Manifestantes entram em confronto com a polícia na Av. Ipiranga

Brigada Militar usa bombas de efeito moral para proibir que grupo avance na avenida

Um primeiro confronto entre manifestantes e a polícia ocorreu em Porto Alegre na avenida Ipiranga, por volta das 20h. A confusão iniciou quando o grupo de protesto chegou perto do cruzamento da avenida com a Erico Veríssimo. A tropa de choque da Brigada Militar (BM) fez um cordão de isolamento no local para proibir o avanço dos ativistas.

Alguns integrantes do movimento jogaram pedras e garrafas contra a corporação, que reagiram usando bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo. A correria começou na avenida Ipiranga a partir deste momento. A via está tomada nos dois sentidos pelo grupo.

A tropa de choque tenta com dificuldade dispersar a multidão. Parte das pessoas recua do local, mas alguns integrantes pedem para o grupo permanecer. Muitos manifestantes gritam “sem violência”. O clima é tenso e a situação parece estar longe de ser controlada. Dois helicópteros sobrevoam a região.

A manifestação, marcada para as 18h desta quinta-feira, já reunia muitas pessoas no final da tarde no Centro de Porto Alegre. Após deixar o Paço Municipal, dois grupos se formaram no protesto: um tomou a avenida Julio de Castilhos, próximo ao prédio da Federasul e ao Mercado Público, enquanto outro partiu em direção à Esquina Democrática.

Centenas de pessoas mostravam sua indignação ao levantar cartazes sobre vários temas, desde o custo da passagem até a corrupção no País. Pelé também é um dos alvos dos manifestantes. Recentemente, o Rei do futebol pediu para os brasileiros esquecerem os protestos e apoiarem a Seleção na Copa das Confederações.

Com informações do repórter Tiago Medina

Correio do Povo



Categorias:Manifestações

Tags:, , , , ,

120 respostas

  1. A mídia nada mais é que uma ferramenta do governo. Além de gerar dividendos e poder, acalma o povo com Circo (novelas, futebol, Faustão, etc..).

    Curtir

  2. Tio Briza Vive!! O texto histórico na integra. O tapa na cara da Globo.

    “Todo sabem que eu, Leonel Brizola, só posso ocupar espaço na Globo quando amparado pela Justiça. Aqui, citam o meu nome para ser intrigado, desmerecido e achincalhado perante o povo brasileiro. Ontem, neste mesmo Jornal Nacional, a pretexto de citar o editorial de O Globo, fui acusado na minha honra e, pior, chamado de senil.

    Tenho 70 anos, 16 a menos que o meu difamador, Roberto Marinho. Se é esse o conceito que tem sobre os homens de cabelos brancos, que use para si. Não reconheço na Globo autoridade em matéria de liberdade de imprensa, e, basta, para isso, olhar a sua longa e cordial convivência com os regimes autoritários e com a ditadura que por 20 anos dominou o nosso país.

    Todos sabem que critico, há muito tempo, a TV Globo, seu poder imperial e suas manipulações. Mas a ira da Globo, que se manifestou ontem, não tem nenhuma relação com posições éticas ou de princípio. É apenas o temor de perder negócio bilionário que para ela representa a transmissão do carnaval. Dinheiro, acima de tudo.

    Em 83, quando construí a Passarela, a Globo sabotou, boicotou, não quis transmitir e tentou inviabilizar, de todas as forma, o ponto alto do carnaval carioca. Também aí, não tem autoridade moral para questionar-me. E mais: reagi contra a Globo em defesa do Estado e do povo do Rio de Janeiro que, por duas vezes, contra a vontade da Globo, elegeu-me como seu representante maior. E isto é o que não perdoarão nunca.

    Até mesmo a pesquisa mostrada ontem revela como tudo na Globo é tendencioso e manipulado.

    Ninguém questiona o direito da Globo mostrar os problemas da cidade. Seria, antes, um dever para qualquer órgão de imprensa. Dever que a Globo jamais cumpriu quando se encontravam no Palácio Guanabara governantes de sua predileção. Quando ela diz que denuncia os maus administradores, deveria dizer, sim, que ataca e tenta desmoralizar os homens públicos que não se vergam diante de seu poder. Se eu tivesse pretensões eleitoreiras de que tentam me acusar não estaria, aqui, lutando contra um gigante como a Rede Globo. Faço-o porque não cheguei aos 70 anos de idade para ser um acomodado.

    Quando me insultam por minhas relações administrativas com o Governo Federal, ao qual faço oposição política, a Globo vê nisso bajulação e servilismo. É compreensível. Quem sempre viveu de concessões e favores do poder público não é capaz de ver nos outros senão os vícios que carrega em si mesmo.

    Que o povo brasileiro faça seu julgamento, e, na sua consciência lúcida e honrada, separe os que são dignos e coerentes daqueles que sempre foram servis e gananciosos”.

    Esse é o jornalismo brasileiro da grande mídia, não só da Globo.

    Curtir

  3. Pra quem acha que RBS e Globo são “santinhas”…

    E procurem pelo documentário “Muito Além do Cidadão Kane”.

    Curtir

  4. coletiva de imprensa da secretaria de segurança publica na tvcom agora…. chefe da policia civil disse agora q so duas pessoas foram presas e tiverem autos emitidos em flagrante, um pego pelos proprios manifestantes ao tentar roubar um celular e outro pego por tentar saquear uma loja…

    hahahahha

    so pegaram um em flagrante por saque…. q piada essa brigada militar!

    Curtir

  5. mota dizendo q a RBS deu lanche pro BOE!!

    PQP

    era so oq faltava… isso eh o cumulo….

    Curtir

  6. dona da revenda da honda falando agora no balanço geral…. tomara q ela entra na justiça mesmo como ela prometeu, agora eles tao mostrando uma imagem q mostra meia duzia de vandalos quebrando a loja dela ao lado varios capacetes laranjas do choque parados olhando…. segundo o reporter a brigada vai dar uma coletiva pra justificar a proteçao ao predio da zero hora e a total negligencia com o resto dos estabelecimentos….

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: