema para quem trabalha no grêmio. Não atende uma parcela relevante da população para justificar o gasto desta obra.

      Curtir

      • A obra terá acessos para a freeway, tanto para um sentido, como para o outro. Procure o projeto da obra e verá.Tem no youtube.

        Curtir

  3. A arena localizada no bairro Humaitá mudará com certeza toda aquela região da capital com o entrocamento a ser inaugurado muito em breve da rodovia do parque e da BR 116 que leva a Região Metropolitana será um grande marco de desenvolvimento com o complexo que será erguido pela construtora OAS e inclusive vai gerar muito emprego naquele entorno da nova arena.

    Curtir

  4. Que lindo parque daria essa área que margeia o Gravataí, sobre a Ponte estaida.

    Parque Cotovelo de Porto Alegre.

    Curtir

    • Ok, se não gostaram do nome pode ser Parque da Ferradura.

      A segunda foto ilustra bem.

      Mas sempre chamarei de Parque do Cotovelo.

      Curtir

  5. Se fossem tirar a favela, podiam fazer algo no estilo do Pedra Branca de Palhoça ou então um CBD bem lindão, devido as proximidades com o aeroporto, BRs, trem e tudo mais…

    Curtir

    • Nem precisa tirar as favelas, precisa isto substituí-las por imóveis populares com um bom paisagismo e infra estrutura ao seu redor, talvez se fosse um pouco verticalizado sobraria espaço para parques e canchas desportivas.

      Curtir

      • Talvez precise de um pouco mais, pois fizeram um residencial popular (antigo projeto entrada da cidade) ali do lado da Castelo Branco, e aquilo depois de um tempo virou cracolândia e uma sujeirada só (por causa de catadores).

        Curtir

        • Alex W, uma vez falei com um engenheiro do DEMAB, ele me disse que estudos deste departamento, mostra que construção popular leva até a uma diminuição notável no número de filhos por casal! Inclusive diminui o abandono dos maridos, pois no caso do governo federal o título de propriedade é entregue a mulher, e os bonitos se resolvem sair de casa, saem somente com a roupa. Se tem uma TV na sala, antena parabólica, e outros confortos, fica mais incômodo perder tudo isto pelo r@bo da vizinha!
          .
          Alem de tudo isto tem o aspecto de produção, se a pessoa tem uma residência fixa, ele consegue emprego com mais facilidade e também começa a se treinar melhor. Também começa pensar como um cidadão trabalhador e não falta tanto ao emprego.
          .
          Lembre-se que grande parte dessas pessoas que vivem em sub-habitações eram trabalhadores do campo que trabalhavam de sol a sol e perderam totalmente o referencial.
          .
          Escute a fantástica música Os Desgarrados de Mário Barbará, vale a pena.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: