Ato contra projeto de “cura gay” reúne centenas em Porto Alegre

Manifestantes pedem a saída do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) da Comissão de Direitos Humanos

Manifestantes exibiram faixas e cartazes na Esquina Democrática  Crédito: André Ávila

Manifestantes exibiram faixas e cartazes na Esquina Democrática Crédito: André Ávila

Mais de cem pessoas se reuniram nesta quarta-feira na Esquina Democrática, em Porto Alegre, para protestar contra a proposta conhecida como “cura gay”. O projeto, aprovado pela Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Câmara dos Deputados, revoga uma resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP), a qual proibia os profissionais da área a aconselharem homossexuais a virarem heterossexuais.

O projeto é do deputado João Campos (PSDB-GO) e foi considerado uma afronta pelos manifestantes. “Deveriam fazer propostas para construir mais hospitais para quem precisa. Tem que curar a cabeça dos políticos que pensam que ser gay é doença”, disse a coordenadora da ONG Igualdade – Associação de Travestis e Transexuais do Rio Grande do Sul, Marcelly Malta, que participou da atividade.

A CDH é presidida pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP), também alvo dos protestos. Muitos jovens, integrantes de outros movimentos, apoiaram a ação. Para o coordenador do Grupo Desobedeça, Roberto Schneider Seitenfus, a possível aprovação da matéria na Câmara seria um retrocesso aos Direitos Humanos. “A manifestação também é para pedir que o deputado Marco Feliciano saia da Comissão de Direitos Humanos”, afirmou.

Um abaixo assinado foi passado para pedir a aprovação do Estatuto da Diversidade Sexual no Brasil, elaborado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A meta é conseguir 1,4 milhão de assinaturas em todo o País.

Correio do Povo



Categorias:Manifestações

Tags:, , ,

40 respostas

  1. Por quê não permites quê outros decidam por si próprios em vez de censurar?

    Mas quê é um ato de censura sem motivo, isto é!

    O Blog é seu, faça o quê quiser!

    Abraço!

    Curtir

  2. Não concordo com a tendência de tornar homossexualidade moda.

    Mas quem diz-se Cristão utilizar-se da Política mundana para querer “curar” ? Homossexualismo é doença?

    Não, é outro problema, talvez para uns seja de moral!

    Então a cura gay seria a seguinte: hoje ele está gay, precisa dum remedinho qualquer para cura-lo! Que coisa sem sentido!

    Começa com o político autor desta ideia, ele deveria ser curado?

    Lugar de Pastor é na tribuna falando sobre o Deus e não na política!

    Religioso em cargo não compatível com o que o próprio Jesus Cristo esteve na terra!

    Qualquer religioso que afirma ser cristão não poderia utilizar deste nome para estar na política corrupta deste mundo. Não é digno de ser chamado Cristão!

    Sou obrigado a recorrer à Bíblia e denunciar os que se dizem Cristãos que utilizam-se do nome de Cristo para legislar.

    Religião é para cultuar à Deus e política é para a administração humana, que infelizmente é corrupta.

    Já imaginaram ver Jesus Cristo envolver-se na política?

    É só lerem a Bíblia.

    Não é um discurso, mas sim fatos sobre o maior homem.

    Os judeus esperavam o Messias na forma dum salvador como o Rei Davi para libertar o povo judeu do Império Romano.

    Quando apareceu o homem chamado Jesus Cristo pregando oferecer a outra face aos que os esbofeteassem, e a perdoar até os inimigos e o que vos perseguissem, após este ter negado-se a ser rei dos judeus, ele foi rejeitado pela nação judaica. Quem lê sabe que tentaram faze-lo rei dos judeus; João 6: 10-15: 10. Jesus disse: “Fazei os homens recostar-se como numa refeição.” Ora, havia muita grama no lugar. Os homens recostaram-se assim, cerca de cinco mil em número.11Jesus tomou assim os pães, e, tendo dado graças, distribuiu-os aos recostados, do mesmo modo também os peixinhos, tantos quantos quiseram.12Mas, quando ficaram saciados, ele disse aos seus discípulos: “Ajuntai os pedaços que sobraram, para que nada se desperdice.”13Eles os ajuntaram, portanto, e encheram doze cestos com os pedaços dos cinco pães de cevada, que foram deixados pelos que haviam comido. 14Por isso, quando os homens viram os sinais que realizava, começaram a dizer: “Este é certamente o profeta que havia de vir ao mundo.”15Jesus, portanto, sabendo que estavam para vir e apoderar-se dele para o fazerem rei, retirou-se novamente para o monte, sozinho.

    Ele permitiu-se que utilizassem-no com propósitos políticos naquela época.

    Ele aceitou ser REI dos judeus? NÃO!

    Quando foram prender Jesus, Pedro reagiu cortando a orelha de um servo, conforme a seguir, será que Jesus Cristo reagiu à prisão? Mateus 26:48 relata: 48Ora, o que o traía havia-lhes dado um sinal, dizendo: “A quem eu beijar, este é ele; detende-o.”49E, dirigindo-se diretamente a Jesus, disse: “Bom dia, Rabi!” e beijou-o mui ternamente.50Mas Jesus disse-lhe: “Amigo, para que fim estás presente?” Eles avançaram então e deitaram mãos em Jesus, e detiveram-no.51Mas, eis que um dos que estavam com Jesus estendeu a mão e puxou a sua espada, e, golpeando o escravo do sumo sacerdote, cortou-lhe a orelha.52Jesus disse-lhe então: “Devolve a espada ao seu lugar, pois todos os que tomarem a espada perecerão pela espada.53Ou pensas que não posso apelar para meu Pai, para fornecer-me neste momento mais de doze legiões de anjos?54Neste caso, como se cumpririam as Escrituras, de que tem de realizar-se deste modo?”55Jesus disse às multidões, naquela hora: “Viestes com espadas e com cacetes, como contra um salteador, para prender-me? Dia após dia costumava eu estar sentado no templo, ensinando; contudo, vós não me detivestes.56Mas tudo isso se tem realizado para que se cumprissem as escrituras dos profetas.” Todos os discípulos o abandonaram então e fugiram.

    No Evangelho de João Capítulo 18:33 antes de ser morto foi interrogado por Herodes a cerca de sua realeza. 33De modo que Pilatos entrou novamente no palácio do governador e chamou Jesus e disse-lhe: “És tu o rei dos judeus?”34Jesus respondeu: “É de tua própria iniciativa que dizes isso ou te contaram outros a respeito de mim?”35Pilatos respondeu: “Será que eu sou judeu? A tua própria nação e os principais sacerdotes te entregaram a mim. O que fizeste?”36Jesus respondeu: “Meu reino não faz parte deste mundo. Se o meu reino fizesse parte deste mundo, meus assistentes teriam lutado para que eu não fosse entregue aos judeus. Mas, assim como é, o meu reino não é desta fonte.”37Portanto, Pilatos disse-lhe: “Pois bem, és tu rei?” Jesus respondeu: “Tu mesmo estás dizendo que eu sou rei. Para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que está do lado da verdade escuta a minha voz.”38Pilatos disse-lhe: “Que é verdade?” E, depois de dizer isso, saiu novamente para os judeus e disse-lhes: “Não acho falta nele.39 Ainda mais, tendes o costume de que eu vos livre um homem por ocasião da páscoa. Quereis, portanto, que eu vos livre o rei dos judeus?”40Gritaram então de novo, dizendo: “Não este homem, mas Barrabás!” Ora, Barrabás era salteador.

    O povo judeu escolheu a quem para livrar? O homem que fez todos os milagres, curas e ensinou-os tantas coisas maravilhosas? Não! Escolheu um criminoso!

    O quê a Bíblia diz no Livro de Tiago sobre a intromissão da religião na política?

    1Donde procedem as guerras e donde vêm as lutas entre vós? Não vêm disso, a saber, dos vossos desejos ardentes de prazer sensual, que travam um combate nos vossos membros?2Desejais, e ainda assim não tendes. Prosseguis assassinando e cobiçando, contudo, sois incapazes de obter. Prosseguis lutando e guerreando. Não tendes porque não pedis.3Pedis, e ainda assim não recebeis, porque estais pedindo com propósito errado, para que [o] possais gastar nos vossos desejos ardentes de prazer sensual. 4Adúlteras, não sabeis que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Portanto, todo aquele que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.

    Portanto todos políticos que entram na política por meio do apoio de suas religiões estão fazendo a vontade de quem? Como bem reza os textos de Deus é que não estão!

    Portanto, que tem uma fama querer fazer um projeto tão sem nexo, muito questionável!

    Obs. Sou apolítico!

    Curtir

  3. Quanta hipocrisia.

    Querem defender a causa gay, acusando alguém de enrustido!

    Se uma pessoa é “enrustida”, chamá-la de enrustida não é ser homofóbico enrustido?

    Aliás, uma pessoa não pode ter o direito de ser enrustida?

    Que culpa uma pessoa tem de ser enrustida, se ela nasceu assim?

    Está aí um bom projeto: a “cura enrustido”.

    Ou vira gay, ou hétero de vez: no mundo preconceituoso de hoje os enrustidos não tem voz…

    Curtir

  4. Não entendo qual a razão de tanta confusão. A CDH simplesmente revogou ou vai revogar uma cláusula no estatuto do CFP. Ninguém está obrigando o sujeito a ir procurar o atendimento de um profissional para mudar a sua orientação sexual. E se algum profissional quiser fazer este tratamento, logo será taxado de charlatão, e cairá em descrédito na comunidade. E se não estou enganado, essa medida não tem que ir à plenário para sua aprovação?

    Curtir

  5. Pessoal, vou permitir o debate que já está fora do foco do post. Mas com respeito a todos leitores sejam eles quem forem. To de olho. Se se inflamar muito fecharei pra comentários o post.

    Curtir

  6. Achei essa frase preconceituosa, pois usou-se “enrustido” de forma ofensiva, ou no mínimo pejorativamente. Entendo “enrustido” nesse contexto como alguém que é homossexual e não se aceita. Por que isso seria ofensivo?

    Entenderia bem se fosse escrito algo como “quem negativou precisa aceitar sua sexualidade”… mas da forma como foi colocado é preconceito!

    Curtir

    • Concordo plenamente tanto que vou deletar o comentário. Obrigado pelo alerta Pablo.

      Curtir

      • Perceba o “desbalanceamento” que estamos inseridos… aquela frase ficou ali por horas e ninguém notou que era preconceito. Entretanto meu comentário acima foi atacado ferozmente.

        Curtir

        • Eu acho que deve ter alguma origem genetica, tenho muitos amigos gays, quase todos tem irmaos ou primos gays, um tem mais dois irmaos gays, outro um irmao e irma que nao se sabe, mas acho que é, e assim por diante… Muitos artistas, pepe e nenem gemeas e gays. Nao sei se é só isso mas é bem suspeito!

          Curtir

          • Por tudo que tu falou, tu tem sim contra os homossexuais. Tu estás sendo extremamente preconceituoso no que tu falou. Portanto vou deletar. Aqui neste blog não entra preconceito. Vai arejar tua mente antes.
            E se insistir, será banido.

            Curtir

            • Onde se viu, não poder expressar o que penso!

              O preconceito partiu de quem leu e interpretou!

              Por acaso falei algo contra os padrões da sociedade?

              A regra é aceitar tudo que falam a favor, as vozes da discordância são censuradas?

              E falam que estamos na democracia, o quê mencionei de ofensivo para reação tão forte?

              Tenho pena desta ação! Medo da verdade?

              Ao menos tenho coragem de falar o quê penso, não tenho que agradar a ninguém!

              Lamentável!

              Curtir

            • O Blog é seu, és soberano para fazer o quê quiser!

              Abraço!

              Curtir

              • Sim, o blog é meu e eu decidi que o que é preconceito não entra aqui. A forma como tu falou identifica preconceito, pois tu nega a ciência e as determinações de todas as federações de psicologia do mundo (civilizado) atualmente, que não considera patologia e apenas parte da diversidade humana a homossexualidade. Não é opção, mas sim característica, assim como a cor da pele e a cor dos olhos.
                No momento que tu nega isso, estás sendo preconceituoso e ignorante.
                Desculpe, mas procura outro blog pra falar deste assunto.
                Encerrarei os comentários aqui.

                Curtir

  7. Eu nao sei quem e’ mais tendencioso, se e’ o pastor deputado ou o pessoal que inventou essa historia de “cura gay”, como se fosse um projeto pra convencer gays a obrigatoriamente virarem heterossexuais. Acho que o pessoal nem sabe do que se trata direito. Se o sujeito e’ gay e quer deixar de ser por alguma razao (irrelevante saber qual), porque seria proibido de consultar um profissional? E porque os psicologos nao poderiam consultar alguem nessa situacao? Hoje em dia o pessoal tem a liberdade ate’ de fazer mudanca de sexo, qual seria o grande mal de um gay consultar um psicologo, caso quisesse? Ate’ acho que psicologos nao resolvem nada, mas essas proibicoes sao sempre muito autoritarias e nao servem pra absolutamente nada.

    Curtir

    • É a mesma impressão que eu tenho.
      Vão às ruas por mais liberdade no geral, mas acabam inibindo um projeto que tem como objetivo anular uma proibição de fato?

      Curtir

      • Antigamente quando iniciou-se as marchas LGBT diziam que era “promiscuidade disfarçada” e dessa forma proibiram a marcha por muitos anos. Mas a questão de “alguma coisa disfarçada” é ridícula. Deixa fazer a marcha, Precisa-se conhecer as ideias, os motivos… isso é liberdade!

        Acontece que quando apareceu o “marcha hétero” a comunidade LGBT reagiu da mesma forma acusando-os de “homofobia disfarçada”. Veja que cometeram o mesmo erro. Cada um tem (teria) o direito de manifestar a sua opinião, se vai ser creditado ou não, daí é outra história. Acho que não se consegue uma “marcha hétero” tão colorida e divertida quanto a “marcha gay”… mas cada um deveria ter o freedom of speech, sem ofender ninguém é claro.

        Curtir

        • Não concordo com você pela simples razão de que existe um motivo para tudo, uns são justos, outros escusos, os gays sempre foram discriminados, fazem a marcha como uma forma de conscientizaçao, de conquista de sua cidadania que lhes foi subtraida, assim como os negros e outras minorias. A marcha hetero é uma afronta preconceituosa com o objetivo de desvalorizar e zombar da marcha gay. Os heteros sempre foram a maioria, os dominantes, não precisam de marchas nem conquistar seu espaço pois já tem, esta marcha não é por conquistar cidadania mas para em protesto contra outro grupo que na sua opinão não é inferior e não deveria te-la

          Curtir

        • Ana, eu entendo o teu ponto e faz sentido, mas seria muito mais inteligente a comunidade LGBT apoiar a marcha hetero, festejar a diversidade de opinião e esperar para rir de uma marcha com meia dúzia sem foco, sem objetivo é infinitamente chatos.

          Curtir

    • De certa forma eu concordo contigo… difícil é explicar corretamente sem ser mal interpretado e com palavras certas e sem machucar os princípios de ninguém.

      É muito estranho como nos dias de hoje “nós” reagimos de forma violenta contra alguns comportamentos e colocamos outros em redomas de vidro… Conversando com psicólogos é impressionante a quantidade de pessoas que se sentem doentes por não estarem constantemente no estado eufórico/super-alegre/descolado. Por que pessoas que preferem estar em grupos menores e que preferem conversas profundas são “erradas”?

      Também, me parece que devemos aceitar todo e qualquer fetiche sem expressar qualquer estranheza… e pior, todo mundo deve ter um fetiche, é doença não ter fetiche nenhum. Não acredito em lei divina que condene pessoas por não gostarem de sexo. Por que razão pessoas assexuadas(não preferem nem homens nem mulheres) ou pessoas que gostam de carinho, beijo, companhia, mas não gostam de sexo possuem uma “doença terrível” e devem se tratar?

      Ao longo da história da humanidade grandes avanços foram realizados por autistas, depressivos, bipolares… mas por alguma razão essas pessoas não são mais aceitas na nossa sociedade. Por alguma razão são consideradas doentes.

      Curtir

      • Fetiche? Homossexualidade nao tem absolutamente nada a ver com fetiche, homossexualidade é um aspecto de ser humano, assim como a cor da pele, a cor dos olhos, o sexo, aptidao pela musica, talento para artes, tamanho do nariz, etc. Nao se muda sua orientaçao sexual como nao se muda sua cor, nem existe motivo para isso, ja que nao é doença. É como dizer que ser negro é ser doente só porque em um determinado peruodo da historia existia escravidao, o errado é a sociedade e nao o negro, da mesma forma a homofobia.
        Fetiche é outra coisa, nao confunda as coisas por favor!

        Curtir

      • Tu ta comparando coisas diferentes pablo. Autismo e bipolaridade são disturbios sim, são doenças, passíveis de tratamento. Ao contrário da homossexualidade. Mais atenção ao comentar rapaz!

        Curtir

      • Também não entendi por que falas em fetiche?

        Curtir

      • “difícil é explicar corretamente sem ser mal interpretado e com palavras certas e sem machucar os princípios de ninguém”

        Curtir

      • No caso do autismo, faz poucos anos que decidimos que isso é doença e deve ser tratado, corrigido, medicado. Durante milhares de anos os autistas ocupavam posições específicas nas comunidades, geralmente como curandeiros ou no trato com animais. O cérebro dos autistas possuem uma forma específica de funcionamento… eles conseguem se concentrar profundamente em algum coisa e conseguem pensar de uma forma que ainda estamos muito longe de entender.

        Há evidências muito claras que animais começaram a ser domesticados por autistas, grandes obras de música ou grandes descobertas da matemática são fruto do raciocínio específico de autistas. Considerar um autista doente é uma resolução recente de uma lista de doenças também recente na história da humanidade.

        Há uma característica interessante entre pessoas com deficiências cognitivas. Por alguma razão que não entendemos ainda essas pessoas, uma vez aprendida alguma tarefa, elas conseguem executá-la sem erro. Mesmo excelentes músicos erram na execução de obras simples, mas por alguma razão essas pessoas não. Mas nós resolvemos que elas devem ser curadas para a nossa sociedade.

        Eu considero esses dois casos um grave erro… Essa é uma concepção de doença e normalidade é extremamente recente, provavelmente motivada por uma má interpretação do Darwinismo e a Eugenia.

        (continua)

        Curtir

      • O ponto que eu quero chegar é que há uma super-proteção aos homossexuais e há uma forte opressão à uma série de outros aspectos das pessoas. Consumismo, por exemplo, é um distúrbio grave provavelmente tanto quanto o vício em jogo, mas como isso é “útil” isso é até incentivado.

        Quer uma prova dessa super-proteção? Pergunte a qualquer que seja o que faz com que uma pessoa seja homossexual e outra não? Essa pergunta é um tabu*

        O fato de ser tabu causa o estancamento de qualquer estudo sério sobre o assunto. Pessoas que tentaram pesquisar no código genético foram acusadas de procurar o “gene gay”. Pessoas que resolveram pesquisar aspectos durante o desenvolvimento infantil foram acusadas de buscar “a lição gay”.

        (continua)

        * Tabu é algo que não se fala, não se pergunta, é um terreno perigoso onde sabemos que existe, mas ninguém conversa sobre isso, a não ser com alguém de confiança… ninguém emite uma opinião pública.

        Curtir

        • Cara voce é um homofobico e nao duvidoq ue seja um homossexual mal resolvido, foram sim realizadas milhares de experiencias e pesquisas para determinar as causas da homossexualidade, isso parou quando se viu o quao inutil isso era, porque gastar dinheiro nisso? Alem do mais abriria a possibilidade de mais preconceito ainda, uma mae que pudesse por um exame descobrir que seu filho tivesse o gem gay poderia optar por um aborto. Isso acontece ainda em alguns paises, na china onde so se pode ter um filho, alguns casais abortam as filhas mulheres! Vc sabia disso?
          Alem do mais o fato de ser ou nao gay ou qual o gen que traz esta caracteristica só interessa a pessoas nazistoides como vc, falei!

          Curtir

        • Você está tentando ser ofensivo… Se me permite ser bom honesto, você está percebendo coisas que não existem, percebe-se que você está claramente com raiva pela forma como escreve juntando letras e separando outras. A raiva está diretamente relacionada ao medo e entendo que você está agindo assim por medo… não me arrisco a ir mais longe no motivo do teu medo.

          Veja que você caiu no mesmo preconceito que o comentário que estava lá em cima. Você afirmou que sou um homossexual mal resolvido. Bem, pode ser, pode não ser… isso não importa, entretanto me chama a atenção o fato de você tentar usar isso de forma ofensiva. Ser homossexual não deveria ser ofensivo…

          Por fim, não concordo que o resultado de pesquisas científica sérias vá trazer dano aos homossexuais. A verdade sempre prevalecerá e quanto mais adiarmos o conhecimento, pior será. Não acredito em liberdade sem conhecimento, não faz sentido o direto de escolha em um conjunto de coisas que não se conhece. Primeiro há correntes epistemológicas que pregam a ciência pela ciência, segundo se você soubesse da quantidade de dinheiro que se gasta com pesquisas em armas… isso sim é gasto de dinheiro! Isso é gastar dinheiro com o objetivo de matar.

          Curtir

        • Eu concordo com o Mauro, mas não vou polemizar, concordo também com o Gilberto e acho que devemos voltar ao foco, não adianta discutir.

          Curtir

        • Entendo seu ponto de vista Pablo, mas temos que levar em consideraçao que a homossexualidade é considerado joje o aspecto humano qe mais sofre preconceito, os homossexuais foram e ainda sao privados de seus direitos de cidadao, em muitas sociedades sao aonda perseguidos, mortos. Por estar fortemente ligado a preconceitos morais e mexer com o tabu da reproduçao da especie, por algumas falas na biblia que acusariam de pecado acabou sendo fortemente reprimido durante a historia, acusado de libertinagem e simplesmente uma opçao, umafalta de vergonha na cara! E nao é nada disso!
          Nao se mata um autista por ser autista, se compreende, isto em todos os casos, contra os gays é diferente, as pessoas ja saem com sete pedras, isto as vezes literalmente.
          Por isso nao acho exageiro nao, ha que se combater a homofobia e tratar deste assunto de forma diferenciada sim! Sob pena de permanecermos cometendo uma das maiores injustiças e vergonhas da historia da humanidade, saberemos isso no futuro!

          Curtir

      • Procurei listar alguns aspectos simples da vida de todo mundo onde somos extremamente intolerantes e outros que somos extremamente tolerantes… tentei explicar da forma mais branda e suave o risco de transformarmos algo simples, comum, natural que são homossexuais num tema do tipo tabu.

        Veja que eu fui radicalmente mal interpretado e me acusaram de dizer que homossexualismo é mesma coisa que fetiche! Isso é um absurdo! Não precisamos ser assim. Não acham?

        Curtir

        • Nao, nao acho, as pessoas precisam ser responsaveis no que dizem, nao é um tabu, mas ideias preconceituosas, racistas, homofobicas tem que ser combatidas

          Curtir

    • Seu comentario é de uma ignorancia de assustar, primeiro lugar, nao se pode curar uma doença que nao existe, se for o caso vamos permitir que exista cura hetero.
      Dois, nao existe tratamento para homossexualismo, por nao exixtir doença, logo, o psicologo que é um profissional que deve zelar pela ciencia, por metodos cientificos, nao pode prometer ou usar metodos nao comprovados que possam prejudicar o paciente, isso em todos os aspectos. É o mesmo que um medico resolver arrancar os olhos de uma pessoa prometendo a cura do cancer de mama com est metodo! Absurdo!
      Terceiro, a possibilidade de alguem anunciar a cura gay abre para que muitos pais menos esclarecidos levem seus filhos adolescentes com tendencias homossexuais a procurarem “tratamento” que pode sim trazer muito, mas muito prejuizo no desenvolvimento mental deste adolescente que pode vir a acreditar estar doente, onde isso nao existe.
      Quarto, tente transformar um hetero em gay? Impossivel, pois o inverso tambem é a menos que vc seja um bissexual.
      Finalmente, é uma questao de direitos humanos, de respeito, nao se cura um gay assim como nao se muda acor da pele de um negro, isso só é possivel na cabeça doentia de alguns politicos, religiosos e doentes, estes sim precisam de cura!

      Curtir

      • Como eu comentei acima, estão tornando homossexuais em tabu… e se isso acontecer não se pode fazer pesquisa séria obre o assunto.

        Nosso amigo mais acima afirmou que homossexual é como a cor da pele. Afirmar que ser homossexual é como ser negro é afirmar que o comportamento sexual tem origem genética, ou seja, existe um gene que liga ou desliga a atração pelo mesmo sexo.

        Essa afirmação não é cientificamente comprovado e dado as circunstâncias não se conseguirá comprovar pois para que isso ocorra, usando o método científico, precisamos formular uma hipótese e testa-la. Isso é método científico… mas se a hipótese do gene gay ofender a comunidade não se pesquisa, não se faz ciência! E devemos agir de acordo com o que um grupo acha, sem prova alguma.

        Por fim, veja que você considera “cabeça doente de religiosos”. Isso não está correto também… Apesar de existir um distúrbio chamado hiper-religiosidade, distúrbio este que afeta muitos ateus. Sim, ateus podem ser hiper-religiosos.

        Estamos em um terreno muito perigoso e não estamos agindo de forma correta para corrigir décadas de preconceito.

        Curtir

        • Muito bem, procure o gene gay, depois mate todos os bebes que tenham, alias exiga que sejam testados nas inseminaçoes artificiais e curada a humanidade dessa doença. Cara vc é um nazistao mal resolvido, va procurar polemizar em algo mais util!

          Curtir

        • É uma pena que você acredite que não entender o homossexualismo, que é algo natural em todas as espécies significa proteger…

          Curtir

      • “Cura gay” e’ um termo inventado pelos proprios grupos militantes gays o bobinha. Psicologo nao cura doenca alguma, psicologo nao e’ medico. Ninguem ta’ propondo o tratamento medico de gays. A proposta e’ para acabar com a proibicao dos psicologos de aconselharem gays que queiram ser aconselhados. Estao obrigando gays a consultarem com alguem? Nao.

        Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: